Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Emprego também caiu no Estado


Eric Fujita
Do Diário do Grande ABC

27/01/2006 | 08:21


As indústrias de transformação do Estado de São Paulo tiveram, em dezembro de 2005, o pior resultado mensal da história na geração de empregos – nunca o fechamento de vagas foi tão grande nos cinco anos da pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Resultado semelhante também foi apontado pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

O levantamento apontou a perda de 45.818 vagas no setor, o que representa recuo de 2,16% (sem ajuste sazonal) em relação a novembro de 2005. Por outro lado, no acumulado de 2005, o resultado até que foi razoável, com elevação de 2,4% na comparação com o ano anterior, registrando a criação de 48.419 postos de trabalho.

Os números fazem parte do estudo Nível de Emprego da Fiesp e, apesar de esperado pela entidade, o desempenho negativo superou o registrado em 2003, até então o recuo mais acentuado constatado pela pesquisa. Naquele mês, o nível empregatício caiu 2,14%. Para lideranças empresariais da região e analistas, o mau resultado foi além do normal para o mês – historicamente, as demissões em dezembro são praticamente certas – e pode ser um alerta por indicar uma má perspectiva para o segmento em 2006.

A retração no mês passado foi o segundo consecutivo do ano, indicou a pesquisa. Antes disso, o recuo aconteceu em novembro e foi de 0,35% com o corte de 7.664 vagas.

Descontado o corte brutal ocorrido em dezembro, o saldo dos outros meses de 2005 foi de 48.419 postos de trabalho criados.

O saldo foi positivo, mas só o resultado de dezembro representou baixa de 48,62% no volume de empregos de um mês para o outro. De janeiro a novembro, as indústrias paulistas acumulavam a geração de 94.236 novos empregos.

 


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Emprego também caiu no Estado

Eric Fujita
Do Diário do Grande ABC

27/01/2006 | 08:21


As indústrias de transformação do Estado de São Paulo tiveram, em dezembro de 2005, o pior resultado mensal da história na geração de empregos – nunca o fechamento de vagas foi tão grande nos cinco anos da pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Resultado semelhante também foi apontado pelo Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

O levantamento apontou a perda de 45.818 vagas no setor, o que representa recuo de 2,16% (sem ajuste sazonal) em relação a novembro de 2005. Por outro lado, no acumulado de 2005, o resultado até que foi razoável, com elevação de 2,4% na comparação com o ano anterior, registrando a criação de 48.419 postos de trabalho.

Os números fazem parte do estudo Nível de Emprego da Fiesp e, apesar de esperado pela entidade, o desempenho negativo superou o registrado em 2003, até então o recuo mais acentuado constatado pela pesquisa. Naquele mês, o nível empregatício caiu 2,14%. Para lideranças empresariais da região e analistas, o mau resultado foi além do normal para o mês – historicamente, as demissões em dezembro são praticamente certas – e pode ser um alerta por indicar uma má perspectiva para o segmento em 2006.

A retração no mês passado foi o segundo consecutivo do ano, indicou a pesquisa. Antes disso, o recuo aconteceu em novembro e foi de 0,35% com o corte de 7.664 vagas.

Descontado o corte brutal ocorrido em dezembro, o saldo dos outros meses de 2005 foi de 48.419 postos de trabalho criados.

O saldo foi positivo, mas só o resultado de dezembro representou baixa de 48,62% no volume de empregos de um mês para o outro. De janeiro a novembro, as indústrias paulistas acumulavam a geração de 94.236 novos empregos.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;