Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jairo Livolis garante que Santo André não sofrerá desmanche


Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

14/05/2005 | 15:33


O presidente do Santo André, Jairo Livolis, fez questão de dizer sexta-feira, após a eliminação da equipe na Copa Libertadores, que o clube não "está sendo leiloado nem mutilado". Segundo o dirigente, três jogadores deixaram o time e o restante a diretoria trabalha para manter, assim como vem buscando reforços para a equipe do técnico Sérgio Soares. Saíram o lateral-esquerdo Romerito, que foi para o Goiás, o meia Fumagalli, para o Fortaleza, e o volante Fernando, já que seu contrato terminou sexta-feira. Mesmo assim, Livolis ainda terá uma nova conversa com o atleta, mas acha difícil chegar em um acordo financeiro.

O dirigente desmentiu o desmanche do clube. Richarlyson, por exemplo, tem contrato até 2008 e só sai com o pagamento da multa de um milhão de euros. "É natural que surjam empresários de todos os lados e isso não vem acontecendo de hoje, mas desde o Paulista do ano passado. Um time de sucesso corre estes riscos, mas não vamos nos desfazer de ninguém", explica o presidente, lembrando que o mesmo vale para Ramalho e outros jogadores que têm contrato em vigor. O meia Rafinha é do São Paulo e permanece até 31 de dezembro.

O zagueiro Gabriel, do São Caetano, deveria voltar para o Azulão. Mas, segundo Livolis, em uma conversa com o presidente Nairo Ferreira de Souza, na semana passada, a permanência do jogador está garantida até o final do ano.

O capitão Dedimar é um dos maiores problemas. "Estamos negociando a reforma do contrato dele, que termina no fim do mês. As ofertas para sua saída são fortes, mas estamos tentando mostrar a ele que aqui vai ganhar menos dinheiro, mas vive um momento de sucesso", conta.

Reforços – Livolis garante que o Santo André está correndo atrás de um meia e um lateral-esquerdo. Mas tudo será feito com responsabilidade. "Vamos procurar trazer o mais rápido possível, mas tem de ser o jogador certo e isso às vezes demora, porque se investimos no atleta errado, aí o problema é grande".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jairo Livolis garante que Santo André não sofrerá desmanche

Analy Cristofani
Do Diário do Grande ABC

14/05/2005 | 15:33


O presidente do Santo André, Jairo Livolis, fez questão de dizer sexta-feira, após a eliminação da equipe na Copa Libertadores, que o clube não "está sendo leiloado nem mutilado". Segundo o dirigente, três jogadores deixaram o time e o restante a diretoria trabalha para manter, assim como vem buscando reforços para a equipe do técnico Sérgio Soares. Saíram o lateral-esquerdo Romerito, que foi para o Goiás, o meia Fumagalli, para o Fortaleza, e o volante Fernando, já que seu contrato terminou sexta-feira. Mesmo assim, Livolis ainda terá uma nova conversa com o atleta, mas acha difícil chegar em um acordo financeiro.

O dirigente desmentiu o desmanche do clube. Richarlyson, por exemplo, tem contrato até 2008 e só sai com o pagamento da multa de um milhão de euros. "É natural que surjam empresários de todos os lados e isso não vem acontecendo de hoje, mas desde o Paulista do ano passado. Um time de sucesso corre estes riscos, mas não vamos nos desfazer de ninguém", explica o presidente, lembrando que o mesmo vale para Ramalho e outros jogadores que têm contrato em vigor. O meia Rafinha é do São Paulo e permanece até 31 de dezembro.

O zagueiro Gabriel, do São Caetano, deveria voltar para o Azulão. Mas, segundo Livolis, em uma conversa com o presidente Nairo Ferreira de Souza, na semana passada, a permanência do jogador está garantida até o final do ano.

O capitão Dedimar é um dos maiores problemas. "Estamos negociando a reforma do contrato dele, que termina no fim do mês. As ofertas para sua saída são fortes, mas estamos tentando mostrar a ele que aqui vai ganhar menos dinheiro, mas vive um momento de sucesso", conta.

Reforços – Livolis garante que o Santo André está correndo atrás de um meia e um lateral-esquerdo. Mas tudo será feito com responsabilidade. "Vamos procurar trazer o mais rápido possível, mas tem de ser o jogador certo e isso às vezes demora, porque se investimos no atleta errado, aí o problema é grande".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;