Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Investigação aqui não; lá tudo bem


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

28/03/2015 | 07:00


O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), defendeu a investigação do Petrolão, caso de desvio de dinheiro da Petrobras e pagamento de propina. Segundo o chefe do Executivo, os diretores da estatal acusados de envolvimento nos crimes não são do PT, partido que não tem ladrão, segundo ele. As declarações foram feitas quinta-feira, em seminário no diretório municipal da legenda. Difícil ver o petista sendo a favor de apuração. No seu governo, quando havia suspeita de irregularidade, os órgãos de fiscalização que iniciaram averiguação foram criticados. Marinho já atacou o Ministério Público, por exemplo, que investigou suposto desvio de R$ 4 milhões da Secretaria de Educação na compra de uniformes escolares (tênis e mochila). O MP faz um monte de asneiras, disse o prefeito, certa vez. O Tribunal de Contas do Estado, que analisa licitações e contratos da administração municipal, também foi alvo do chefe do Executivo. Para ele, o TCE toma decisões políticas em detrimento de postura técnica. E disparou em outra ocasião: “O que vale para um conselheiro não vale para o outro. É uma zona aquele Tribunal de Contas.” Como se vê, o comandante do Paço são-bernardense defende a investigação apenas quando lhe convém. Ou é de seu interesse. Ou quando sua gestão não está envolvida.

Ceni coxinha
Ainda no evento do PT de São Bernardo quinta-feira, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) fez comentário sobre futebol. E criticou o goleiro do São Paulo. Corintiano, disse não saber o que era melhor: a derrota vexatória do Tricolor, por 3 a 0, para o Palmeiras, ou o Rogério Ceni – “aquele arrogante e coxinha” – levando gol por cobertura, do meio do campo.

Endereço
O vereador de São Caetano Pio Mielo (PT) estranhou a apresentação do nome de Jair Meneguelli (PT) como possível candidato petista ao Palácio da Cerâmica em 2016. Segundo o parlamentar, o ex-presidente do Sesi nunca passou por seu gabinete (ele é o único representante da sigla na cidade) e aproveitou para dar o endereço: Avenida Goiás, 600, terceiro andar, sala 01.

Rasgou
Em Diadema, Filipe dos Anjos, lojista que denunciou suposto esquema de extorsão da Secretaria de Segurança Alimentar, colocou faixa em seu estabelecimento que indagava o prefeito Lauro Michels (PV): ‘está piorando o que estava ruim?’ Porém, o objeto foi rasgado recentemente. Ele suspeita que foi gente do governo e fez boletim de ocorrência.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;