Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Mobile payment está chegando

O Brasil está em bom momento econômico e conseguindo diminuir...


Dgabc

21/11/2012 | 00:00


Artigo

O Brasil está em bom momento econômico e conseguindo diminuir as desigualdades sociais. Sabemos que ainda há muito para melhorar, mas podemos perceber que em alguns aspectos estamos no caminho certo. A tecnologia é um bom exemplo disso. Grande parte da população possui celular e acesso à internet. Acredito que investir em tecnologia é grande passo para obter bons resultados no futuro.

O Banco Central anunciou o projeto de implantação de sistema de pagamentos móveis recentemente. Espera-se que o projeto seja enviado para aprovação no Congresso ainda em 2012. Através deste sistema será possível pagar contas, fazer compras e realizar transferências bancárias. E o projeto também prevê que favorecidos pelo Bolsa Família e pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) recebam o benefício por este meio.

O objetivo é inserir no sistema financeiro pessoas que ainda não possuem conta em banco e também de baixa renda e que moram em locais afastados. Mas certamente todas as classes sociais serão beneficiadas, porque a redução de custos com operações bancárias é uma das prioridades do projeto.

O mobile payment já vem sendo estudado há algum tempo e agora está bem perto de se tornar realidade. Mas não é só o governo que deve discutir o tema, as empresas também precisam e devem se preparar para essa novidade. Assim como hoje as máquinas para pagamento com cartões de débito e crédito estão até nas feiras de bairro, em breve, o pagamento por meios móveis também será popular.

Essa forma de pagamento já é muito utilizada em outros países. Levantamento da Juniper Research mostra que o volume de transações globais por mobile payment deve ultrapassar US$ 1,3 trilhão até 2017. O estudo também aponta que a compra de bens físicos por meio de dispositivos móveis será responsável por 30% do varejo eletrônico nos próximos cinco anos.

Tudo está evoluindo com rapidez e as pessoas estão sempre interessadas no que há de novo e prontas para conhecer, aprovar (ou não) e tornarem a novidade parte da sua rotina. O mobile payment facilitará muito a vida das pessoas. Afinal, ninguém quer perder tempo na fila do banco ou da lotérica. Com certeza, esta nova forma de pagamento fará muito sucesso por aqui. A previsão é que isso entre em vigor em 2013. Vamos aguardar mais um pouco então.

João Moretti é diretor-geral da MobilePeople.

PALAVRA DO LEITOR

São Caetano

São Caetano está virando um caos. Dia 25, no período noturno, novamente caiu o teto no Hospital Maria Braido. Nesse mesmo dia, os pacientes ficaram sem tomar banho, pois não tinham roupas para troca. No Hospital São Caetano e posto de Saúde na Avenida Goiás há semanas não existem remédios. Fiquei sabendo que na Seais (Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social) o prefeito dará férias coletivas de 21 de dezembro a 2 de janeiro e que as cestas de dezembro e os famosos kits de Natal neste ano podem não chegar aos moradores. Aonde São Caetano vai parar? Espero que tudo isso se resolva e que as coisas possam melhorar até dia 31 de dezembro, quando o atual chefe do Executivo deixa o cargo.

Fernando Zucatelli, São Caetano

Eliza Samudio

Onde estará Eliza Samudio? Deus sabe. Entendo que ela está morta, porém, como não há corpo, logo não se comprova o feito. E sabem o que vai acontecer com o goleiro Bruno? Sem sombra de dúvidas será inocentado pela morte da mesma, pois sem corpo e sem comprovação provavelmente será condenado por sequestro, cárcere privado, mas, por homicídio, de verdade, acredito que não! Que Deus cuide do filho da vítima, que com tudo isso ficou sem a mãe para sempre.

