Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Dança, teatro e música encerram Festival de Cultura do Grande ABC

Marina Brandão/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Último dia do evento teve representantes de várias linguagens artísticas


Luis Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


O domingo de sol no Espaço Verde Chico Mendes, em São Caetano, foi agitado pelo último dia da quarta edição do Festival de Cultura e Arte do Grande ABC. Em meio a passeio pelo local, os visitantes tiveram a oportunidade de ver de perto atrações musicais e de representantes de outras linguagens, casos de dança e teatro.
Um dos destaques foi o rapper Preto W.O., de Mauá. Com muita atitude, ele aproveitou para mandar sua mensagem.

“Temos de dividir o espaço com outros ritmos e todos devem ser valorizados”, comentou o cantor, citando estilos como samba e o rap, do qual é representante.

Vencedor do concurso Minha Banda Aí, o grupo Salviamente provou que tem talento ao aquecer o público com algumas canções próprias, casos de Don e Deixa Pra Lá, e de covers, a exemplo de O Coro Vai Comê, sucesso do Charlie Brown Jr. “Estar neste festival é um outro tipo de experiência. Costumamos tocar em locais bem menores”, comentou o baixista Layo Comanda.

A agenda do evento foi encerrada com a sonoridade de Silva, cujo trabalho é marcado pela mescla de MPB e música eletrônica. Ele trouxe à região canções de seus dois primeiros trabalhos, principalmente faixas de Vista Pro Mar, seu disco mais recente, lançado no ano passado. O line-up de ontem também contou com a música de Orquestra Locomotiva, Fábio Kidesh, Nokaos e Carlos Miúdo.

O Festival de Cultura foi organizado pelo Diário em parceria com a Prefeitura de São Caetano – Secretaria Municipal de Cultura – e copatrocínio da Ecovias e Aesa. O apoio é do Atrium Shopping, Patriani e Cerveja Madalena.


Projetos locais também tiveram espaço na programação

Nem só de música viveu a programação do último dia do 4º Festival de Cultura e Arte do Grande ABC. A agenda abriu espaço para que alguns projetos locais mostrassem seu valor para o público de São Caetano e de toda a região.

De Santo André, a Orquestra Locomotiva reuniu cerca de 15 integrantes sob o comando do maestro Rogério Schuindt. A formação é de uma grupo instrumental clássico, mas o repertório se mostrou bem popular. Os jovens animaram os presentes com versões de sucessos de bandas como Queen, Deep Purple, Coldplay e Beatles. As nove meninas do Grupo de Pesquisa em Dança Contemporânea de Santo André apostaram em coreografias montadas em cima de músicas de Chico Buarque.

“Costumam fazer homenagens para artistas que já morreram, mas fomos por outro lado. O interessante é que o grupo é formado por adolescentes e queria que elas fizessem uma pesquisa fora do tradicional”, explicou o coreógrafo Luiz Ramos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dança, teatro e música encerram Festival de Cultura do Grande ABC

Último dia do evento teve representantes de várias linguagens artísticas

Luis Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


O domingo de sol no Espaço Verde Chico Mendes, em São Caetano, foi agitado pelo último dia da quarta edição do Festival de Cultura e Arte do Grande ABC. Em meio a passeio pelo local, os visitantes tiveram a oportunidade de ver de perto atrações musicais e de representantes de outras linguagens, casos de dança e teatro.
Um dos destaques foi o rapper Preto W.O., de Mauá. Com muita atitude, ele aproveitou para mandar sua mensagem.

“Temos de dividir o espaço com outros ritmos e todos devem ser valorizados”, comentou o cantor, citando estilos como samba e o rap, do qual é representante.

Vencedor do concurso Minha Banda Aí, o grupo Salviamente provou que tem talento ao aquecer o público com algumas canções próprias, casos de Don e Deixa Pra Lá, e de covers, a exemplo de O Coro Vai Comê, sucesso do Charlie Brown Jr. “Estar neste festival é um outro tipo de experiência. Costumamos tocar em locais bem menores”, comentou o baixista Layo Comanda.

A agenda do evento foi encerrada com a sonoridade de Silva, cujo trabalho é marcado pela mescla de MPB e música eletrônica. Ele trouxe à região canções de seus dois primeiros trabalhos, principalmente faixas de Vista Pro Mar, seu disco mais recente, lançado no ano passado. O line-up de ontem também contou com a música de Orquestra Locomotiva, Fábio Kidesh, Nokaos e Carlos Miúdo.

O Festival de Cultura foi organizado pelo Diário em parceria com a Prefeitura de São Caetano – Secretaria Municipal de Cultura – e copatrocínio da Ecovias e Aesa. O apoio é do Atrium Shopping, Patriani e Cerveja Madalena.


Projetos locais também tiveram espaço na programação

Nem só de música viveu a programação do último dia do 4º Festival de Cultura e Arte do Grande ABC. A agenda abriu espaço para que alguns projetos locais mostrassem seu valor para o público de São Caetano e de toda a região.

De Santo André, a Orquestra Locomotiva reuniu cerca de 15 integrantes sob o comando do maestro Rogério Schuindt. A formação é de uma grupo instrumental clássico, mas o repertório se mostrou bem popular. Os jovens animaram os presentes com versões de sucessos de bandas como Queen, Deep Purple, Coldplay e Beatles. As nove meninas do Grupo de Pesquisa em Dança Contemporânea de Santo André apostaram em coreografias montadas em cima de músicas de Chico Buarque.

“Costumam fazer homenagens para artistas que já morreram, mas fomos por outro lado. O interessante é que o grupo é formado por adolescentes e queria que elas fizessem uma pesquisa fora do tradicional”, explicou o coreógrafo Luiz Ramos. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;