Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Princesa teen revive clássico na atualidade

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Música, brigas e renovação do amor fazem parte do pacote do filme ‘Cinderela Pop’


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

24/02/2019 | 07:32


O amor não tem demonstrado bons frutos para Cintia Dorella. A jovem vê os pais se separarem por conta de traição, acompanha os conflitos do namoro da tia e não consegue entender como a melhor amiga ainda gosta do menino que a esnoba o tempo todo. Desiludida quanto a assuntos românticos, ela sonha em produzir canções quando sair do colégio e acha brega composições que exaltam elementos amorosos. 

Parece que o universo tenta lhe dar espécie de lição positiva sobre o tema por meio da história de Cinderela Pop, nova produção infantojuvenil nacional pronta para ganhar espaço na programação dos cinemas a partir de quinta-feira. No longa-metragem do diretor Bruno Garotti (também responsável por Eu Fico Loko e Tudo Por Um Pop Star), a famosa história da personagem literária que aparece no título ganha aspectos ‘moderninhos’ e se passa no Brasil, movimenta a vida de alunos de um colégio e tem muita música envolvida.

Cintia (papel de Maisa Silva) vive com a tia enquanto a mãe viaja a trabalho para o Japão. Ela consegue alguns trabalhos comandando a trilha sonora de festas diversas – de celebrações em asilo até baladas disputadas –, com uma confusão de seu nome fazendo com que passe a ser chamada de DJ Cinderela. É em um desses compromissos que ela conhece Fredy Prince (Filipe Bragança), por quem começa a sentir algo de diferente. 

Claro que o caminho da jovem para sua indesejada redescoberta do amor não seria tão fácil. Tem que lidar com a megera madrasta, as azedas meia-irmãs – incluindo uma disposta a tudo para ficar com seu pretendente – e o pai que não acredita nas coisas que conta. O público deve conferir o filme esperando que as máscaras de todos caiam para que a verdade venha à tona e resolva as confusões.

Diferentemente de outras versões com a personagem, Cinderela Pop tem abordagem teen sobre os fatos e parte da graça da história é desvendar onde estão as referências ao clássico conto.

Maisa ganha primeira protagonista da carreira

O mundo dos cinemas não é novidade para Maisa Silva. Aos 16 anos e natural de São Bernardo, a atriz já conta com três filmes no currículo, incluindo as duas aventuras de Carrossel e Tudo Por Um Popstar (2018). O número deve aumentar com a estreia de Ela Disse, Ele Disse, programada para outubro. Cinderela Pop marca sua primeira protagonista solo.

“Foi bem diferente. Estava bem nervosa no começo. Tive aulas de piano para ter noção, fiz curso de DJ para conhecer melhor esse trabalho e passei por várias atividades para entrar no universo da personagem. De apoio, tinha tudo no livro”, explica.

Além da oportunidade especial de comandar uma produção para as telonas, a atriz confessou que o projeto é marcante na carreira por conta de sua admiração quanto ao livro que inspirou o longa-metragem. “O convite foi meio maluco porque eu meio que me ofereci para fazer o papel. As oportunidades estão aí e não podemos perder chances”, comenta a adolescente. “Durante as gravações de Tudo Por Um Popstar, em 2017, me perguntaram se eu conhecia o livro e eu amo essa versão. Fiz um vídeo rápido para a Paula Pimenta (autora), me apresentando e me empurrando mesmo para fazer o filme.”

Entre brincadeiras, Maisa revela que deseja seguir trabalhando como a personagem Hannah Montana, do seriado norte-americano de mesmo nome, fazendo trabalhos no meio do entretenimento e buscando ter vida o mais normal possível longe das câmeras. “Me inspira contar histórias para as pessoas. Quero passar coisas legais e servir de exemplo para o público.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Princesa teen revive clássico na atualidade

Música, brigas e renovação do amor fazem parte do pacote do filme ‘Cinderela Pop’

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

24/02/2019 | 07:32


O amor não tem demonstrado bons frutos para Cintia Dorella. A jovem vê os pais se separarem por conta de traição, acompanha os conflitos do namoro da tia e não consegue entender como a melhor amiga ainda gosta do menino que a esnoba o tempo todo. Desiludida quanto a assuntos românticos, ela sonha em produzir canções quando sair do colégio e acha brega composições que exaltam elementos amorosos. 

Parece que o universo tenta lhe dar espécie de lição positiva sobre o tema por meio da história de Cinderela Pop, nova produção infantojuvenil nacional pronta para ganhar espaço na programação dos cinemas a partir de quinta-feira. No longa-metragem do diretor Bruno Garotti (também responsável por Eu Fico Loko e Tudo Por Um Pop Star), a famosa história da personagem literária que aparece no título ganha aspectos ‘moderninhos’ e se passa no Brasil, movimenta a vida de alunos de um colégio e tem muita música envolvida.

Cintia (papel de Maisa Silva) vive com a tia enquanto a mãe viaja a trabalho para o Japão. Ela consegue alguns trabalhos comandando a trilha sonora de festas diversas – de celebrações em asilo até baladas disputadas –, com uma confusão de seu nome fazendo com que passe a ser chamada de DJ Cinderela. É em um desses compromissos que ela conhece Fredy Prince (Filipe Bragança), por quem começa a sentir algo de diferente. 

Claro que o caminho da jovem para sua indesejada redescoberta do amor não seria tão fácil. Tem que lidar com a megera madrasta, as azedas meia-irmãs – incluindo uma disposta a tudo para ficar com seu pretendente – e o pai que não acredita nas coisas que conta. O público deve conferir o filme esperando que as máscaras de todos caiam para que a verdade venha à tona e resolva as confusões.

Diferentemente de outras versões com a personagem, Cinderela Pop tem abordagem teen sobre os fatos e parte da graça da história é desvendar onde estão as referências ao clássico conto.

Maisa ganha primeira protagonista da carreira

O mundo dos cinemas não é novidade para Maisa Silva. Aos 16 anos e natural de São Bernardo, a atriz já conta com três filmes no currículo, incluindo as duas aventuras de Carrossel e Tudo Por Um Popstar (2018). O número deve aumentar com a estreia de Ela Disse, Ele Disse, programada para outubro. Cinderela Pop marca sua primeira protagonista solo.

“Foi bem diferente. Estava bem nervosa no começo. Tive aulas de piano para ter noção, fiz curso de DJ para conhecer melhor esse trabalho e passei por várias atividades para entrar no universo da personagem. De apoio, tinha tudo no livro”, explica.

Além da oportunidade especial de comandar uma produção para as telonas, a atriz confessou que o projeto é marcante na carreira por conta de sua admiração quanto ao livro que inspirou o longa-metragem. “O convite foi meio maluco porque eu meio que me ofereci para fazer o papel. As oportunidades estão aí e não podemos perder chances”, comenta a adolescente. “Durante as gravações de Tudo Por Um Popstar, em 2017, me perguntaram se eu conhecia o livro e eu amo essa versão. Fiz um vídeo rápido para a Paula Pimenta (autora), me apresentando e me empurrando mesmo para fazer o filme.”

Entre brincadeiras, Maisa revela que deseja seguir trabalhando como a personagem Hannah Montana, do seriado norte-americano de mesmo nome, fazendo trabalhos no meio do entretenimento e buscando ter vida o mais normal possível longe das câmeras. “Me inspira contar histórias para as pessoas. Quero passar coisas legais e servir de exemplo para o público.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;