Rosângela Caris, Mauá

Consciência Negra

Dia 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, é dia de refletir sobre a inserção dos negros na sociedade e sobre as lutas e bandeiras que temos ainda que defender. Entre elas estão as cotas. Tem muita gente que defende que acabemos com as cotas, pois seriam, de acordo com esses, inconstitucionais. O STF já julgou constitucionais, sim! Nossa sociedade começou desigual, com os negros sendo trazidos como escravos para construir esta Nação, e quando a escravidão foi abolida não houve política pública que desse destino à vida dos que foram jogados à própria sorte. O momento agora é de corrigir essas distorções sociais e avançarmos na igualdade de oferta de oportunidades. A chegada de Joaquim Barbosa à presidência do STF traz novos horizontes, mostra para os que não acreditavam que negros são tão capazes quanto brancos. As políticas reparatórias ou ações afirmativas vêm somente para corrigir as distorções que não foram enxergadas no momento da abolição e para integrar o negro na sociedade em posição de igualdade.

Gecimar Evangelista, Mauá

Dilma ao El País

Em entrevista ao jornal espanhol El País, Dilma fez questão de ressaltar o combate à corrupção no Brasil e o controle dos gastos públicos por parte do governo federal. Só se foi para espanhol ver, pois para nós, brasileiros, a realidade é bem diferente. Se não fosse a marcação cerrada feita pela mídia independente, e por boa parte da população brasileira, a corrupção, que ela diz ter sido combatida, permaneceria apenas como simples malfeitos, palavra cunhada por ela. Tampouco pode ressaltar o controle dos gastos públicos, com nosso dinheiro indo para o ralo, desperdiçado em obras inacabadas e cada vez mais caras, e com o aumento inacreditável do número de ministérios desde o governo Lula, criados apenas para abrigar companheiros e partidos da base governamental, como esse último e desnecessário Ministério da Micro e Pequena Empresa.

Ronaldo Gomes Ferraz, Rio de Janeiro

Israel e Palestina

Sem entrar no mérito das afirmações do embaixador da Palestina no Brasil, das quais discordo em sua maioria, posso assegurar que no momento exato que o Hamas retirar de seu estatuto a ideia de arrasar Israel (‘Israel existirá e continuará existindo até que o Islã o faça desaparecer') e reconhecer o direito de existir do Estado judeu, a paz definitiva será alcançada.

Luiz Nusbaum, Capital 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mobile payment está chegando

O Brasil está em bom momento econômico e conseguindo diminuir...

Dgabc

21/11/2012 | 00:00


Artigo

O Brasil está em bom momento econômico e conseguindo diminuir as desigualdades sociais. Sabemos que ainda há muito para melhorar, mas podemos perceber que em alguns aspectos estamos no caminho certo. A tecnologia é um bom exemplo disso. Grande parte da população possui celular e acesso à internet. Acredito que investir em tecnologia é grande passo para obter bons resultados no futuro.

O Banco Central anunciou o projeto de implantação de sistema de pagamentos móveis recentemente. Espera-se que o projeto seja enviado para aprovação no Congresso ainda em 2012. Através deste sistema será possível pagar contas, fazer compras e realizar transferências bancárias. E o projeto também prevê que favorecidos pelo Bolsa Família e pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) recebam o benefício por este meio.

O objetivo é inserir no sistema financeiro pessoas que ainda não possuem conta em banco e também de baixa renda e que moram em locais afastados. Mas certamente todas as classes sociais serão beneficiadas, porque a redução de custos com operações bancárias é uma das prioridades do projeto.

O mobile payment já vem sendo estudado há algum tempo e agora está bem perto de se tornar realidade. Mas não é só o governo que deve discutir o tema, as empresas também precisam e devem se preparar para essa novidade. Assim como hoje as máquinas para pagamento com cartões de débito e crédito estão até nas feiras de bairro, em breve, o pagamento por meios móveis também será popular.

Essa forma de pagamento já é muito utilizada em outros países. Levantamento da Juniper Research mostra que o volume de transações globais por mobile payment deve ultrapassar US$ 1,3 trilhão até 2017. O estudo também aponta que a compra de bens físicos por meio de dispositivos móveis será responsável por 30% do varejo eletrônico nos próximos cinco anos.

