Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

No banheiro com elas

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Drama e comédia conduzem peça de diretor são-bernardense com apresentação única no Teatro Ábaco


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

23/11/2014 | 07:00


Não tem jeito: mulher gosta é de desabafar. Sempre que tem chance, corre para o ombro da amiga ou conta os dramas no salão de beleza. O banheiro, porém, está no topo da lista de cenários transformados em divã feminino. Aproveitando o mistério que envolve o hábito de ir com a amiga ao toalete e resgatando episódios verídicos, o diretor Claudio Caramante e a jornalista Juliana Bontorim chegaram ao texto de Banheiro de Mulheres, peça que está encerrando turnê em São Paulo e que tem apresentação marcada para o dia 9, às 21h, no Teatro Ábaco (Rua João Firmino, 1.099. Tel.: 2122-4070), em São Bernardo. As entradas para a sessão na região, que custam R$ 20 e R$ 40, estão sendo vendidas no Compre Ingressos (www.compreingresso.com.br).

“Trata-se de uma dramédia, em que abordamos assuntos sérios – como câncer de mama, violência doméstica e gravidez na adolescência –, mas também resumimos o que as mulheres falam no banheiro e todo seu mundo complexo”, explica Caramante. A trama gira em torno de quatro personagens centrais com idades e histórias de vida diferentes. Risolleta (Geni Sau) enfrenta um câncer na mama, Clara (Carolina Andrade) sofre com a violência do marido, Maria Fernanda (Jullyana Bontorim) é mãe jovem que vive a gravidez da filha adolescente e Eloíza (Ivete Karan) luta com a frustração na busca pelo homem ideal. Elas se encontram no banheiro de um bar e dividem as angústias e sonhos.

“Falar parece que alivia o que estamos vivendo. Conheço gente que fez grandes amigas dentro de um banheiro feminino”, comenta Ivete Karan, 52 anos. No papel de Eloíza, a atriz conta que gosta do rumo de sua personagem. “No começo, ela tem receios e medo de sofrer; depois, percebe o que realmente importa: ser feliz.”

O valor total da venda de camisetas com a #setoca estão sendo revertidos para as ONGs Viva Melhor, de Santo André, e Recomeçar é Possível, de São Bernardo. “É interessante e importante uma peça de teatro abordar o assunto. Serve como alerta para que a pessoa saia da apresentação e preste mais atenção na sua saúde”, conclui Vera Teruel, presidente da Viva Melhor.

Banheiro de Mulheres – Teatro. Hoje e dias 29 e 30 (sábado, às 21h, e domingo, às 21h30), no Teatro Paiol Cultural – Rua Amaral Gurgel, 164. Tel.: 3337-4517, em São Paulo; Ingr.: R$ 15 e R$ 30; dia 9, às 21h, no Teatro Ábaco – Rua João Firmino, 1.099. Tel.: 2122-4070, São Bernardo. Ingr.: R$ 20 e R$ 40.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;