Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo alcança marca de 600 mortes pela Covid

Segunda com mais casos no Estado, cidade acumula 16.888 moradores contaminados


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

28/07/2020 | 00:01


Cidade com o maior número de mortes e casos de Covid-19 no Grande ABC, São Bernardo chegou ontem à expressiva marca de 600 óbitos causados pela doença. Nas últimas 24 horas, o município confirmou mais quatro perdas e 253 novos diagnósticos de pacientes infectados, chegando a 16.888 positivados, se mantendo como a segunda cidade com mais registros da doença, atrás apenas da Capital, com 207.933.

Os números de São Bernardo puxam a alta na região, que chegou a 1.678 mortes causadas pela doença. Ontem, Diadema registrou cinco baixas (330 no total), além de quatro em Mauá (190), duas em Santo André (369) e uma em São Caetano (122). Ribeirão Pires, com 51 no total e Rio Grande da Serra, com 16, não registraram novas perdas.

Em relação aos casos, já são 38.113 moradores do Grande ABC infectados. Além dos 16.888 de São Bernardo, somam-se à conta 10.648 de Santo André, 5.281 de Diadema, 2.513 de São Caetano, 1.784 de Mauá, 689 de Ribeirão Pires e 310 de Rio Grande da Serra. Em contrapartida, 19.580 já estão recuperados em todo o Grande ABC.

O Estado registrou aumento na média móvel de casos na semana passada – calculada a partir da soma dos casos semanais dividido pelo número de dias. Entre os dias 19 e 25 de julho (30ª semana epidemiológica), São Paulo contabilizou 67.454 casos, média de 9.636 por dia. Na semana anterior, entre os dias 12 e 18 de julho, foram registrados 41.137, média de 5.877 casos por dia. Ontem, foram acrescidas às contas do Estado 3.672 casos e 70 mortes, com total de 487.654 e 21.676 perdas.

O Brasil registrou 614 novas mortes elevando o total de óbitos a 87.618, segundo dados do Ministério da Saúde. Em relação aos casos, foram mais 23.284 infectados, com 2.442.375 no total.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo alcança marca de 600 mortes pela Covid

Segunda com mais casos no Estado, cidade acumula 16.888 moradores contaminados

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

28/07/2020 | 00:01


Cidade com o maior número de mortes e casos de Covid-19 no Grande ABC, São Bernardo chegou ontem à expressiva marca de 600 óbitos causados pela doença. Nas últimas 24 horas, o município confirmou mais quatro perdas e 253 novos diagnósticos de pacientes infectados, chegando a 16.888 positivados, se mantendo como a segunda cidade com mais registros da doença, atrás apenas da Capital, com 207.933.

Os números de São Bernardo puxam a alta na região, que chegou a 1.678 mortes causadas pela doença. Ontem, Diadema registrou cinco baixas (330 no total), além de quatro em Mauá (190), duas em Santo André (369) e uma em São Caetano (122). Ribeirão Pires, com 51 no total e Rio Grande da Serra, com 16, não registraram novas perdas.

Em relação aos casos, já são 38.113 moradores do Grande ABC infectados. Além dos 16.888 de São Bernardo, somam-se à conta 10.648 de Santo André, 5.281 de Diadema, 2.513 de São Caetano, 1.784 de Mauá, 689 de Ribeirão Pires e 310 de Rio Grande da Serra. Em contrapartida, 19.580 já estão recuperados em todo o Grande ABC.

O Estado registrou aumento na média móvel de casos na semana passada – calculada a partir da soma dos casos semanais dividido pelo número de dias. Entre os dias 19 e 25 de julho (30ª semana epidemiológica), São Paulo contabilizou 67.454 casos, média de 9.636 por dia. Na semana anterior, entre os dias 12 e 18 de julho, foram registrados 41.137, média de 5.877 casos por dia. Ontem, foram acrescidas às contas do Estado 3.672 casos e 70 mortes, com total de 487.654 e 21.676 perdas.

O Brasil registrou 614 novas mortes elevando o total de óbitos a 87.618, segundo dados do Ministério da Saúde. Em relação aos casos, foram mais 23.284 infectados, com 2.442.375 no total.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;