Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Kiko oficializa saída de Diadema para ter apoio de Lauro a deputado

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Também com desejo de concorrer a cadeira no Congresso, Marcos e Márcio continuam no secretariado


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/01/2014 | 07:05


Apenas o assessor especial da Prefeitura de Diadema e ex-prefeito de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSC), oficializou a demissão do governo Lauro Michels (PV), com intuito de ter apoio do governo para a eleição de outubro. Os secretários Marcos Michels (Educação) e Márcio da Farmácia (Obras), ambos do PV e que nutrem desejos eleitorais neste ano, continuam na administração.

Em novembro, Lauro reuniu secretariado e disse que integrante de seu primeiro escalão com vontade de ter aval do Paço para concorrer a cargo público precisaria se desligar do Executivo até dia 31 de dezembro. À ocasião, apenas Kiko confirmou que sairia da Prefeitura.

A medida foi adotada pelo prefeito para minar a candidatura de Marcos. O vereador licenciado e primo de Lauro tem intenção de ser candidato a deputado federal, projeto semelhante ao de Kiko. O chefe do Executivo costurava ver Kiko como postulante único do governo à Câmara Federal e não escondeu descontentamento com a articulação de Marcos para participação do pleito de outubro. Nos corredores do Paço comenta-se que Marcos teria apoio de ao menos 14 secretários.

Como o titular de Educação iniciou processo de candidatura a deputado federal, Márcio da Farmácia – também vereador licenciado – exigiu que o PV o apoiasse para buscar assento no Congresso Nacional. Márcio tem acordo verbal com Lauro de ser candidato da administração em 2018 a parlamentar federal e também mostrou irritação com a movimentação de bastidor de seu companheiro de secretariado.

SUBSTITUTO
Sem Kiko, Lauro deve designar o também assessor e ex-vereador Laércio Soares (PCdoB) para a função do ex-prefeito de Rio Grande da Serra.

Atualmente, Laércio é responsável pela ponte entre Executivo e Legislativo e pelo diálogo direto com equipes técnicas de ministérios da presidente Dilma Rousseff (PT).

Kiko, por sua vez, atuava mais ao lado do prefeito, representando Lauro em atividades oficiais e colhendo demandas de munícipes.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;