Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santa Cruz e Sport fazem clássico pernambucano dos contrastes no Brasileirão



01/06/2016 | 06:50


Um briga para assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. O outro, para deixar a lanterna. O que está na ponta da tabela de classificação, estava na Série D em 2011. O último colocado foi a principal surpresa da competição no ano passado e ocupou por algumas rodadas a liderança. Nesta quarta-feira, às 21 horas, Santa Cruz e Sport fazem o clássico pernambucano dos contrastes, no estádio do Arruda, no Recife, pela quinta rodada.

O Santa Cruz faz uma excelente campanha até aqui. Liderada pelo veterano Grafite, artilheiro do Brasileirão com seis gols, a equipe está invicta com duas vitórias e dois empates. Tem também o melhor ataque da competição, com 11 gols marcados. O Sport ainda não se encontrou e acumula três derrotas e um empate. É o time que menos marcou até aqui: balançou a rede apenas uma vez.

Em alta, o técnico Milton Mendes evitou fazer mistérios e confirmou a escalação para o clássico. O time terá apenas uma mudança em relação ao empate por 1 a 1 com a Chapecoense. O lateral-esquerdo Tiago Costa cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo e dará vaga a Roberto, recém-contratado do Atlético Paranaense.

"A minha escolha é sempre por quem acredito que está em melhores condições. Sei do potencial do Allan, mas estou fazendo a escolha pelo Roberto para essa partida. A mesma coisa com a permanência do Wallyson no meio, no lugar do Fernando Gabriel", afirmou o treinador.

O técnico Oswaldo de Oliveira não confirmou a formação titular do Sport. A tendência é que ele repita o time que perdeu para o Corinthians por 2 a 0 na última rodada, com Edmilson de centroavante e principal responsável por acabar com a seca de gols da equipe.

"Não gosto de perder e nem de passar por esses momentos, mas gosto de sair. Isso é uma motivação grande. Procuro contagiar os jogadores com esse sentimento gostoso que é o da volta por cima. Isso me dá gás para trabalhar", comentou Oswaldo de Oliveira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santa Cruz e Sport fazem clássico pernambucano dos contrastes no Brasileirão


01/06/2016 | 06:50


Um briga para assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. O outro, para deixar a lanterna. O que está na ponta da tabela de classificação, estava na Série D em 2011. O último colocado foi a principal surpresa da competição no ano passado e ocupou por algumas rodadas a liderança. Nesta quarta-feira, às 21 horas, Santa Cruz e Sport fazem o clássico pernambucano dos contrastes, no estádio do Arruda, no Recife, pela quinta rodada.

O Santa Cruz faz uma excelente campanha até aqui. Liderada pelo veterano Grafite, artilheiro do Brasileirão com seis gols, a equipe está invicta com duas vitórias e dois empates. Tem também o melhor ataque da competição, com 11 gols marcados. O Sport ainda não se encontrou e acumula três derrotas e um empate. É o time que menos marcou até aqui: balançou a rede apenas uma vez.

Em alta, o técnico Milton Mendes evitou fazer mistérios e confirmou a escalação para o clássico. O time terá apenas uma mudança em relação ao empate por 1 a 1 com a Chapecoense. O lateral-esquerdo Tiago Costa cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo e dará vaga a Roberto, recém-contratado do Atlético Paranaense.

"A minha escolha é sempre por quem acredito que está em melhores condições. Sei do potencial do Allan, mas estou fazendo a escolha pelo Roberto para essa partida. A mesma coisa com a permanência do Wallyson no meio, no lugar do Fernando Gabriel", afirmou o treinador.

O técnico Oswaldo de Oliveira não confirmou a formação titular do Sport. A tendência é que ele repita o time que perdeu para o Corinthians por 2 a 0 na última rodada, com Edmilson de centroavante e principal responsável por acabar com a seca de gols da equipe.

"Não gosto de perder e nem de passar por esses momentos, mas gosto de sair. Isso é uma motivação grande. Procuro contagiar os jogadores com esse sentimento gostoso que é o da volta por cima. Isso me dá gás para trabalhar", comentou Oswaldo de Oliveira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;