Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

TRE reprova prestação de contas de Zé Antônio


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/06/2012 | 07:03


O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) reprovou a prestação de contas feita pelo vereador de Diadema José Antônio da Silva (PT), que em 2010 se candidatou a deputado estadual. A corte ainda aplicou multa de R$ 1.500 ao petista, que informou que recorrerá da decisão.

O tribunal questionou dois pontos da documentação encaminhada pelo vereador para quitar sua situação na Justiça Eleitoral. O primeiro foi a falta de recibo de um evento político feito no Centro Cultural Okinawa. O segundo se refere à ausência de notas fiscais de material de campanha confeccionado em conjunto com Devanir Ribeiro (PT), candidato a deputado federal e eleito com 127.952 votos.

A defesa de Zé Antônio tentou justificar a ausência de recibo no ato promovido no Centro Cultural Okinawa como doação de campanha. "O tribunal não acatou o fato de o Okinawa ter parte de sua estrutura como espaço público, com parceria com a Prefeitura de Diadema. Na visão deles (TRE), o Okinawa deveria ter alugado o espaço e emitido recibo de comprovação", alegou o petista.

Sobre o material de campanha ao lado de Devanir Ribeiro, o vereador afirmou que já solicitou ao deputado federal eleito que encaminhe as notas da peça publicitária. "Na época, não sabíamos que ele iria confeccionar esse material com a minha imagem. Soubemos agora, que o tribunal questionou. Estamos correndo atrás disso." 

ALENTO

A reprovação nas contas eleitorais de Zé Antônio poderia complicar o vereador, uma vez que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) havia publicado resolução que impedia a participação na eleição de político com débito pendente de 2010 na Justiça Eleitoral. Mas a Câmara dos Deputados, no mês passado, derrubou a determinação do TSE, anistiando candidatos com problemas eleitorais.

Ex-secretário de Educação na gestão do deputado federal José de Filippi Júnior (PT), Zé Antônio é cotado para ser vice do prefeito Mário Reali (PT) caso Gilson Menezes (PSB) não conquiste aval jurídico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

TRE reprova prestação de contas de Zé Antônio

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

09/06/2012 | 07:03


O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) reprovou a prestação de contas feita pelo vereador de Diadema José Antônio da Silva (PT), que em 2010 se candidatou a deputado estadual. A corte ainda aplicou multa de R$ 1.500 ao petista, que informou que recorrerá da decisão.

O tribunal questionou dois pontos da documentação encaminhada pelo vereador para quitar sua situação na Justiça Eleitoral. O primeiro foi a falta de recibo de um evento político feito no Centro Cultural Okinawa. O segundo se refere à ausência de notas fiscais de material de campanha confeccionado em conjunto com Devanir Ribeiro (PT), candidato a deputado federal e eleito com 127.952 votos.

A defesa de Zé Antônio tentou justificar a ausência de recibo no ato promovido no Centro Cultural Okinawa como doação de campanha. "O tribunal não acatou o fato de o Okinawa ter parte de sua estrutura como espaço público, com parceria com a Prefeitura de Diadema. Na visão deles (TRE), o Okinawa deveria ter alugado o espaço e emitido recibo de comprovação", alegou o petista.

Sobre o material de campanha ao lado de Devanir Ribeiro, o vereador afirmou que já solicitou ao deputado federal eleito que encaminhe as notas da peça publicitária. "Na época, não sabíamos que ele iria confeccionar esse material com a minha imagem. Soubemos agora, que o tribunal questionou. Estamos correndo atrás disso." 

ALENTO

A reprovação nas contas eleitorais de Zé Antônio poderia complicar o vereador, uma vez que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) havia publicado resolução que impedia a participação na eleição de político com débito pendente de 2010 na Justiça Eleitoral. Mas a Câmara dos Deputados, no mês passado, derrubou a determinação do TSE, anistiando candidatos com problemas eleitorais.

Ex-secretário de Educação na gestão do deputado federal José de Filippi Júnior (PT), Zé Antônio é cotado para ser vice do prefeito Mário Reali (PT) caso Gilson Menezes (PSB) não conquiste aval jurídico.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;