Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Piloto de Mauá fica em segundo lugar na abertura do Brasileiro


Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

13/03/2006 | 08:14


A disputa foi acirrada, com os dois pilotos lado a lado na linha de chegada. Mas quem levou a melhor na categoria Superbike da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade foi o paulista Pablo Henrique Martins, que arrancou aplausos da torcida ao ultrapassar o mauaense Gilson Scudeler no último instante da prova, disputada neste domingo à tarde no Autódromo Municipal José Carlos Pace, em Interlagos. A diferença que definiu o título da mais nova categoria da competição foi de apenas dois milésimos de segundo. O terceiro lugar na prova ficou com Pierre Chofard, que largou em quinto.

"Foi uma briga intensa durante toda a corrida", reconheceu Scudeler, que faturou os quatro títulos da categoria Supersport entre os anos de 2002 e 2005. "Eu controlei a corrida toda. Quando faltavam umas oito voltas para o final, assumi a liderança e diminuí o ritmo para poupar os pneus. Na última volta, quando entramos na reta dos boxes, o Pablo forçou um pouquinho e passou", lamenta o piloto de Mauá.

Segundo Scudeler, a redução do ritmo nas voltas finais deveu-se à necessidade de avaliar a durabilidade dos pneus Michelin e à expectativa de formar com Pierre Chofard uma dobradinha do Team Scud Petrobras. "Eu queria que nós dois cruzássemos a linha de chegada juntos, mas acabou não dando", admitiu.

Para a equipe Petrobras, a prova de Interlagos foi satisfatória, pois os quatro pilotos da escuderia subiram ao pódio. Na categoria Supersport, Bruno Corano e Danilo Andric chegaram, respectivamente, em terceiro e quarto lugares. O ouro ficou com Philipe Thiriet. "Foi um dia positivo para a equipe. A vitória não veio, mas o importante foi começar o campeonato mostrando potencial", avaliou Scudeler.

Na prova das 125cc, o título foi de Murilo Ribeiro. Ana Lima estreou com vitória nas 250cc. E nas 500cc, o vencedor foi Alecsandre Brieda. A segunda etapa da competição será dia 7 de maio, no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Piloto de Mauá fica em segundo lugar na abertura do Brasileiro

Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

13/03/2006 | 08:14


A disputa foi acirrada, com os dois pilotos lado a lado na linha de chegada. Mas quem levou a melhor na categoria Superbike da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade foi o paulista Pablo Henrique Martins, que arrancou aplausos da torcida ao ultrapassar o mauaense Gilson Scudeler no último instante da prova, disputada neste domingo à tarde no Autódromo Municipal José Carlos Pace, em Interlagos. A diferença que definiu o título da mais nova categoria da competição foi de apenas dois milésimos de segundo. O terceiro lugar na prova ficou com Pierre Chofard, que largou em quinto.

"Foi uma briga intensa durante toda a corrida", reconheceu Scudeler, que faturou os quatro títulos da categoria Supersport entre os anos de 2002 e 2005. "Eu controlei a corrida toda. Quando faltavam umas oito voltas para o final, assumi a liderança e diminuí o ritmo para poupar os pneus. Na última volta, quando entramos na reta dos boxes, o Pablo forçou um pouquinho e passou", lamenta o piloto de Mauá.

Segundo Scudeler, a redução do ritmo nas voltas finais deveu-se à necessidade de avaliar a durabilidade dos pneus Michelin e à expectativa de formar com Pierre Chofard uma dobradinha do Team Scud Petrobras. "Eu queria que nós dois cruzássemos a linha de chegada juntos, mas acabou não dando", admitiu.

Para a equipe Petrobras, a prova de Interlagos foi satisfatória, pois os quatro pilotos da escuderia subiram ao pódio. Na categoria Supersport, Bruno Corano e Danilo Andric chegaram, respectivamente, em terceiro e quarto lugares. O ouro ficou com Philipe Thiriet. "Foi um dia positivo para a equipe. A vitória não veio, mas o importante foi começar o campeonato mostrando potencial", avaliou Scudeler.

Na prova das 125cc, o título foi de Murilo Ribeiro. Ana Lima estreou com vitória nas 250cc. E nas 500cc, o vencedor foi Alecsandre Brieda. A segunda etapa da competição será dia 7 de maio, no circuito gaúcho de Santa Cruz do Sul.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;