Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Aspirina é eficaz para evitar surdez provocada por antibiótico


Da AFP

27/04/2006 | 00:11


A aspirina apresentou resultados promissores para evitar a perda irreversível de audição causada por uma categoria de antibiótico mais barato comumente utilizado desde os anos 60 para tratar de infecções severas, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira nos Estados Unidos

Esses antibióticos, chamados aminoglicosídios, também são tratamentos comuns para combater a tuberculose e as antibactérias a título profilático nos indivíduos que sofrem de mucoviscidose, uma doença hereditária.

O problema é que estes antibióticos, muito eficazes contra muitas infecções, provocam perdas irreversíveis de audição, explicaram os pesquisadores do Instituto Kresge de Pesquisa sobre a Audição da Universidade de Michigan (norte) e seus colegas chineses da Universidade Médico-Militar em Xi'an, na China, cujos trabalhos aparecem no New England Journal of Medicine datado de 27 de abril.

O teste clínico foi realizado em 195 doentes na China tratados com doses intravenosas de 80 a 160 miligramas de gentamicina, um tipo de aminoglicosídio, duas vezes ao dia, durante uma semana. Deste grupo, 89 pacientes também tomaram aspirina, enquanto 106 tomaram um placebo.

Os resultados foram "espetaculares", comemoraram os cientistas.

A incidência de perda de audição no grupo tratado com um placebo foi de 13% contra apenas 3% nos que tomaram aspirina com antibiótico, ou seja, 75% de casos a menos.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aspirina é eficaz para evitar surdez provocada por antibiótico

Da AFP

27/04/2006 | 00:11


A aspirina apresentou resultados promissores para evitar a perda irreversível de audição causada por uma categoria de antibiótico mais barato comumente utilizado desde os anos 60 para tratar de infecções severas, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira nos Estados Unidos

Esses antibióticos, chamados aminoglicosídios, também são tratamentos comuns para combater a tuberculose e as antibactérias a título profilático nos indivíduos que sofrem de mucoviscidose, uma doença hereditária.

O problema é que estes antibióticos, muito eficazes contra muitas infecções, provocam perdas irreversíveis de audição, explicaram os pesquisadores do Instituto Kresge de Pesquisa sobre a Audição da Universidade de Michigan (norte) e seus colegas chineses da Universidade Médico-Militar em Xi'an, na China, cujos trabalhos aparecem no New England Journal of Medicine datado de 27 de abril.

O teste clínico foi realizado em 195 doentes na China tratados com doses intravenosas de 80 a 160 miligramas de gentamicina, um tipo de aminoglicosídio, duas vezes ao dia, durante uma semana. Deste grupo, 89 pacientes também tomaram aspirina, enquanto 106 tomaram um placebo.

Os resultados foram "espetaculares", comemoraram os cientistas.

A incidência de perda de audição no grupo tratado com um placebo foi de 13% contra apenas 3% nos que tomaram aspirina com antibiótico, ou seja, 75% de casos a menos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;