Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

No primeiro fim de semana de lockdown, Grande ABC lacra 21 estabelecimentos

Cidades da região ampliaram vigilância durante período do toque de recolher, entre 22h e 4h


Yara Ferraz

02/03/2021 | 00:23


No primeiro fim de semana de lockdown noturno no Grande ABC, a fiscalização das prefeituras lacrou e interditou 21 estabelecimentos. Os locais desrespeitavam o horário de funcionamento e estavam abertos entre 22h e 4h, período em vigor do toque de recolher. Além disso, alguns espaços promoviam aglomerações.

Em Santo André, entre a noite de sexta e a madrugada de segunda-feira foram realizadas ações em mais de 30 bairros, que resultaram em nove interdições por aglomeração, aplicação de nove multas e vistoria em aproximadamente 300 estabelecimentos. Ontem, a Prefeitura realizou mais oito interdições, todas de bares localizados em bairros como Jardim Las Vegas, Jardim Santo André, Vila Curuçá, Vila Palmares e Vila Alzira. Além de estarem funcionando de maneira irregular, alguns registravam aglomeração.

Em São Bernardo, a ação resultou no encerramento das atividades de 24 estabelecimentos comerciais do município após orientação das equipes de fiscalização. Deste total, uma lanchonete situada no bairro dos Alvarengas foi lacrada por desrespeito às normas sanitárias. Equipes da GCM (Guarda Civil Municipal) também encerraram um pancadão, com cerca de 200 pessoas, na Passagem dos Cafezais, no bairro Montanhão. Um veículo que era utilizado como carro de som na festa irregular foi apreendido.

Em São Caetano foram 15 vistorias. A Prefeitura destacou que a maioria dos comerciantes cumpria as normas sanitárias. Ocorreu apenas uma interdição, na Rua Amazonas, onde acontecia festa clandestina, com multa para o organizador de R$ 10 mil.

Em Diadema foram 213 revistas e abordagens. Ao todo, os guardas e policiais vistoriaram 39 automóveis e 39 motocicletas; apreenderam um veículo por som alto e seis motos; emitiram 75 autos de infração de trânsito. Também constam 54 orientações para residências e comércios por questões como aglomerações, som alto e outras perturbações. Não houve interdições porque os estabelecimentos acataram as orientações, mas, segundo a Prefeitura, na próxima ocorrência os locais serão considerados reincidentes.

Foram 307 estabelecimentos fiscalizados nas duas madrugadas em Mauá. Deste total, três foram multados e dois, lacrados. A GCM atendeu 120 chamados e 22 narguiles foram apreendidos. A Prefeitura de Ribeirão Pires informou que não houve registro de descumprimento do lockdown. Foram fiscalizados 63 comércios. Já Rio Grande da Serra não informou números.

Em todo o Estado, foram autuados 286 estabelecimentos. Equipes do Procon-SP e da vigilância sanitária realizaram 3.974 vistorias e a PM (Polícia Militar) fez abordagem a 79 mil pessoas, além de vistoriar 136 mil veículos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;