Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Um morto e quatro feridos em ataque atribuído ao Ira


Do Diário do Grande ABC

13/05/2000 | 12:59


A agência oficial iraquiana INA acusou "agentes" iranianos pelo ataque com foguetes contra um bairro residencial de Bagdá, ocorrido à noite.

Segundo a agência, um menino de três anos morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas, na violenta explosao que sacudiu um bairro residencial da capital.

O principal movimento de oposiçao xiita iraquiano reivindicou, este sábado, o ataque com foguetes contra Bagdá, assegurando que seu objetivo era um palácio do presidente iraquiano, Saddam Hussein.

A ofensiva, realizada com lança-foguetes, ocorreu na sexta-feira, logo depois da meia-noite, confirmou este sábado um porta-voz do ministério do Interior iraquiano.

"Agentes a soldo do regime iraniano lançaram, às 0h25 locais (17h25 de Brasília) oito projéteis de calibre 122 mm contra o bairro residencial de al-Karj, afirmou o porta-voz, citado pela agência oficial INA.

No ataque, morreu "Zahra Mohammad Hamid, de três anos, e outras quatro pessoas que ficaram feridas foram transferidas ao hospital de Bagdá", disse, acrescentando que o Iraque vai responder ao ataque.

Enquanto isso, no Kwait, o principal movimento de oposiçao xiita iraquiano reivindicava o ataque com foguetes contra Bagdá, assegurando que o alvo era um palácio do presidente Saddam Hussein.

Um representante da Assembléia Suprema da Revoluçao Islâmica do Iraque (ASRII) declarou à imprensa que seus combatentes dispararam oito foguetes do tipo Katiusha contra o palácio da República no bairro de Karradat Myriam.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Um morto e quatro feridos em ataque atribuído ao Ira

Do Diário do Grande ABC

13/05/2000 | 12:59


A agência oficial iraquiana INA acusou "agentes" iranianos pelo ataque com foguetes contra um bairro residencial de Bagdá, ocorrido à noite.

Segundo a agência, um menino de três anos morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas, na violenta explosao que sacudiu um bairro residencial da capital.

O principal movimento de oposiçao xiita iraquiano reivindicou, este sábado, o ataque com foguetes contra Bagdá, assegurando que seu objetivo era um palácio do presidente iraquiano, Saddam Hussein.

A ofensiva, realizada com lança-foguetes, ocorreu na sexta-feira, logo depois da meia-noite, confirmou este sábado um porta-voz do ministério do Interior iraquiano.

"Agentes a soldo do regime iraniano lançaram, às 0h25 locais (17h25 de Brasília) oito projéteis de calibre 122 mm contra o bairro residencial de al-Karj, afirmou o porta-voz, citado pela agência oficial INA.

No ataque, morreu "Zahra Mohammad Hamid, de três anos, e outras quatro pessoas que ficaram feridas foram transferidas ao hospital de Bagdá", disse, acrescentando que o Iraque vai responder ao ataque.

Enquanto isso, no Kwait, o principal movimento de oposiçao xiita iraquiano reivindicava o ataque com foguetes contra Bagdá, assegurando que o alvo era um palácio do presidente Saddam Hussein.

Um representante da Assembléia Suprema da Revoluçao Islâmica do Iraque (ASRII) declarou à imprensa que seus combatentes dispararam oito foguetes do tipo Katiusha contra o palácio da República no bairro de Karradat Myriam.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;