Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Oswaldo muda Corinthians para encerrar jejum e seguir na luta por vaga no G6

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


21/11/2016 | 07:00


Protagonistas de uma das maiores rivalidades interestaduais nos últimos anos, Corinthians e Internacional se enfrentam nesta segunda-feira, às 20 horas, no Itaquerão, com a missão de tentar salvar um planejamento de muitos erros e poucos acertos em 2016. A diferença entre as equipes está no objetivo: o dono da casa sonha com a classificação para a Libertadores e o outro quer se manter na Série A.

O fato é que os dois times fizeram pouco por merecer grandes feitos na temporada. O Corinthians, atual campeão nacional, desmanchou o time, gastou mais de R$ 50 milhões na montagem de um novo elenco, já teve quatro técnicos na temporada (Tite, Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira) e está com salário dos atletas atrasado. Para completar, briga com a construtora de seu estádio, o presidente Roberto de Andrade sofre pressão para deixar o cargo e neste domingo o clube colocou mais uma confusão em sua lista de problemas.

Oswaldo de Oliveira, por sua vez, mudou radicalmente a escalação do time. Balbuena e Vilson voltam de suspensão, Marlone e Cristian ganham nova chance e a novidade é a presença do lateral-esquerdo Uendel como meia. Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Lucca, todos suspensos, são os desfalques.

O Corinthians, por sua vez, buscará nesta segunda-feira encerrar um jejum de mais de um mês sem vitórias. Não vence uma partida desde 16 de outubro, quando bateu o agora rebaixado América-MG por 2 a 0, no Itaquerão, pela 31ª rodada do Brasileirão. De lá para cá, o time acumulou três empates (2 a 2 com o Flamengo, 1 a 1 com a Chapecoense e 1 a 1 com o Figueirense) e sofreu uma goleada por 4 a 0 para o São Paulo.

Mesmo fazendo quase tudo errado dentro e fora de campo, o Corinthians permanece, aos trancos e barrancos, vivo na luta pela classificação para a Libertadores. Depois de pegar o Inter nesta segunda-feira, a equipe alvinegra fechará a sua campanha em partidas contra Atlético-PR, no dia 26, no Itaquerão, e Cruzeiro, em 4 de dezembro, no Mineirão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oswaldo muda Corinthians para encerrar jejum e seguir na luta por vaga no G6


21/11/2016 | 07:00


Protagonistas de uma das maiores rivalidades interestaduais nos últimos anos, Corinthians e Internacional se enfrentam nesta segunda-feira, às 20 horas, no Itaquerão, com a missão de tentar salvar um planejamento de muitos erros e poucos acertos em 2016. A diferença entre as equipes está no objetivo: o dono da casa sonha com a classificação para a Libertadores e o outro quer se manter na Série A.

O fato é que os dois times fizeram pouco por merecer grandes feitos na temporada. O Corinthians, atual campeão nacional, desmanchou o time, gastou mais de R$ 50 milhões na montagem de um novo elenco, já teve quatro técnicos na temporada (Tite, Cristóvão Borges, Fábio Carille e Oswaldo de Oliveira) e está com salário dos atletas atrasado. Para completar, briga com a construtora de seu estádio, o presidente Roberto de Andrade sofre pressão para deixar o cargo e neste domingo o clube colocou mais uma confusão em sua lista de problemas.

Oswaldo de Oliveira, por sua vez, mudou radicalmente a escalação do time. Balbuena e Vilson voltam de suspensão, Marlone e Cristian ganham nova chance e a novidade é a presença do lateral-esquerdo Uendel como meia. Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Lucca, todos suspensos, são os desfalques.

O Corinthians, por sua vez, buscará nesta segunda-feira encerrar um jejum de mais de um mês sem vitórias. Não vence uma partida desde 16 de outubro, quando bateu o agora rebaixado América-MG por 2 a 0, no Itaquerão, pela 31ª rodada do Brasileirão. De lá para cá, o time acumulou três empates (2 a 2 com o Flamengo, 1 a 1 com a Chapecoense e 1 a 1 com o Figueirense) e sofreu uma goleada por 4 a 0 para o São Paulo.

Mesmo fazendo quase tudo errado dentro e fora de campo, o Corinthians permanece, aos trancos e barrancos, vivo na luta pela classificação para a Libertadores. Depois de pegar o Inter nesta segunda-feira, a equipe alvinegra fechará a sua campanha em partidas contra Atlético-PR, no dia 26, no Itaquerão, e Cruzeiro, em 4 de dezembro, no Mineirão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;