Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bruninho é arma da Seleção para duelos contra a Sérvia

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Levantador estava sendo poupado e faz a estreia na Liga Mundial como capitão da equipe


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

12/06/2015 | 07:00


O levantador Bruninho será a principal novidade da Seleção Brasileira hoje, às 15h10 (de Brasília), contra a Sérvia, em Novi Sad, pela terceira rodada do Grupo A da Liga Mundial de Vôlei. Filho do técnico Bernardinho, ele foi poupado no início da competição por ter sido o último jogador a se apresentar – estava na disputa da final do Campeonato Italiano.

Mesmo de fora da quadra, Bruninho acompanhou de perto as duas primeiras partidas contra os sérvios, disputadas em Belo Horizonte, e elogiou os companheiros. “O nosso time está muito bem e fez ótimo início de Liga Mundial. Nos dois primeiros jogos contra a Sérvia houve um pouco de ansiedade. Mesmo assim, o grupo demonstrou muita qualidade e, principalmente, o que vem mostrando nos treinamentos, que é a intensidade e a agressividade”, destacou Bruninho.

O levantador é fundamental na Seleção Brasileira, tanto que já volta ao time e reassume a condição de capitão, que foi ocupada por Rapha na estreia contra a Sérvia e Murilo diante da Austrália.

Experiente, o levantador evita assumir o favoritismo do Brasil, que é a única seleção invicta do Grupo A e líder, com quatro vitórias. Bruninho espera dureza contra os sérvios. “Sem dúvida alguma, são jogos muito difíceis. Nas partidas em Belo Horizonte, dois jogadores (sérvios) se integraram ao grupo como titulares absolutos. Depois disso, cresceram pelo tempo de treinamento que tiveram a mais”, comentou o jogador.

Mais uma vez, a equipe brasileira será dirigida do banco de reservas pelo auxiliar técnico Rubinho, já que Bernardinho cumpre o quinto de dez jogos da suspensão imposta pela Federação Internacional de Vôlei por criticar o sistema da edição de 2014 da Liga Mundial.

Após a partida de hoje, as seleções voltam a jogar domingo, também às 15h10, mas na capital Belgrado. Depois dos duelos com os sérvios, o Brasil enfrentará Itália e Austrália, como visitante, antes de fechar a primeira fase contra os italianos, em Cuiabá. (com Agências) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bruninho é arma da Seleção para duelos contra a Sérvia

Levantador estava sendo poupado e faz a estreia na Liga Mundial como capitão da equipe

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

12/06/2015 | 07:00


O levantador Bruninho será a principal novidade da Seleção Brasileira hoje, às 15h10 (de Brasília), contra a Sérvia, em Novi Sad, pela terceira rodada do Grupo A da Liga Mundial de Vôlei. Filho do técnico Bernardinho, ele foi poupado no início da competição por ter sido o último jogador a se apresentar – estava na disputa da final do Campeonato Italiano.

Mesmo de fora da quadra, Bruninho acompanhou de perto as duas primeiras partidas contra os sérvios, disputadas em Belo Horizonte, e elogiou os companheiros. “O nosso time está muito bem e fez ótimo início de Liga Mundial. Nos dois primeiros jogos contra a Sérvia houve um pouco de ansiedade. Mesmo assim, o grupo demonstrou muita qualidade e, principalmente, o que vem mostrando nos treinamentos, que é a intensidade e a agressividade”, destacou Bruninho.

O levantador é fundamental na Seleção Brasileira, tanto que já volta ao time e reassume a condição de capitão, que foi ocupada por Rapha na estreia contra a Sérvia e Murilo diante da Austrália.

Experiente, o levantador evita assumir o favoritismo do Brasil, que é a única seleção invicta do Grupo A e líder, com quatro vitórias. Bruninho espera dureza contra os sérvios. “Sem dúvida alguma, são jogos muito difíceis. Nas partidas em Belo Horizonte, dois jogadores (sérvios) se integraram ao grupo como titulares absolutos. Depois disso, cresceram pelo tempo de treinamento que tiveram a mais”, comentou o jogador.

Mais uma vez, a equipe brasileira será dirigida do banco de reservas pelo auxiliar técnico Rubinho, já que Bernardinho cumpre o quinto de dez jogos da suspensão imposta pela Federação Internacional de Vôlei por criticar o sistema da edição de 2014 da Liga Mundial.

Após a partida de hoje, as seleções voltam a jogar domingo, também às 15h10, mas na capital Belgrado. Depois dos duelos com os sérvios, o Brasil enfrentará Itália e Austrália, como visitante, antes de fechar a primeira fase contra os italianos, em Cuiabá. (com Agências) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;