Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Miranda critica São Paulo por negar transferência



02/09/2009 | 07:00


Miranda ficou contrariado com o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio. O zagueiro, que não tem empresário e negocia pessoalmente seus contratos, tinha intenção de se transferir para o futebol europeu, mas o dirigente não deixou. Não quis perder um de seus melhores jogadores enquanto os rivais na luta pelo título brasileiro se reforçaram.

"Infelizmente (a permanência) foi um desejo do Juvenal", explicou Miranda, que está servindo a Seleção Brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). "O que ele pediu (para o Wolfsburg, da Alemanha) ele teve. O que eu pedi, ele não aceitou", contou o zagueiro, ao falar sobre a negociação com Juvenal Juvêncio.

O clube alemão ofereceu 12 milhões de euros (R$ 32 milhões) por Miranda. Pagaria 10 milhões de euros à vista e daria o restante ao clube brasileiro se o zagueiro se adaptasse ao futebol europeu, em que já esteve na temporada 2005/2006, quando defendeu o Sochaux, da França.

"Estou triste, sim", lamentou Miranda, que pretendia se transferir agora para o Exterior para ter uma temporada inteira para se habituar à nova equipe antes da Copa do Mundo de 2010, em junho. Se for negociado no fim do ano, poderá pôr em risco sua convocação. "Meu objetivo foi interrompido temporariamente."

O zagueiro tenta agora se conformar. "O São Paulo é um grande clube e resta lutar pelo tetracampeonato brasileiro", assegurou Miranda, que não vai ganhar nem o aumento salarial que havia pedido.

Ricardo Gomes espera que o atleta possa voltar concentrado no São Paulo, depois de defender a seleção. "O Miranda teve curta passagem pela Europa, mas voltou ao Brasil e foi muito melhor", lembrou o treinador. "Estava preocupado. Conversei antes do clássico para ver se ele tinha condições para administrar a questão. E ele fez um partidão. Vai entender que a decisão do presidente foi a melhor."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;