Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Governos começam escolhas para 2018

Ricardo Trida/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Júnior Carvalho
Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

30/01/2017 | 07:00


Após renunciarem aos mandatos de deputado estadual, os prefeitos de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), e de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), já veem brigas nos bastidores de seus grupos políticos pela herança do espólio eleitoral de olho no pleito de 2018. Mesmo que incipientes, discussões sobre como serão montadas as chapas na eleição do ano que vem já são travadas.

Em Mauá o cenário está desenhado na concorrência por cadeira na Assembleia Legislativa. O nome de Admir Jacomussi (PRP), vereador de longa data na cidade e pai de Atila, é o favorito para a disputa com patrocínio do Paço. Articulações na Prefeitura tendem a bloquear qualquer projeto alternativo ao do atual presidente da Câmara. A aposta do grupo político é a montagem de coligação que permita baixo índice de voto para obtenção de uma das 94 cadeiras no Parlamento paulista.

Na concorrência por vaga na Câmara Federal, o que se especulava era que o governo iria apoiar José Carlos Orosco Júnior, presidente do PMDB mauaense. Porém, todo episódio com sua mulher, a ex-deputada Vanessa Damo (PMDB) – ela registrou BO (Boletim de Ocorrência) contra o marido denunciando agressão – e sua demissão do posto de secretário de Obras mudaram os planos.

Em São Bernardo, por ter maior número de eleitores, o planejamento é emplacar de dois a três representantes do governo Morando na Assembleia Legislativa e um deputado federal.

O nome que deve ter respaldo oficial do Paço é o do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima (SD). Em 2014, ainda no PPS e sem apoio partidário, Marcelo obteve 35.061 votos. Com suporte maciço da Prefeitura, há expectativa de o hoje vice-prefeito triplicar essa votação.

Outras duas figuras são cotadas para concorrência por vaga na Assembleia Legislativa e bênçãos de Morando. Uma é o ex-vereador de São Caetano Fabio Palacio (PR), atual secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. Palacio é integrante do bloco político montado por Morando há uma década e sabe que somente com votação em São Caetano não conseguirá se eleger. Há chance de Palacio ser um candidato a deputado estadual regional, com auxílio forte em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, administradas pelos aliados Adler Kiko Teixeira (PSB) e Gabriel Maranhão (PSDB), respectivamente.

Atual presidente da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB) corre por fora. Mais votado na eleição de 2016 para vereança na cidade, Pery sabe que precisará de alta votação para conquistar vaga na Assembleia pelo PSDB. Tanto é que seu nome é especulado em outros partidos. Um deles é o DEM. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governos começam escolhas para 2018

Júnior Carvalho
Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

30/01/2017 | 07:00


Após renunciarem aos mandatos de deputado estadual, os prefeitos de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), e de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), já veem brigas nos bastidores de seus grupos políticos pela herança do espólio eleitoral de olho no pleito de 2018. Mesmo que incipientes, discussões sobre como serão montadas as chapas na eleição do ano que vem já são travadas.

Em Mauá o cenário está desenhado na concorrência por cadeira na Assembleia Legislativa. O nome de Admir Jacomussi (PRP), vereador de longa data na cidade e pai de Atila, é o favorito para a disputa com patrocínio do Paço. Articulações na Prefeitura tendem a bloquear qualquer projeto alternativo ao do atual presidente da Câmara. A aposta do grupo político é a montagem de coligação que permita baixo índice de voto para obtenção de uma das 94 cadeiras no Parlamento paulista.

Na concorrência por vaga na Câmara Federal, o que se especulava era que o governo iria apoiar José Carlos Orosco Júnior, presidente do PMDB mauaense. Porém, todo episódio com sua mulher, a ex-deputada Vanessa Damo (PMDB) – ela registrou BO (Boletim de Ocorrência) contra o marido denunciando agressão – e sua demissão do posto de secretário de Obras mudaram os planos.

Em São Bernardo, por ter maior número de eleitores, o planejamento é emplacar de dois a três representantes do governo Morando na Assembleia Legislativa e um deputado federal.

O nome que deve ter respaldo oficial do Paço é o do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima (SD). Em 2014, ainda no PPS e sem apoio partidário, Marcelo obteve 35.061 votos. Com suporte maciço da Prefeitura, há expectativa de o hoje vice-prefeito triplicar essa votação.

Outras duas figuras são cotadas para concorrência por vaga na Assembleia Legislativa e bênçãos de Morando. Uma é o ex-vereador de São Caetano Fabio Palacio (PR), atual secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. Palacio é integrante do bloco político montado por Morando há uma década e sabe que somente com votação em São Caetano não conseguirá se eleger. Há chance de Palacio ser um candidato a deputado estadual regional, com auxílio forte em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, administradas pelos aliados Adler Kiko Teixeira (PSB) e Gabriel Maranhão (PSDB), respectivamente.

Atual presidente da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB) corre por fora. Mais votado na eleição de 2016 para vereança na cidade, Pery sabe que precisará de alta votação para conquistar vaga na Assembleia pelo PSDB. Tanto é que seu nome é especulado em outros partidos. Um deles é o DEM. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;