Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ermírio: reaquecimento da economia já está ocorrendo


Do Diário do Grande ABC

01/04/1999 | 14:25


O superintendente do Grupo Votorantim, Antonio Ermírio de Moraes, na análise que fez nesta quinta-feira da economia nacional, disse que "já há sinais evidentes de reaquecimento da economia". Segundo ele, isto ocorre em vários segmentos industriais, que agora se desdobram tanto para exportar como para manter o mercado interno abastecido. "Tenho até medo de dizer que a economia está se reaquecendo, porque senao algum burocrata poderá pensar em elevar as taxas de juros, o que é um absurdo hoje", declarou o empresário.

Antonio Ermírio destacou que, com relaçao ao Grupo Votorantim, as vendas estao em boa evoluçao tanto na área de metais como na de cimento. Ele citou o caso do alumínio cuja venda no mercado interno está em ritmo crescente e as exportaçoes, com a desvalorizaçao cambial, também evoluem.

"Hoje 38% da produçao de alumínio é destinada diretamente para o mercado externo", diz Ermírio. "Chegamos em determinado momento da economia, quando Collor assumiu o governo a destinar 75% para o mercado externo. Internamente, havia uma queda de vendas. No ínicio do Plano Real, se vendia 50% para o exterior e 50% para o mercado interno. Depois houve uma queda, com a sobrevalorizaçao do real", explicou.

O empresário disse que, em conversa com o presidente Fernando Henrique Cardoso, transmitiu sua análise sobre a retomada do crescimento econômico que deverá se acentuar no segundo trimestre do ano. Ele também criticou o aumento da Taxa de Juros de Longo Prazo, que subiu de 12,84% ao ano para 13,48% ao ano. "Nao dá para entender, pois no momento o importante é a geraçao de empregos no país", afirma. "Precisamos reduzir os problemas sociais com mais empregos. Nao há outra saida. Aumentar a TJLP é afastar investimentos. Esta medida precisa ser revista".

Antonio Ermírio defendeu também a ampliaçao do programa de álcool no país, como forma de gerar mais emprego no campo. "Temos a produçao de álcool como um fator importante para a geraçao de empregos. Isso tem de ser preservado urgentemente". Ele salientou ainda que "é preciso que se encontre um meio termo no preço do gás da Bolívia, pois com a desvalorizaçao cambial, ele ficou alto. É uma commoditie. É preciso um mix de preço entre o que se paga pelo gás natural de Campos com o da Bolívia. E gradualmente, se chegaria ao preço internacional. Isto deve ser negociado, senao teremos problemas, pois a Petrobrás pagará pelo gás da Bolívia, mesmo que nao consiga vendê-lo. É o sistema take or pay".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ermírio: reaquecimento da economia já está ocorrendo

Do Diário do Grande ABC

01/04/1999 | 14:25


O superintendente do Grupo Votorantim, Antonio Ermírio de Moraes, na análise que fez nesta quinta-feira da economia nacional, disse que "já há sinais evidentes de reaquecimento da economia". Segundo ele, isto ocorre em vários segmentos industriais, que agora se desdobram tanto para exportar como para manter o mercado interno abastecido. "Tenho até medo de dizer que a economia está se reaquecendo, porque senao algum burocrata poderá pensar em elevar as taxas de juros, o que é um absurdo hoje", declarou o empresário.

Antonio Ermírio destacou que, com relaçao ao Grupo Votorantim, as vendas estao em boa evoluçao tanto na área de metais como na de cimento. Ele citou o caso do alumínio cuja venda no mercado interno está em ritmo crescente e as exportaçoes, com a desvalorizaçao cambial, também evoluem.

"Hoje 38% da produçao de alumínio é destinada diretamente para o mercado externo", diz Ermírio. "Chegamos em determinado momento da economia, quando Collor assumiu o governo a destinar 75% para o mercado externo. Internamente, havia uma queda de vendas. No ínicio do Plano Real, se vendia 50% para o exterior e 50% para o mercado interno. Depois houve uma queda, com a sobrevalorizaçao do real", explicou.

O empresário disse que, em conversa com o presidente Fernando Henrique Cardoso, transmitiu sua análise sobre a retomada do crescimento econômico que deverá se acentuar no segundo trimestre do ano. Ele também criticou o aumento da Taxa de Juros de Longo Prazo, que subiu de 12,84% ao ano para 13,48% ao ano. "Nao dá para entender, pois no momento o importante é a geraçao de empregos no país", afirma. "Precisamos reduzir os problemas sociais com mais empregos. Nao há outra saida. Aumentar a TJLP é afastar investimentos. Esta medida precisa ser revista".

Antonio Ermírio defendeu também a ampliaçao do programa de álcool no país, como forma de gerar mais emprego no campo. "Temos a produçao de álcool como um fator importante para a geraçao de empregos. Isso tem de ser preservado urgentemente". Ele salientou ainda que "é preciso que se encontre um meio termo no preço do gás da Bolívia, pois com a desvalorizaçao cambial, ele ficou alto. É uma commoditie. É preciso um mix de preço entre o que se paga pelo gás natural de Campos com o da Bolívia. E gradualmente, se chegaria ao preço internacional. Isto deve ser negociado, senao teremos problemas, pois a Petrobrás pagará pelo gás da Bolívia, mesmo que nao consiga vendê-lo. É o sistema take or pay".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;