Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Iene enfraquece ante dólar após discurso de Yellen



12/02/2014 | 06:12


O iene enfraqueceu frente a outras moedas importantes nesta quarta-feira durante a sessão asiática, após o primeiro depoimento de Janet Yellen como presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) ter aliviado as preocupações em torno do crescimento dos Estados Unidos.

Também contribuiu para o movimento a decisão da Câmara dos Representantes dos EUA de aprovar um projeto de lei que suspende o teto da dívida até março de 2015.

No início deste ano, os temores sobre uma forte desaceleração dos Estados Unidos e da China e as preocupações sobre a estabilidade dos mercados emergentes mexeu com as bolsas mundiais. Em seu primeiro depoimento como presidente do Fed, Yellen destacou o progresso que os EUA tinham feito na sua recuperação econômica e reforçou a necessidade de acompanhar os mercados financeiros globais à medida que o Fed corta o seu programa de estímulos.

Às 6h06 (de Brasília), o dólar operava a 102,48 ienes, de 102,60 ienes no final da tarde desta terça-feira em Nova York, enquanto o euro operava a 139,68 ienes e a US$ 1,3631. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Iene enfraquece ante dólar após discurso de Yellen


12/02/2014 | 06:12


O iene enfraqueceu frente a outras moedas importantes nesta quarta-feira durante a sessão asiática, após o primeiro depoimento de Janet Yellen como presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) ter aliviado as preocupações em torno do crescimento dos Estados Unidos.

Também contribuiu para o movimento a decisão da Câmara dos Representantes dos EUA de aprovar um projeto de lei que suspende o teto da dívida até março de 2015.

No início deste ano, os temores sobre uma forte desaceleração dos Estados Unidos e da China e as preocupações sobre a estabilidade dos mercados emergentes mexeu com as bolsas mundiais. Em seu primeiro depoimento como presidente do Fed, Yellen destacou o progresso que os EUA tinham feito na sua recuperação econômica e reforçou a necessidade de acompanhar os mercados financeiros globais à medida que o Fed corta o seu programa de estímulos.

Às 6h06 (de Brasília), o dólar operava a 102,48 ienes, de 102,60 ienes no final da tarde desta terça-feira em Nova York, enquanto o euro operava a 139,68 ienes e a US$ 1,3631. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;