Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos recebe Criciúma novamente longe da Vila Belmiro



01/06/2014 | 06:50


O Santos itinerante precisa da vitória contra o Criciúma para não se distanciar dos primeiros colocados e para voltar bem no reinício do Campeonato Brasileiro, após a Copa do Mundo, no segundo semestre de julho. Depois da Arena Pantanal, em Cuiabá, e Morumbi, a casa santista, neste domingo, às 18h30, será o estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP), pela nona rodada.

Com a suspensão de Alan Santos pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Oswaldo de Oliveira vai escalar Renato para formar a dupla de volantes de marcação com Arouca e terá as voltas dos titulares David Braz na zaga (sai Neto) e Geuvânio no ataque (no lugar Jorge Eduardo). Sem Cícero e os seus gols salvadores, o time passa a depender muito de Lucas Lima na armação das jogadas para o ataque formado pelos garotos Geuvânio, Gabriel e Diego Cardoso.

Com a vitória da última quinta-feira, em Feira de Santana (BA), o Santos amenizou a crise que se instalou na Vila Belmiro desde o fracasso do time nas finais do Campeonato Paulista contra o Ituano. Em razão de mais de uma dezena de desfalques por lesões nos últimos jogos e sofrendo pressão dentro do clube, Oswaldo de Oliveira balançou com a derrota contra o Atlético Mineiro (o encontro deveria ser na Vila Belmiro, mas o mando foi vendido pelo Comitê de Gestão para a administração da Arena Pantanal) e até poderia cair em caso de resultado negativo também diante de Bahia.

Ao contrário da direção, Oswaldo de Oliveira jamais se iludiu com as goleadas contra frágeis adversários na fase de classificação do Paulistão. A esperança dele é que com as voltas dos importantes titulares como Edu Dracena, Gustavo Henrique, Leandro Damião e Thiago Ribeiro e mais a chegada de reforços de boa qualidade, depois da parada da Copa do Mundo finalmente consiga armar um time e lhe dar padrão de jogo. Uma equipe forte para que Gabriel, Geuvânio e outras jovens promessas tenham suporte para evoluir.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos recebe Criciúma novamente longe da Vila Belmiro


01/06/2014 | 06:50


O Santos itinerante precisa da vitória contra o Criciúma para não se distanciar dos primeiros colocados e para voltar bem no reinício do Campeonato Brasileiro, após a Copa do Mundo, no segundo semestre de julho. Depois da Arena Pantanal, em Cuiabá, e Morumbi, a casa santista, neste domingo, às 18h30, será o estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo (SP), pela nona rodada.

Com a suspensão de Alan Santos pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Oswaldo de Oliveira vai escalar Renato para formar a dupla de volantes de marcação com Arouca e terá as voltas dos titulares David Braz na zaga (sai Neto) e Geuvânio no ataque (no lugar Jorge Eduardo). Sem Cícero e os seus gols salvadores, o time passa a depender muito de Lucas Lima na armação das jogadas para o ataque formado pelos garotos Geuvânio, Gabriel e Diego Cardoso.

Com a vitória da última quinta-feira, em Feira de Santana (BA), o Santos amenizou a crise que se instalou na Vila Belmiro desde o fracasso do time nas finais do Campeonato Paulista contra o Ituano. Em razão de mais de uma dezena de desfalques por lesões nos últimos jogos e sofrendo pressão dentro do clube, Oswaldo de Oliveira balançou com a derrota contra o Atlético Mineiro (o encontro deveria ser na Vila Belmiro, mas o mando foi vendido pelo Comitê de Gestão para a administração da Arena Pantanal) e até poderia cair em caso de resultado negativo também diante de Bahia.

Ao contrário da direção, Oswaldo de Oliveira jamais se iludiu com as goleadas contra frágeis adversários na fase de classificação do Paulistão. A esperança dele é que com as voltas dos importantes titulares como Edu Dracena, Gustavo Henrique, Leandro Damião e Thiago Ribeiro e mais a chegada de reforços de boa qualidade, depois da parada da Copa do Mundo finalmente consiga armar um time e lhe dar padrão de jogo. Uma equipe forte para que Gabriel, Geuvânio e outras jovens promessas tenham suporte para evoluir.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;