Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula nomeia comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

21/02/2007 | 20:48


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira o decreto que nomeia os três novos comandantes das Forças Armadas: o almirante Júlio Soares de Moura Neto, da Marinha, o brigadeiro-do-ar Juniti Saito, da Aeronáutica, e o general Enzo Martins Peri, do Exército.

O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa, Waldir Pires, após reunião com o presidente. O ministro estava acompanhado dos três atuais comandantes: almirante Roberto Guimarães Carvalho, da Marinha, general Francisco Albuquerque, do Exército, e o brigadeiro Luiz Carlos Bueno, da Aeronáutica.   

O critério de escolha, segundo o ministério da Defesa e a presidência da República, foi o de antigüidade, ou seja, os militares mais antigos das maiores patentes foram nomeados comandantes.

“O presidente esteve absolutamente dedicado a agradecer aos comandantes que estão saindo, à colaboração que prestaram, a agradecer o trabalho que realizaram e desejar aos novos comandantes êxito e sucesso, para que nós tenhamos Forças Armadas cada vez mais fortalecidas”, disse o ministro ao apresentar os novos nomes.

A posse do brigadeiro Juniti Saito, no Comando da Aeronáutica, está marcada para o dia 28. A de Moura Neto, no da Marinha, para o dia 1º de março. A do general Peri, no Comando do Exército, deve ser confirmada para o dia 8 ou 9 de março.

Histórico -  O almirante Júlio Soares de Moura Neto, 63 anos, começou sua carreira na Marinha em 1964. Ocupou os postos de primeiro e segundo tenente, capitão-tenente, capitão-de-corveta, capitão-de-fragrata, capitão-de-mar-e-guerra, contra-almirante e vice-almirante. Tornou-se almirante-de-esquadra em 2003.

Assumiu diversas funções, entre elas a de secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, e comandou o 6º Distrito Naval e a 1ª Divisão da Esquadra. Foi ainda chefe do Estado Maior do Comando de Operações Navais, diretor de Hidrografia e Navegação, diretor-geral de Pessoal da Marinha, titular do Comando de Operações Navais e diretor geral de Navegação. Atualmente, é chefe do Estado Maior da Armada.

Moura Neto recebeu diversas condecorações, como a de Ordem de Mérito da Defesa (grau de Grande-Oficial), Ordem do Mérito Naval (grau de Grã-Cruz), Ordem do Mérito Aeronáutico (grau de Grande-Oficial), Ordem do Mérito das Forças Armadas (grau de Comendador), Ordem de Rio Branco (grau de Comendador) e Ordem do Mérito Judiciário Militar (grau de Alta Distinção).

Já o novo comandante da Aeronáutica, brigadeiro-do-ar Juniti Saito, 64 anos, começou sua carreira em 1965. Passou pelos postos de 1º e 2º tenente, capitão, major, tenente-coronel, coronel e, desde março de 2003, tenente-brigadeiro-do-ar. Assumiu o posto de assessor técnico e instrutor de vôo da Força Aérea em Assunção (Paraguai), foi instrutor da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica e adido aeronáutico da Embaixada do Brasil na Inglaterra. Já foi titular do 2º e do 5º Comando Aéreo Regional e comandante-geral de Apoio e de Operações Aéreas.

Juniti Saito possui seis mil horas de vôo no currículo e recebeu condecorações como Ordem do Mérito Naval (grau Grande Oficial), Ordem do Mérito Militar (grau Grande Oficial), Ordem do Mérito das Forças Armadas (grau Comendador), entre outras.

O novo comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, 65 anos, por sua vez, começou sua carreira em 1960 e cursou as Escolas de Aperfeiçoamento de Oficiais e de Comando e Estado-Maior do Exército. Possui, ainda, o curso de Engenheiro de Fortificação e Construção, do Instituto Militar de Engenharia.

Ocupou as funções de instrutor da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, comandante da 9ª Companhia de Engenharia de Combate (Escola), chefe de Seção do Estado-Maior Geral do 1º Grupamento de Engenharia de Construção, adjunto do Gabinete do Ministro do Exército e da Missão Militar Brasileira de Instrução no Paraguai. Em 1995 assumiu o posto de general-de-brigada combatente. Desde 2003 é general de exército combatente e chefe do Departamento de Engenharia e Construção.

Entre as medalhas que o general recebeu estão a da Ordem do Mérito da Defesa, Ordem do Mérito Mauá, Ordem do Mérito Judiciário, Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito Aeronáutico e Ordem do Mérito Naval.

