Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Helena Fernandes se solta em A Diarista


Adriana Baffa
Da TV Press

05/05/2006 | 08:21


Helena Fernandes acha que fez personagens amargas e vilãs em excesso. Por isso está tão satisfeita com o gosto da gargalhada da personagem Ipanema na sua boca. Entrando no segundo ano no seriado A Diarista, a atriz conta que está se divertindo como nunca e percebendo uma grande receptividade do público, que se identifica com a personagem. “Ela é simples. E mesmo com toda dificuldade que tem na vida, está sempre feliz”, diz.

Casada há seis anos com o diretor José Alvarenga Jr., que está à frente da sitcom, ela diz que é ótimo trabalhar com o marido. “E ele é muito competente e sério trabalhando. E sabemos separar muito bem isso”, afirma.(da TV Press)

Raio X

Nome: Helena Maria Ferreira Fernandes.
Nascimento: 19 de outubro de 1968, no Rio de Janeiro.
Primeiro trabalho na TV: Na novela Quem é Você, de 1996, vivendo a taxista Nádia.
Sua atuação inesquecível: “Minha primeira protagonista, em Roda da Vida, da Record, em 2001. Foram os cinco meses mais cansativos e felizes da minha vida”.
Atuação inesquecível que viu: Fernanda Torres, como Vani, em Os Normais.
Um momento marcante: “Agora. Quando estou conquistando um novo público”.
O que gosta de assistir na TV: “Uma boa novela”.
O que nunca assistiria na TV: “Programas que usam dificuldades dos outros para ganhar ibope”.
O que falta na televisão: “Um bom programa infantil, mais educativo”.
Ator favorito: Stênio Garcia.
Atriz predileta: Glória Pires.
Com quem gostaria de contracenar: “Ah, Glória Pires, (risos)”.

Novela preferida: Vale Tudo, de Gilberto Braga.
Autor predileto: Manoel Carlos, Walcyr Carrasco e Carlos Lombardi.
Diretor favorito: “Preciso responder? José Alvarenga Jr.! (marido da atriz e diretor de A Diarista)”.
Cena inesquecível na TV: “O documentário Falcões - Meninos do Tráfico, de MV Bill e Celso Athayde. Fiquei chocada com algumas cenas. Me tirou o sono”.
Se não fosse atriz, o que seria: Psicóloga.
Humorista: Luiz Fernando Guimarães.
Melhor programa de humor: A Diarista.
Filme: Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornatore.
Livro de cabeceira: “Nesse momento, O Caçador de Pipas, de Khaled Housseini".
Mania: De arrumação.
Um medo: “De envelhecer sem saúde e não ver meus filhos crescerem".
Projeto para o futuro: “Voltar a viajar pelo mundo com meu marido”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Helena Fernandes se solta em A Diarista

Adriana Baffa
Da TV Press

05/05/2006 | 08:21


Helena Fernandes acha que fez personagens amargas e vilãs em excesso. Por isso está tão satisfeita com o gosto da gargalhada da personagem Ipanema na sua boca. Entrando no segundo ano no seriado A Diarista, a atriz conta que está se divertindo como nunca e percebendo uma grande receptividade do público, que se identifica com a personagem. “Ela é simples. E mesmo com toda dificuldade que tem na vida, está sempre feliz”, diz.

Casada há seis anos com o diretor José Alvarenga Jr., que está à frente da sitcom, ela diz que é ótimo trabalhar com o marido. “E ele é muito competente e sério trabalhando. E sabemos separar muito bem isso”, afirma.(da TV Press)

Raio X

Nome: Helena Maria Ferreira Fernandes.
Nascimento: 19 de outubro de 1968, no Rio de Janeiro.
Primeiro trabalho na TV: Na novela Quem é Você, de 1996, vivendo a taxista Nádia.
Sua atuação inesquecível: “Minha primeira protagonista, em Roda da Vida, da Record, em 2001. Foram os cinco meses mais cansativos e felizes da minha vida”.
Atuação inesquecível que viu: Fernanda Torres, como Vani, em Os Normais.
Um momento marcante: “Agora. Quando estou conquistando um novo público”.
O que gosta de assistir na TV: “Uma boa novela”.
O que nunca assistiria na TV: “Programas que usam dificuldades dos outros para ganhar ibope”.
O que falta na televisão: “Um bom programa infantil, mais educativo”.
Ator favorito: Stênio Garcia.
Atriz predileta: Glória Pires.
Com quem gostaria de contracenar: “Ah, Glória Pires, (risos)”.

Novela preferida: Vale Tudo, de Gilberto Braga.
Autor predileto: Manoel Carlos, Walcyr Carrasco e Carlos Lombardi.
Diretor favorito: “Preciso responder? José Alvarenga Jr.! (marido da atriz e diretor de A Diarista)”.
Cena inesquecível na TV: “O documentário Falcões - Meninos do Tráfico, de MV Bill e Celso Athayde. Fiquei chocada com algumas cenas. Me tirou o sono”.
Se não fosse atriz, o que seria: Psicóloga.
Humorista: Luiz Fernando Guimarães.
Melhor programa de humor: A Diarista.
Filme: Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornatore.
Livro de cabeceira: “Nesse momento, O Caçador de Pipas, de Khaled Housseini".
Mania: De arrumação.
Um medo: “De envelhecer sem saúde e não ver meus filhos crescerem".
Projeto para o futuro: “Voltar a viajar pelo mundo com meu marido”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;