Tudo está evoluindo com rapidez e as pessoas estão sempre interessadas no que há de novo e prontas para conhecer, aprovar (ou não) e tornarem a novidade parte da sua rotina. O mobile payment facilitará muito a vida das pessoas. Afinal, ninguém quer perder tempo na fila do banco ou da lotérica. Com certeza, esta nova forma de pagamento fará muito sucesso por aqui. A previsão é que isso entre em vigor em 2013. Vamos aguardar mais um pouco então.

João Moretti é diretor-geral da MobilePeople.

PALAVRA DO LEITOR

São Caetano

São Caetano está virando um caos. Dia 25, no período noturno, novamente caiu o teto no Hospital Maria Braido. Nesse mesmo dia, os pacientes ficaram sem tomar banho, pois não tinham roupas para troca. No Hospital São Caetano e posto de Saúde na Avenida Goiás há semanas não existem remédios. Fiquei sabendo que na Seais (Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social) o prefeito dará férias coletivas de 21 de dezembro a 2 de janeiro e que as cestas de dezembro e os famosos kits de Natal neste ano podem não chegar aos moradores. Aonde São Caetano vai parar? Espero que tudo isso se resolva e que as coisas possam melhorar até dia 31 de dezembro, quando o atual chefe do Executivo deixa o cargo.

Fernando Zucatelli, São Caetano

Eliza Samudio

Onde estará Eliza Samudio? Deus sabe. Entendo que ela está morta, porém, como não há corpo, logo não se comprova o feito. E sabem o que vai acontecer com o goleiro Bruno? Sem sombra de dúvidas será inocentado pela morte da mesma, pois sem corpo e sem comprovação provavelmente será condenado por sequestro, cárcere privado, mas, por homicídio, de verdade, acredito que não! Que Deus cuide do filho da vítima, que com tudo isso ficou sem a mãe para sempre.

Rosângela Caris, Mauá

Consciência Negra

Dia 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, é dia de refletir sobre a inserção dos negros na sociedade e sobre as lutas e bandeiras que temos ainda que defender. Entre elas estão as cotas. Tem muita gente que defende que acabemos com as cotas, pois seriam, de acordo com esses, inconstitucionais. O STF já julgou constitucionais, sim! Nossa sociedade começou desigual, com os negros sendo trazidos como escravos para construir esta Nação, e quando a escravidão foi abolida não houve política pública que desse destino à vida dos que foram jogados à própria sorte. O momento agora é de corrigir essas distorções sociais e avançarmos na igualdade de oferta de oportunidades. A chegada de Joaquim Barbosa à presidência do STF traz novos horizontes, mostra para os que não acreditavam que negros são tão capazes quanto brancos. As políticas reparatórias ou ações afirmativas vêm somente para corrigir as distorções que não foram enxergadas no momento da abolição e para integrar o negro na sociedade em posição de igualdade.

Gecimar Evangelista, Mauá

Dilma ao El País

Em entrevista ao jornal espanhol El País, Dilma fez questão de ressaltar o combate à corrupção no Brasil e o controle dos gastos públicos por parte do governo federal. Só se foi para espanhol ver, pois para nós, brasileiros, a realidade é bem diferente. Se não fosse a marcação cerrada feita pela mídia independente, e por boa parte da população brasileira, a corrupção, que ela diz ter sido combatida, permaneceria apenas como simples malfeitos, palavra cunhada por ela. Tampouco pode ressaltar o controle dos gastos públicos, com nosso dinheiro indo para o ralo, desperdiçado em obras inacabadas e cada vez mais caras, e com o aumento inacreditável do número de ministérios desde o governo Lula, criados apenas para abrigar companheiros e partidos da base governamental, como esse último e desnecessário Ministério da Micro e Pequena Empresa.

Ronaldo Gomes Ferraz, Rio de Janeiro

Israel e Palestina

Sem entrar no mérito das afirmações do embaixador da Palestina no Brasil, das quais discordo em sua maioria, posso assegurar que no momento exato que o Hamas retirar de seu estatuto a ideia de arrasar Israel (‘Israel existirá e continuará existindo até que o Islã o faça desaparecer') e reconhecer o direito de existir do Estado judeu, a paz definitiva será alcançada.

Luiz Nusbaum, Capital 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;