','') -->


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula nomeia comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

21/02/2007 | 20:48


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira o decreto que nomeia os três novos comandantes das Forças Armadas: o almirante Júlio Soares de Moura Neto, da Marinha, o brigadeiro-do-ar Juniti Saito, da Aeronáutica, e o general Enzo Martins Peri, do Exército.

O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa, Waldir Pires, após reunião com o presidente. O ministro estava acompanhado dos três atuais comandantes: almirante Roberto Guimarães Carvalho, da Marinha, general Francisco Albuquerque, do Exército, e o brigadeiro Luiz Carlos Bueno, da Aeronáutica.   

O critério de escolha, segundo o ministério da Defesa e a presidência da República, foi o de antigüidade, ou seja, os militares mais antigos das maiores patentes foram nomeados comandantes.

“O presidente esteve absolutamente dedicado a agradecer aos comandantes que estão saindo, à colaboração que prestaram, a agradecer o trabalho que realizaram e desejar aos novos comandantes êxito e sucesso, para que nós tenhamos Forças Armadas cada vez mais fortalecidas”, disse o ministro ao apresentar os novos nomes.

A posse do brigadeiro Juniti Saito, no Comando da Aeronáutica, está marcada para o dia 28. A de Moura Neto, no da Marinha, para o dia 1º de março. A do general Peri, no Comando do Exército, deve ser confirmada para o dia 8 ou 9 de março.

Histórico -  O almirante Júlio Soares de Moura Neto, 63 anos, começou sua carreira na Marinha em 1964. Ocupou os postos de primeiro e segundo tenente, capitão-tenente, capitão-de-corveta, capitão-de-fragrata, capitão-de-mar-e-guerra, contra-almirante e vice-almirante. Tornou-se almirante-de-esquadra em 2003.

Assumiu diversas funções, entre elas a de secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, e comandou o 6º Distrito Naval e a 1ª Divisão da Esquadra. Foi ainda chefe do Estado Maior do Comando de Operações Navais, diretor de Hidrografia e Navegação, diretor-geral de Pessoal da Marinha, titular do Comando de Operações Navais e diretor geral de Navegação. Atualmente, é chefe do Estado Maior da Armada.

Moura Neto recebeu diversas condecorações, como a de Ordem de Mérito da Defesa (grau de Grande-Oficial), Ordem do Mérito Naval (grau de Grã-Cruz), Ordem do Mérito Aeronáutico (grau de Grande-Oficial), Ordem do Mérito das Forças Armadas (grau de Comendador), Ordem de Rio Branco (grau de Comendador) e Ordem do Mérito Judiciário Militar (grau de Alta Distinção).

Já o novo comandante da Aeronáutica, brigadeiro-do-ar Juniti Saito, 64 anos, começou sua carreira em 1965. Passou pelos postos de 1º e 2º tenente, capitão, major, tenente-coronel, coronel e, desde março de 2003, tenente-brigadeiro-do-ar. Assumiu o posto de assessor técnico e instrutor de vôo da Força Aérea em Assunção (Paraguai), foi instrutor da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica e adido aeronáutico da Embaixada do Brasil na Inglaterra. Já foi titular do 2º e do 5º Comando Aéreo Regional e comandante-geral de Apoio e de Operações Aéreas.

Juniti Saito possui seis mil horas de vôo no currículo e recebeu condecorações como Ordem do Mérito Naval (grau Grande Oficial), Ordem do Mérito Militar (grau Grande Oficial), Ordem do Mérito das Forças Armadas (grau Comendador), entre outras.

O novo comandante do Exército, general Enzo Martins Peri, 65 anos, por sua vez, começou sua carreira em 1960 e cursou as Escolas de Aperfeiçoamento de Oficiais e de Comando e Estado-Maior do Exército. Possui, ainda, o curso de Engenheiro de Fortificação e Construção, do Instituto Militar de Engenharia.

Ocupou as funções de instrutor da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, comandante da 9ª Companhia de Engenharia de Combate (Escola), chefe de Seção do Estado-Maior Geral do 1º Grupamento de Engenharia de Construção, adjunto do Gabinete do Ministro do Exército e da Missão Militar Brasileira de Instrução no Paraguai. Em 1995 assumiu o posto de general-de-brigada combatente. Desde 2003 é general de exército combatente e chefe do Departamento de Engenharia e Construção.

Entre as medalhas que o general recebeu estão a da Ordem do Mérito da Defesa, Ordem do Mérito Mauá, Ordem do Mérito Judiciário, Ordem do Mérito Militar, Ordem do Mérito Aeronáutico e Ordem do Mérito Naval.

','') -->

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;