Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Álcool gel, home office e mais: a retrospectiva do mundo tech em 12 meses de pandemia

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Bianca Bellucci e Sérgio Vinícius
Do 33Giga

12/02/2021 | 11:18


Apesar desses 12 meses de isolamento social parecerem um eterno Dia da Marmota, obviamente, muita coisa aconteceu. E o mundo da tecnologia foi, mais uma vez, um dos mais afetados. As pesquisas na internet por álcool gel dispararam, o consumo e a busca por testes de produtos para home office atingiram padrões nunca vistos. Além disso, o Brasil passou a consumir mais entretenimento online, como as populares lives. A seguir, confira o impacto de cada categoria.

Leia mais:
Saiba quais são os golpes mais comuns em tempos de pandemia
40 filmes sobre pandemias e epidemias
Covid-19: Philips lança luminária capaz de matar o novo coronavírus

Higienização em alta

O primeiro caso de covid-19 no País foi registrado em 26 de fevereiro de 2020. Pouquíssimo tempo depois, o brasileiro já passou a conviver com o distanciamento social e a adotar as medidas de proteção. Uma das principais foi usar álcool gel com frequência para higienizar as mãos. Tanto é que, em fevereiro mesmo, o comércio digital de gel antisséptico teve incremento de 165%, segundo um levantamento do Compre&Confie.

A higienização, no entanto, foi além das mãos. Passou a ser primordial limpar compras e eletrônicos, por exemplo. Por isso, também aumentaram as buscas online sobre como higienizar corretamente eletrônicos e prevenir doenças – até porque o popular álcool gel não pode ser usado, uma vez que pode oxidar componentes dos aparelhos.

Trabalho e educação a distância

O trabalho e a educação a distância ganharam força no Brasil durante a pandemia do novo coronavírus, já que empresas e escolas optaram por manter as pessoas em casa para diminuir o contágio. Com isso, houve uma alta na busca por produtos que tornassem a atividade mais confortável.

Segundo uma pesquisa da SEMrush, “cadeira gamer” teve 550 mil buscas em março de 2020, com aumento de 49% em relação a fevereiro do mesmo ano. Já a palavra “teclado” alcançou uma média de 336 mil buscas, no período de março a agosto de 2020 – um crescimento de 124% em relação ao mesmo período de 2019. Houve também um aumento de 49% na procura por “escrivaninha”, sendo 301 mil pesquisas em março de 2019 e 450 mil no mesmo mês de 2020.

O 33Giga, inclusive, avaliou diversos eletrônicos que têm o objetivo de melhorar a vida de quem está em home office ou no EAD. São fones de ouvido, teclados e outros gadgets. Aqui, vale o destaque para  o notebook Dell XPS 13. Como o nome sugere, ele tem tela de 13,4 polegadas, além de carcaça em alumínio. Apesar de muito compacto, o modelo foi montado com excelente aproveitamento de espaço no geral (teclas espaçadas e trackpad bem posicionado).

O boom das videoconferências

Uma consequência da adesão ao trabalho e à educação a distância são as videoconferências. Elas se tornaram uma das formas mais práticas de socializar com parentes e amigos durante a pandemia de covid-19. Hoje, é possível encontrar uma série de ferramentas gratuitas (e fáceis de usar) na web ou que funcionam por meio de programa para desktop (Windows) ou app para celular (Android e iOS). O 33Giga fez uma seleção das melhores opções para realizar videochamadas sem sair de casa.

Entretenimento virtual

Com os brasileiros passando mais tempo em casa, foi necessário encontrar novas formas de distração. As lives, por exemplo, viraram uma sensação tão grande que o País foi responsável pela transmissão ao vivo de música com maior audiência de todos os tempos no YouTube. O posto fica para um show de Marília Mendonça, que atingiu 3,31 milhões de views simultâneos.

Os serviços de streaming também contribuíram com horas de entretenimento. Durante o período, 30% dos brasileiros assinaram alguma opção online de TV, jornal, revista ou game. Os dados são de uma pesquisa realizada pela NZN Intelligence. Aqui, é importante apontar duas plataformas que chegaram ao País em plena pandemia e já fazem sucesso: Disney+ e DirecTV GO.

