Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro criticou Lula em encontro com Biden, disse assessor à FOX News



28/06/2022 | 18:24


O assessor para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, afirmou em entrevista à emissora norte-americana FOX News que, durante a Cúpula das Américas, o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez críticas a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante encontro com Joe Biden. A reunião foi a primeira entre Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos desde que o democrata substituiu Donald Trump na Casa Branca. Martins disse acreditar "que Biden entendeu que o melhor para os EUA seria a reeleição de Bolsonaro".

Ele falou sobre o assunto em conversa com o apresentador Tucker Carlson, conhecido pela posição conservadora nos EUA. "O Brasil é a única grande economia nesse hemisfério que continua pró-América", disse Carlson.

Segundo Martins, Bolsonaro teve "a oportunidade de alertar o presidente Biden sobre a quantidade de 'corrupção' e 'escândalos' que existiram durante o governo do Partido dos Trabalhadores (PT)".

Durante a entrevista, Tucker Carlson afirmou ainda que o governo Biden "estaria demasiadamente focado em conflitos no leste europeu" enquanto a América Latina "cai aos pedaços", referindo-se às sucessivas derrotas que governos de direita vêm sofrendo na região.

Questionado sobre interesses da China no Brasil, Filipe Martins fez mais críticas ao governo Lula e afirmou que, na época, o petista teria "incentivado a presença de superpotências no Brasil, além de apoiado grupos terroristas e governos ditatoriais.

O apresentador americano também falou sobre "a importância que os recursos naturais brasileiros representam" para os Estados Unidos e disse que o País concentra algumas das mais profundas e valiosas reservas naturais do planeta. "Se você se importa com o futuro dos Estados Unidos, deveria se importar com o do Brasil", disse.

Em relação à demora para os dois presidentes se reunirem, Filipe Martins disse que o atraso se deu devido à postura do presidente brasileiro em relação ao reconhecimento da vitória de Biden nas eleições americanas.

Viagem de Bolsonaro aos EUA

Foi também durante a viagem à Cúpula das Américas que Bolsonaro teria ligado para alertar o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, que ele poderia ser alvo de buscas pela Polícia Federal no âmbito das investigações sobre o gabinete paralelo, conforme revelou o Estadão.

A Polícia Federal investiga a atuação no Ministério da Educação de pastores ligados a Milton Ribeiro, que condicionavam a liberação de verbas da pasta mediante o pagamento de propinas e outros benefícios a aliados.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;