Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ministro russo diz que Haley está 'sedenta por sangue' da Coreia do Norte



02/12/2017 | 00:20


O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse hoje que a embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, tem uma postura "sedenta de sangue" em relação à Coreia do Norte, que pode piorar a situação consideravelmente.

A declaração de Lavrov em uma coletiva de imprensa em Roma com seu contraparte italiano, nesta sexta-feira, veio dois dias depois de Haley dizer que se uma guerra acontecer por causa dos testes de mísseis da Coreia do Norte, o país seria "totalmente destruído".

Agências de notícias russas disseram que Lavrov afirmou que "se alguém está ansioso para usar a força para varrer a Coreia do Norte, como a enviada dos EUA na ONU disse, isso seria uma tirada sedenta por sangue".

Lavrov também disse que tem "a impressão nos últimos dois meses de que tem alguém em Washington que quer provocar novas ações pela Coreia do Norte". Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministro russo diz que Haley está 'sedenta por sangue' da Coreia do Norte


02/12/2017 | 00:20


O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse hoje que a embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, tem uma postura "sedenta de sangue" em relação à Coreia do Norte, que pode piorar a situação consideravelmente.

A declaração de Lavrov em uma coletiva de imprensa em Roma com seu contraparte italiano, nesta sexta-feira, veio dois dias depois de Haley dizer que se uma guerra acontecer por causa dos testes de mísseis da Coreia do Norte, o país seria "totalmente destruído".

Agências de notícias russas disseram que Lavrov afirmou que "se alguém está ansioso para usar a força para varrer a Coreia do Norte, como a enviada dos EUA na ONU disse, isso seria uma tirada sedenta por sangue".

Lavrov também disse que tem "a impressão nos últimos dois meses de que tem alguém em Washington que quer provocar novas ações pela Coreia do Norte". Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;