Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chefão da máfia russa é detido no Paraguai


da AFP

27/03/2006 | 18:30


Um dos chefões da máfia russa foi detido hoje no Paraguai. Gregory Lerner, de 55 anos, era procurado pela Interpol e já havia sido condenado por diversos crimes financeiros e casos de corrupção em Israel. Lerner, que viajava com passaporte falso, foi preso com outro russo, Serguei Smolientsky, também procurado pela Interpol.

Além de documentos falsos, os policiais encontraram com os dois homens mais de um milhão de euros e 118.000 dólares, informou um magistrado do Ministério Público de Assunção, Arnaldo Giuzzio.

Segundo o Jerusalem Post, Gregory Lerner, que foi para Israel em 1990, fugiu do país em março passado depois de ter sido condenado em fevereiro por crimes de fraude e de lavagem de dinheiro. Em 1998, ele havia sido condenado por um tribunal de Jerusalém a seis anos de prisão por diversos delitos financeiros e tentativas de corrupção de políticos israelenses.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chefão da máfia russa é detido no Paraguai

da AFP

27/03/2006 | 18:30


Um dos chefões da máfia russa foi detido hoje no Paraguai. Gregory Lerner, de 55 anos, era procurado pela Interpol e já havia sido condenado por diversos crimes financeiros e casos de corrupção em Israel. Lerner, que viajava com passaporte falso, foi preso com outro russo, Serguei Smolientsky, também procurado pela Interpol.

Além de documentos falsos, os policiais encontraram com os dois homens mais de um milhão de euros e 118.000 dólares, informou um magistrado do Ministério Público de Assunção, Arnaldo Giuzzio.

Segundo o Jerusalem Post, Gregory Lerner, que foi para Israel em 1990, fugiu do país em março passado depois de ter sido condenado em fevereiro por crimes de fraude e de lavagem de dinheiro. Em 1998, ele havia sido condenado por um tribunal de Jerusalém a seis anos de prisão por diversos delitos financeiros e tentativas de corrupção de políticos israelenses.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;