Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Campos Machado cobra de Lauro Michels manutenção de Silvana

Vice-prefeita sairia da Assistência Social para Limpeza Urbana; para cacique do PTB, troca seria ‘injustiça’


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


O presidente paulista do PTB, deputado estadual Campos Machado, cobrou do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), a manutenção da vice Silvana Guarnieri (PTB) na Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

Silvana estaria de saída da Pasta para coordenar do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), setor vinculado à Secretaria de Obras do município.

“Não quero acreditar que o prefeito Lauro Michels, a quem o PTB sempre esteve junto, cometerá uma injustiça dessa. Sou solidário à nossa vice-prefeita e secretária de Assistência Social, que tem feito um excelente trabalho na Prefeitura de Diadema. Custo a crer que o prefeito esteja pensando na saída da Silvana. Mas vamos aguardar”, disse o petebista, mostrando incredulidade com a especulação.

A mudança de Silvana é defendida pelo alto escalão da administração diademense porque a petebista trabalharia num setor de sua especialidade. Ela é engenheira ambiental de formação e atuou na área durante o governo de José Augusto da Silva Ramos (PSDB, hoje secretário municipal de Saúde), entre 1989 e 1992, implementando o projeto embrionário do coleta seletiva.

No PTB paulista, porém, a troca é considerada rebaixamento de importância de Silvana, porque ela teria de reportar a um secretário – no caso, Márcio da Farmácia (PV), titular de Obras. Muitos questionam a mudança, alegando que Silvana aceitou ser vice de Lauro numa condição em que poucos apostavam na vitória do verde sobre Mário Reali (PT), então prefeito e herdeiro das gestões petistas de três décadas no município.

A alteração de Silvana deve se confirmar no ano que vem, quando Lauro vai efetivar reforma administrativa em seu governo. Haverá fusão e separação de Pastas e trocas de secretários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campos Machado cobra de Lauro Michels manutenção de Silvana

Vice-prefeita sairia da Assistência Social para Limpeza Urbana; para cacique do PTB, troca seria ‘injustiça’

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

19/10/2013 | 07:00


O presidente paulista do PTB, deputado estadual Campos Machado, cobrou do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), a manutenção da vice Silvana Guarnieri (PTB) na Secretaria de Assistência Social e Cidadania.

Silvana estaria de saída da Pasta para coordenar do DLU (Departamento de Limpeza Urbana), setor vinculado à Secretaria de Obras do município.

“Não quero acreditar que o prefeito Lauro Michels, a quem o PTB sempre esteve junto, cometerá uma injustiça dessa. Sou solidário à nossa vice-prefeita e secretária de Assistência Social, que tem feito um excelente trabalho na Prefeitura de Diadema. Custo a crer que o prefeito esteja pensando na saída da Silvana. Mas vamos aguardar”, disse o petebista, mostrando incredulidade com a especulação.

A mudança de Silvana é defendida pelo alto escalão da administração diademense porque a petebista trabalharia num setor de sua especialidade. Ela é engenheira ambiental de formação e atuou na área durante o governo de José Augusto da Silva Ramos (PSDB, hoje secretário municipal de Saúde), entre 1989 e 1992, implementando o projeto embrionário do coleta seletiva.

No PTB paulista, porém, a troca é considerada rebaixamento de importância de Silvana, porque ela teria de reportar a um secretário – no caso, Márcio da Farmácia (PV), titular de Obras. Muitos questionam a mudança, alegando que Silvana aceitou ser vice de Lauro numa condição em que poucos apostavam na vitória do verde sobre Mário Reali (PT), então prefeito e herdeiro das gestões petistas de três décadas no município.

A alteração de Silvana deve se confirmar no ano que vem, quando Lauro vai efetivar reforma administrativa em seu governo. Haverá fusão e separação de Pastas e trocas de secretários.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;