Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tela de Klimt é comprada por preço recorde


Da AFP

19/06/2006 | 15:04


O magnata americano dos cosméticos Ronald Lauder adquiriu o famoso retrato de Adele Bloch-Bauer, pintado por Gustav Klimt, que data de 1907, por US$ 135 milhões, o preço mais alto já pago por uma pintura, segundo informações publicadas nesta segunda-feira pelo jornal The New York Times.

O retrato, intitulado ‘Adele Bloch-Bauer 1’, obra-prima do líder da Art Nouveau austríaca, representa a esposa do industrial do açúcar judeu, anfitriã de um salão literário em Viena, feito sobre um fundo de ornamentação e linhas douradas.

A obra foi, durante anos, alvo de uma batalha legal por sua restituição entre o governo austríaco e uma sobrinha da senhora Bloch-Bauer, que acabou ganhando a causa no início do ano, depois de ter argumentado que a tela havia sido requisitada pelos nazistas.

Após sair de Viena, onde ficou exposta durante seis décadas, a tela era exibida desde abril passado no Museu de Arte do condado de Los Angeles, perto da casa de sua proprietária, Maria Altmann, de 90 anos, sobrinha de Adele Bloch-Bauer.

Ronald Lauder adquiriu a obra por conta da galeria que abriu em Nova York cinco anos atrás, a Neue Galerie, centrada nas artes decorativas alemãs e austríacas.

A casa de leilões Christie's serviu como intermediária nesta venda privada, acrescentou o Times. "É a nossa Monalisa", declarou Lauder ao jornal nova-iorquino, em alusão à Gioconda, de Leonardo Da Vinci. "É uma peça única", acrescentou.

O preço mais alto pago anteriormente por uma pintura foi de US$ 104,1 milhões por um Picasso de 1905, em um leilão da Sotheby's, em 2004.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tela de Klimt é comprada por preço recorde

Da AFP

19/06/2006 | 15:04


O magnata americano dos cosméticos Ronald Lauder adquiriu o famoso retrato de Adele Bloch-Bauer, pintado por Gustav Klimt, que data de 1907, por US$ 135 milhões, o preço mais alto já pago por uma pintura, segundo informações publicadas nesta segunda-feira pelo jornal The New York Times.

O retrato, intitulado ‘Adele Bloch-Bauer 1’, obra-prima do líder da Art Nouveau austríaca, representa a esposa do industrial do açúcar judeu, anfitriã de um salão literário em Viena, feito sobre um fundo de ornamentação e linhas douradas.

A obra foi, durante anos, alvo de uma batalha legal por sua restituição entre o governo austríaco e uma sobrinha da senhora Bloch-Bauer, que acabou ganhando a causa no início do ano, depois de ter argumentado que a tela havia sido requisitada pelos nazistas.

Após sair de Viena, onde ficou exposta durante seis décadas, a tela era exibida desde abril passado no Museu de Arte do condado de Los Angeles, perto da casa de sua proprietária, Maria Altmann, de 90 anos, sobrinha de Adele Bloch-Bauer.

Ronald Lauder adquiriu a obra por conta da galeria que abriu em Nova York cinco anos atrás, a Neue Galerie, centrada nas artes decorativas alemãs e austríacas.

A casa de leilões Christie's serviu como intermediária nesta venda privada, acrescentou o Times. "É a nossa Monalisa", declarou Lauder ao jornal nova-iorquino, em alusão à Gioconda, de Leonardo Da Vinci. "É uma peça única", acrescentou.

O preço mais alto pago anteriormente por uma pintura foi de US$ 104,1 milhões por um Picasso de 1905, em um leilão da Sotheby's, em 2004.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;