Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sob forte frio, Criciúma supera Bragantino em casa



29/06/2011 | 00:17


Após duas rodadas, o Criciúma voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira. Sob um frio de 5ºC, o time catarinense derrotou o Bragantino por 1 a 0, com um gol desajeitado do atacante Zé Carlos, no Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma.

Esta foi a primeira vitória do técnico Guto Ferreira no comando do time catarinense, após três jogos. Com 13 pontos, assumiu a oitava colocação. Já o Bragantino segue na vice-lanterna, com seis pontos, seriamente ameaçado pelo rebaixamento.

Em casa e buscando a primeira vitória do treinador, o Criciúma foi para cima e logo aos 11 minutos teve uma boa chance com Schwenk. Dentro da área, o atacante bateu forte e exigiu grande defesa do goleiro Gilvan.

Com dificuldade na armação, o time da casa só voltou ao ataque aos 30 minutos. Após cobrança de escanteio, Rodrigo testou e a bola saiu tirando tinta da trave. O Bragantino pouco criou e os chutes de fora da área foram suas melhores oportunidades. Bruno e Diego levaram perigo ao gol de Andrey.

O segundo tempo foi menos inspirado que o primeiro. As duas equipes criaram poucas chances de gols e desagradaram as arquibancadas. O time paulista, com três zagueiros, se fechou na defesa, enquanto o Criciúma jogava na base da raça. E, aos 32 minutos, chegou ao gol da vitória.

Após cruzamento na área adversária, a defesa afastou mal e Zé Carlos, da entrada da área, acertou um chute desajeitado, no ângulo de Gilvan, que ficou vendido na jogada. O gol amenizou as vaias da torcida, que já demonstrava irritação com o futebol apresentado pelo Criciúma.

O Bragantino volta a campo na próxima sexta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Americana, em Bragança Paulista. No sábado, o Criciúma enfrenta o ABC, às 21 horas, em Natal, no Frasqueirão.

Ficha Técnica:

Criciúma 1 x 0 Bragantino

Criciúma - Andrey; Toni (Breitner), Rodrigo, Anderson Conceição e Pirão; Jackson, Roni (Pedro Carmona), Mateus e Aloísio; Schwenk e Bruno Meneghel (Zé Carlos). Técnico: Guto Ferreira.

Bragantino - Gilvan; Júnior Lopes, Murilo e Felipe; Andrezinho, Diego, Mineiro, Deyvid Saconi (Léo Jaime) e Paulo Roberto; Luis Mário (Marcinho) e Bruno. Técnico: Marcelo Veiga.

Gol - Zé Carlos, aos 32 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Jackson, Murilo e Mateus.

Árbitro - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Renda - R$ 52.390,00.

Público - 5.328 pagantes.

Local - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sob forte frio, Criciúma supera Bragantino em casa


29/06/2011 | 00:17


Após duas rodadas, o Criciúma voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira. Sob um frio de 5ºC, o time catarinense derrotou o Bragantino por 1 a 0, com um gol desajeitado do atacante Zé Carlos, no Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma.

Esta foi a primeira vitória do técnico Guto Ferreira no comando do time catarinense, após três jogos. Com 13 pontos, assumiu a oitava colocação. Já o Bragantino segue na vice-lanterna, com seis pontos, seriamente ameaçado pelo rebaixamento.

Em casa e buscando a primeira vitória do treinador, o Criciúma foi para cima e logo aos 11 minutos teve uma boa chance com Schwenk. Dentro da área, o atacante bateu forte e exigiu grande defesa do goleiro Gilvan.

Com dificuldade na armação, o time da casa só voltou ao ataque aos 30 minutos. Após cobrança de escanteio, Rodrigo testou e a bola saiu tirando tinta da trave. O Bragantino pouco criou e os chutes de fora da área foram suas melhores oportunidades. Bruno e Diego levaram perigo ao gol de Andrey.

O segundo tempo foi menos inspirado que o primeiro. As duas equipes criaram poucas chances de gols e desagradaram as arquibancadas. O time paulista, com três zagueiros, se fechou na defesa, enquanto o Criciúma jogava na base da raça. E, aos 32 minutos, chegou ao gol da vitória.

Após cruzamento na área adversária, a defesa afastou mal e Zé Carlos, da entrada da área, acertou um chute desajeitado, no ângulo de Gilvan, que ficou vendido na jogada. O gol amenizou as vaias da torcida, que já demonstrava irritação com o futebol apresentado pelo Criciúma.

O Bragantino volta a campo na próxima sexta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Americana, em Bragança Paulista. No sábado, o Criciúma enfrenta o ABC, às 21 horas, em Natal, no Frasqueirão.

Ficha Técnica:

Criciúma 1 x 0 Bragantino

Criciúma - Andrey; Toni (Breitner), Rodrigo, Anderson Conceição e Pirão; Jackson, Roni (Pedro Carmona), Mateus e Aloísio; Schwenk e Bruno Meneghel (Zé Carlos). Técnico: Guto Ferreira.

Bragantino - Gilvan; Júnior Lopes, Murilo e Felipe; Andrezinho, Diego, Mineiro, Deyvid Saconi (Léo Jaime) e Paulo Roberto; Luis Mário (Marcinho) e Bruno. Técnico: Marcelo Veiga.

Gol - Zé Carlos, aos 32 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Jackson, Murilo e Mateus.

Árbitro - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Renda - R$ 52.390,00.

Público - 5.328 pagantes.

Local - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;