Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Estudantes quebram produtos da Phillips durante protesto



18/08/2007 | 09:17


Estudantes organizaram uma manifestação contra os produtos da Phillips no Piauí. Eles quebraram vários aparelhos da marca em praça pública e pediram um boicote à empresa, em protesto às declarações do presidente da organização no Brasil, Paulo Zottolo, sobre o Estado.

Zottolo afirmou que “não se pode pensar que o País é um Piauí, no sentido de que tanto faz quanto tanto fez. Se o Piauí deixar de existir ninguém vai ficar chateado”.

O empresário pediu desculpas após as reações indignadas do governador do Estado, Wellington Dias (PT), e de outros políticos da região. Dias aceitou o pedido desde que o executivo se retratasse publicamente, o que foi feito ontem.

PROTESTO
O ato de repudio à Phillips aconteceu no centro de Teresina. Estudantes quebraram com pedaços de pau televisores, aparelhos de DVD e micro-sistems da marca, enquanto cantavam o hino do Piauí e mostravam a bandeira do Estado.

Para eles, Zottolo deveria conhecer o Estado e suas belezas naturais, seu povo e não dar declarações estapafúrdias como esta. A bandeira da União da Juventude Socialista, facção jovem do PCdoB, tremulava ao lado da bandeira do Piauí.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estudantes quebram produtos da Phillips durante protesto


18/08/2007 | 09:17


Estudantes organizaram uma manifestação contra os produtos da Phillips no Piauí. Eles quebraram vários aparelhos da marca em praça pública e pediram um boicote à empresa, em protesto às declarações do presidente da organização no Brasil, Paulo Zottolo, sobre o Estado.

Zottolo afirmou que “não se pode pensar que o País é um Piauí, no sentido de que tanto faz quanto tanto fez. Se o Piauí deixar de existir ninguém vai ficar chateado”.

O empresário pediu desculpas após as reações indignadas do governador do Estado, Wellington Dias (PT), e de outros políticos da região. Dias aceitou o pedido desde que o executivo se retratasse publicamente, o que foi feito ontem.

PROTESTO
O ato de repudio à Phillips aconteceu no centro de Teresina. Estudantes quebraram com pedaços de pau televisores, aparelhos de DVD e micro-sistems da marca, enquanto cantavam o hino do Piauí e mostravam a bandeira do Estado.

Para eles, Zottolo deveria conhecer o Estado e suas belezas naturais, seu povo e não dar declarações estapafúrdias como esta. A bandeira da União da Juventude Socialista, facção jovem do PCdoB, tremulava ao lado da bandeira do Piauí.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;