Ainda vale destacar que os jogos a distância se tornaram uma forma de usar a internet para interagir e reunir os amigos. Neste contexto, dois jogos ganharam muitos fãs na quarentena. São eles: Among Us e Fall Guys.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Álcool gel, home office e mais: a retrospectiva do mundo tech em 12 meses de pandemia

Bianca Bellucci e Sérgio Vinícius
Do 33Giga

12/02/2021 | 11:18


Apesar desses 12 meses de isolamento social parecerem um eterno Dia da Marmota, obviamente, muita coisa aconteceu. E o mundo da tecnologia foi, mais uma vez, um dos mais afetados. As pesquisas na internet por álcool gel dispararam, o consumo e a busca por testes de produtos para home office atingiram padrões nunca vistos. Além disso, o Brasil passou a consumir mais entretenimento online, como as populares lives. A seguir, confira o impacto de cada categoria.

Leia mais:
Saiba quais são os golpes mais comuns em tempos de pandemia
40 filmes sobre pandemias e epidemias
Covid-19: Philips lança luminária capaz de matar o novo coronavírus

Higienização em alta

O primeiro caso de covid-19 no País foi registrado em 26 de fevereiro de 2020. Pouquíssimo tempo depois, o brasileiro já passou a conviver com o distanciamento social e a adotar as medidas de proteção. Uma das principais foi usar álcool gel com frequência para higienizar as mãos. Tanto é que, em fevereiro mesmo, o comércio digital de gel antisséptico teve incremento de 165%, segundo um levantamento do Compre&Confie.

A higienização, no entanto, foi além das mãos. Passou a ser primordial limpar compras e eletrônicos, por exemplo. Por isso, também aumentaram as buscas online sobre como higienizar corretamente eletrônicos e prevenir doenças – até porque o popular álcool gel não pode ser usado, uma vez que pode oxidar componentes dos aparelhos.

Trabalho e educação a distância

O trabalho e a educação a distância ganharam força no Brasil durante a pandemia do novo coronavírus, já que empresas e escolas optaram por manter as pessoas em casa para diminuir o contágio. Com isso, houve uma alta na busca por produtos que tornassem a atividade mais confortável.

Segundo uma pesquisa da SEMrush, “cadeira gamer” teve 550 mil buscas em março de 2020, com aumento de 49% em relação a fevereiro do mesmo ano. Já a palavra “teclado” alcançou uma média de 336 mil buscas, no período de março a agosto de 2020 – um crescimento de 124% em relação ao mesmo período de 2019. Houve também um aumento de 49% na procura por “escrivaninha”, sendo 301 mil pesquisas em março de 2019 e 450 mil no mesmo mês de 2020.

O 33Giga, inclusive, avaliou diversos eletrônicos que têm o objetivo de melhorar a vida de quem está em home office ou no EAD. São fones de ouvido, teclados e outros gadgets. Aqui, vale o destaque para  o notebook Dell XPS 13. Como o nome sugere, ele tem tela de 13,4 polegadas, além de carcaça em alumínio. Apesar de muito compacto, o modelo foi montado com excelente aproveitamento de espaço no geral (teclas espaçadas e trackpad bem posicionado).

O boom das videoconferências

Uma consequência da adesão ao trabalho e à educação a distância são as videoconferências. Elas se tornaram uma das formas mais práticas de socializar com parentes e amigos durante a pandemia de covid-19. Hoje, é possível encontrar uma série de ferramentas gratuitas (e fáceis de usar) na web ou que funcionam por meio de programa para desktop (Windows) ou app para celular (Android e iOS). O 33Giga fez uma seleção das melhores opções para realizar videochamadas sem sair de casa.

Entretenimento virtual

Com os brasileiros passando mais tempo em casa, foi necessário encontrar novas formas de distração. As lives, por exemplo, viraram uma sensação tão grande que o País foi responsável pela transmissão ao vivo de música com maior audiência de todos os tempos no YouTube. O posto fica para um show de Marília Mendonça, que atingiu 3,31 milhões de views simultâneos.

Os serviços de streaming também contribuíram com horas de entretenimento. Durante o período, 30% dos brasileiros assinaram alguma opção online de TV, jornal, revista ou game. Os dados são de uma pesquisa realizada pela NZN Intelligence. Aqui, é importante apontar duas plataformas que chegaram ao País em plena pandemia e já fazem sucesso: Disney+ e DirecTV GO.

Ainda vale destacar que os jogos a distância se tornaram uma forma de usar a internet para interagir e reunir os amigos. Neste contexto, dois jogos ganharam muitos fãs na quarentena. São eles: Among Us e Fall Guys.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;