Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Sete reféns turcos são libertados no Iraque


Da AFP

12/06/2004 | 13:04


Sete trabalhadores turcos da construção seqüestrados no Iraque foram libertados, segundo anunciou neste sábado um funcionário da embaixada turca em Bagdá. As vítimas devem viajar de volta à Turquia.

"Recebemos um comunicado de seu empregador, uma empresa da construção chamada Serka, indicando que os sete operários foram libertados e que se dirigem à Turquia", declarou um funcionário da embaixada.

Mortes — Um libanês de 26 anos, que trabalhava para uma companhia de telecomunicações, e dois de seus colegas iraquianos foram assassinados e seus corpos encontrados nesta sexta-feira às margens da estrada de acesso a Fallujah, a oeste de Bagdá, informou a embaixada.

"Hussein Olayyan, original do sul do Líbano, e dois iraquianos que trabalhavam para uma companhia de telecomunicações estavam desaparecidos desde quinta-feira na região de Fallujah", afirmou o encarregado de negócios da Líbia, Hassan Hijazi.

"A empresa libanesa, que firmou recentemente um contrato com o Iraque, pediu à embaixada que investigasse e na sexta-feira ao meio-dia (hora local), alguns motoristas descobriram os corpos degolados na estrada que vai da Jordânia a Bagdá. Observaram os documentos e telefonaram para a embaixada", adiantou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sete reféns turcos são libertados no Iraque

Da AFP

12/06/2004 | 13:04


Sete trabalhadores turcos da construção seqüestrados no Iraque foram libertados, segundo anunciou neste sábado um funcionário da embaixada turca em Bagdá. As vítimas devem viajar de volta à Turquia.

"Recebemos um comunicado de seu empregador, uma empresa da construção chamada Serka, indicando que os sete operários foram libertados e que se dirigem à Turquia", declarou um funcionário da embaixada.

Mortes — Um libanês de 26 anos, que trabalhava para uma companhia de telecomunicações, e dois de seus colegas iraquianos foram assassinados e seus corpos encontrados nesta sexta-feira às margens da estrada de acesso a Fallujah, a oeste de Bagdá, informou a embaixada.

"Hussein Olayyan, original do sul do Líbano, e dois iraquianos que trabalhavam para uma companhia de telecomunicações estavam desaparecidos desde quinta-feira na região de Fallujah", afirmou o encarregado de negócios da Líbia, Hassan Hijazi.

"A empresa libanesa, que firmou recentemente um contrato com o Iraque, pediu à embaixada que investigasse e na sexta-feira ao meio-dia (hora local), alguns motoristas descobriram os corpos degolados na estrada que vai da Jordânia a Bagdá. Observaram os documentos e telefonaram para a embaixada", adiantou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;