Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Arcor encara o velho inimigo em outra final


Analy Cristofani
Especial para o Diário

18/05/2000 | 00:39


Aconteceu de tudo no treino do Arcor/Santo André nesta quarta, no ginásio Pedro Dell`Antonia. O clima de descontraçao tirava o peso de véspera de decisao, com direito a bolo de aniversário para Maristela e a volta de Janeth, que contava aos quatro cantos sua visita ao presidente Bill Clinton. Para a partida desta quinta, às 18h30, a expectativa é de grande público, com entrada franca no ginásio. O prefeito Celso Daniel chegou no final do treino para dar seu apoio à equipe. Conversou com a técnica Laís Elena e com a própria Janeth.

"A equipe do Arcor é motivo de orgulho para todos nós. Prova disso é a presença do público que, a cada partida, lota mais o ginásio e vibra com o time. As pessoas já entenderam que o basquete faz parte da cidade".

Na resposta ao apoio, as atletas querem retribuir em quadra com confiança e determinaçao. Há dois anos no Brasil, a espanhola Marina acredita que a grande vantagem de jogar em casa numa partida decisiva é a presença dos torcedores. "De resto, vamos decidir nos detalhes porque os dois times sao experientes".

Para a técnica Laís, o mais importante é manter o time alegre, pronto, motivado. "O resultado a gente nao sabe. Mas estamos prontas para lutar". Conseguir um bom resultado na primeira partida em casa é fundamental. A técnica sabe que nao pode ir para os próximos dois confrontos (sábado e segunda-feira), no Paraná, com um resultado negativo. "Se a gente ganha, entao a pressao passa para o lado delas. Isso porque, se o resultado nao for interessante lá (Paraná) ainda temos outra partida para disputar em casa".

Para Laís, o mais difícil está sendo ter de enfrentar uma equipe tao igual à sua. "Nao tem diferença nenhuma. O que vai valer mesmo é o conjunto. E só no jogo dá para buscar uma opçao diferente, de imediato", explica.

A aniversariante Maristela, que ganhou bolo na comemoraçao dos seus 30 anos, diz que seu maior presente seria ganhar esse título. "Sempre me dei muito bem aqui e quero festejar com um bom resultado".

Janeth, a estrela do time, sabe que o Arcor vive um bom momento. "Estamos sempre conversando, focadas nesse objetivo de conquistar a vitória. O segredo é jogar solta, leve", confessa. Para ela, o Arcor pode desequilibrar na uniao, no jogo de equipe. " Saber que fizemos um bom trabalho e ver o time todo junto me motiva cada vez mais e me dá muita energia."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Arcor encara o velho inimigo em outra final

Analy Cristofani
Especial para o Diário

18/05/2000 | 00:39


Aconteceu de tudo no treino do Arcor/Santo André nesta quarta, no ginásio Pedro Dell`Antonia. O clima de descontraçao tirava o peso de véspera de decisao, com direito a bolo de aniversário para Maristela e a volta de Janeth, que contava aos quatro cantos sua visita ao presidente Bill Clinton. Para a partida desta quinta, às 18h30, a expectativa é de grande público, com entrada franca no ginásio. O prefeito Celso Daniel chegou no final do treino para dar seu apoio à equipe. Conversou com a técnica Laís Elena e com a própria Janeth.

"A equipe do Arcor é motivo de orgulho para todos nós. Prova disso é a presença do público que, a cada partida, lota mais o ginásio e vibra com o time. As pessoas já entenderam que o basquete faz parte da cidade".

Na resposta ao apoio, as atletas querem retribuir em quadra com confiança e determinaçao. Há dois anos no Brasil, a espanhola Marina acredita que a grande vantagem de jogar em casa numa partida decisiva é a presença dos torcedores. "De resto, vamos decidir nos detalhes porque os dois times sao experientes".

Para a técnica Laís, o mais importante é manter o time alegre, pronto, motivado. "O resultado a gente nao sabe. Mas estamos prontas para lutar". Conseguir um bom resultado na primeira partida em casa é fundamental. A técnica sabe que nao pode ir para os próximos dois confrontos (sábado e segunda-feira), no Paraná, com um resultado negativo. "Se a gente ganha, entao a pressao passa para o lado delas. Isso porque, se o resultado nao for interessante lá (Paraná) ainda temos outra partida para disputar em casa".

Para Laís, o mais difícil está sendo ter de enfrentar uma equipe tao igual à sua. "Nao tem diferença nenhuma. O que vai valer mesmo é o conjunto. E só no jogo dá para buscar uma opçao diferente, de imediato", explica.

A aniversariante Maristela, que ganhou bolo na comemoraçao dos seus 30 anos, diz que seu maior presente seria ganhar esse título. "Sempre me dei muito bem aqui e quero festejar com um bom resultado".

Janeth, a estrela do time, sabe que o Arcor vive um bom momento. "Estamos sempre conversando, focadas nesse objetivo de conquistar a vitória. O segredo é jogar solta, leve", confessa. Para ela, o Arcor pode desequilibrar na uniao, no jogo de equipe. " Saber que fizemos um bom trabalho e ver o time todo junto me motiva cada vez mais e me dá muita energia."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;