Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil não deve sofrer com desabastecimento de álcool em 2007


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/11/2006 | 14:21


O Brasil não deve sofrer problemas de abastecimento de álcool em 2007, apesar do crescimento do consumo. A avaliação é do superintendente de Abastecimento da ANP (Agência Nacional de Petróleo), Roberto Ardeghy, que participou nesta terça-feira de um debate sobre o tema.

Segundo Ardeghy, o país terá uma sobra de álcool de aproximadamente 4,5 bilhões de litros no próximo ano. Caso a ANP percebe indícios de desabastecimento, ela poderá restringir as exportações, visando o mercado interno. "Se estiver havendo muita exportação de álcool, em prejuízo ao mercado interno, o governo tem um mecanismo, já tradicional de comercio exterior, para controlar as vendas externas para evitar desabastecimento", explicou.

No final do ano passado, o país enfrentou uma crise de abastecimento de álcool durante a entressafra da cana-de-açúcar, em que houve elevação considerável nos preços do produto. Na ocasião, para aumentar os estoques do álcool, o Conselho Interministerial do Açúcar e Álcool (Cima), formado por quatro ministros, decidiu reduzir o percentual obrigatório de mistura do álcool na gasolina de 25% para 20%.

Agora, com o atual crescimento dos estoques de álcool, os ministros que compõem o conselho decidiram, atendendo a pedido do setor sucro-alcooleiro, elevar de 20% para 23% o percentual de mistura do álcool na gasolina. Essa medida, de acordo com os técnicos do conselho, vai incrementar o consumo em 306,9 milhões de litros.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil não deve sofrer com desabastecimento de álcool em 2007

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

14/11/2006 | 14:21


O Brasil não deve sofrer problemas de abastecimento de álcool em 2007, apesar do crescimento do consumo. A avaliação é do superintendente de Abastecimento da ANP (Agência Nacional de Petróleo), Roberto Ardeghy, que participou nesta terça-feira de um debate sobre o tema.

Segundo Ardeghy, o país terá uma sobra de álcool de aproximadamente 4,5 bilhões de litros no próximo ano. Caso a ANP percebe indícios de desabastecimento, ela poderá restringir as exportações, visando o mercado interno. "Se estiver havendo muita exportação de álcool, em prejuízo ao mercado interno, o governo tem um mecanismo, já tradicional de comercio exterior, para controlar as vendas externas para evitar desabastecimento", explicou.

No final do ano passado, o país enfrentou uma crise de abastecimento de álcool durante a entressafra da cana-de-açúcar, em que houve elevação considerável nos preços do produto. Na ocasião, para aumentar os estoques do álcool, o Conselho Interministerial do Açúcar e Álcool (Cima), formado por quatro ministros, decidiu reduzir o percentual obrigatório de mistura do álcool na gasolina de 25% para 20%.

Agora, com o atual crescimento dos estoques de álcool, os ministros que compõem o conselho decidiram, atendendo a pedido do setor sucro-alcooleiro, elevar de 20% para 23% o percentual de mistura do álcool na gasolina. Essa medida, de acordo com os técnicos do conselho, vai incrementar o consumo em 306,9 milhões de litros.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;