Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em situação difícil, times da região miram reação na Superliga

Ricardo Trida/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Caetano recebe o poderoso Rexona, de Bernardinho, enquanto o São Bernardo tenta a primeira vitória diante do lanterna Valinhos


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

27/11/2015 | 07:00


São Cristóvão Saúde/São Caetano e São Bernardo voltam a quadra hoje pela Superliga Feminina de Vôlei. Os representantes do Grande ABC ocupam posições modestas na classificação e precisam vencer. A missão das são-caetanenses, porém, é quase impossível, já que o confronto é diante do Rexona/Ades, às 20h, no Ginásio Milton Feijão. Já as são-bernardenses terão pela frente o frágil Renata Valinhos/Country, às 19h, no Ginásio Poliesportivo.

O São Caetano tem uma vitória e três derrotas até agora, soma quatro pontos e ocupa a modesta décima posição – apenas os oito primeiros colocados avançam aos play-offs de quartas de final. Apesar da dificuldade de enfrentar o Rexona, que conta com várias jogadoras da Seleção Brasileira, além do competente treinador, o time são-caetano sonha em, pelo menos, conseguir dificultar a partida e arrancar algum ponto do time carioca.

“O Rio de Janeiro é uma equipe muito forte e que brigará pelo título. Temos de entrar concentradas o tempo todo e não deixar cair, pois em um momento de desatenção elas abrem vantagem e fica bem difícil recuperar o set”, afirmou a ponteira Soninha, uma das jogadoras mais experientes de São Caetano.

Apesar da força, o Rexona já foi superado nesta edição da Superliga, na segunda rodada, quando perdeu para o Bauru por 3 sets a 1. O time carioca ocupa a terceira posição, com nove pontos.

Já o São Bernardo tem excelente oportunidade para conquistar a primeira vitória na Superliga. A equipe do técnico William Carvalho já entrou em quadra cinco vezes e perdeu todas, rendimento exatamente igual ao do adversário de hoje, o Valinhos. O time do Grande ABC ocupa a 11ª posição e leva vantagem por ter conquistado um set, na estreia contra Sesi.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em situação difícil, times da região miram reação na Superliga

São Caetano recebe o poderoso Rexona, de Bernardinho, enquanto o São Bernardo tenta a primeira vitória diante do lanterna Valinhos

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

27/11/2015 | 07:00


São Cristóvão Saúde/São Caetano e São Bernardo voltam a quadra hoje pela Superliga Feminina de Vôlei. Os representantes do Grande ABC ocupam posições modestas na classificação e precisam vencer. A missão das são-caetanenses, porém, é quase impossível, já que o confronto é diante do Rexona/Ades, às 20h, no Ginásio Milton Feijão. Já as são-bernardenses terão pela frente o frágil Renata Valinhos/Country, às 19h, no Ginásio Poliesportivo.

O São Caetano tem uma vitória e três derrotas até agora, soma quatro pontos e ocupa a modesta décima posição – apenas os oito primeiros colocados avançam aos play-offs de quartas de final. Apesar da dificuldade de enfrentar o Rexona, que conta com várias jogadoras da Seleção Brasileira, além do competente treinador, o time são-caetano sonha em, pelo menos, conseguir dificultar a partida e arrancar algum ponto do time carioca.

“O Rio de Janeiro é uma equipe muito forte e que brigará pelo título. Temos de entrar concentradas o tempo todo e não deixar cair, pois em um momento de desatenção elas abrem vantagem e fica bem difícil recuperar o set”, afirmou a ponteira Soninha, uma das jogadoras mais experientes de São Caetano.

Apesar da força, o Rexona já foi superado nesta edição da Superliga, na segunda rodada, quando perdeu para o Bauru por 3 sets a 1. O time carioca ocupa a terceira posição, com nove pontos.

Já o São Bernardo tem excelente oportunidade para conquistar a primeira vitória na Superliga. A equipe do técnico William Carvalho já entrou em quadra cinco vezes e perdeu todas, rendimento exatamente igual ao do adversário de hoje, o Valinhos. O time do Grande ABC ocupa a 11ª posição e leva vantagem por ter conquistado um set, na estreia contra Sesi.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;