Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Programa Tempo de Escola deixa de ser oferecido a alunos de São Bernardo

Lançada em 2010, ação ampliava a jornada escolar com oficinas


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


O Programa Tempo de Escola, lançado em junho de 2010 pela Prefeitura de São Bernardo e cujo objetivo era atender alunos do Ensino Fundamental no contraturno escolar com variadas atividades educativas dentro e fora da escola, não completou os cinco anos que faria neste mês. Neste ano, os 10 mil estudantes de 47 Emebs (Escolas Municipais de Educação Básica) que vinham sendo atendidos pela ação não tiveram nenhum complemento educativo pós-aula, com a interrupção da iniciativa.

Os pais não foram informados sobre os motivos que levaram à suspensão do projeto, O fato tem frustrado os familiares e, principalmente, as crianças. Quando a reportagem indagou sobre a ação à dona Antonia de Brito, 74 anos, que buscava o neto Hyago Raiz de Brito Sanches, 10, na Emeb Maria Justina Camargo, no Jardim Vera Cruz, o garoto logo se apressou em dizer: “Tinha o programa, mas acabou”, lamentou. “Até agora não falaram nada. Eu queria que voltasse, pois nos divertíamos e aprendíamos coisas novas”, acrescentou ele, que participava das oficinas de arte e música.

A avó reforçou o desejo do menino. “Era uma ótima opção para as crianças aprenderem mais coisas e tirá-las da rua.”
A dona de casa Vanusa Gomes da Silva, 36, que tem uma filha também de 10 anos estudando na mesma unidade, compartilhou da queixa. “Era um programa muito útil, tanto para as crianças, que ficavam mais dispostas em aprender, quanto para os pais, principalmente os que trabalham e não têm com quem deixar os filhos.”

O Diário teve acesso a e-mail enviado em abril pela chefe da Divisão de Incremento ao Ensino, da Secretaria de Educação, Grace Luciana Pereira, em resposta à mãe de um aluno que pedia a volta do programa. “Estamos trabalhando intensamente para a volta do Programa Tempo de Escola, no entanto, precisamos atender aos aspectos legais que, na maioria das vezes, estão relacionados a outras instâncias e, portanto, os tempos fogem ao nosso controle”, escreveu Grace.

“Posso garantir que na semana que vem (o e-mail data de 2 de abril) as ONGs classificadas serão chamadas para compor os planos de trabalho para cada unidade escolar, e assim poderemos enviar para o jurídico toda a documentação e receber o aval para realizar a contratação das equipes”, completou.

A reportagem indagou a administração municipal sobre as razões da interrupção do programa e a previsão de retorno, mas o Executivo informou apenas que “o Programa Tempo de Escola está sendo avaliado e deverá ser retomado no segundo semestre de 2015.”


Futuro secretário de Educação da cidade ainda não está ciente do caso

Já escalado para assumir a Secretaria de Educação de São Bernardo, em substituição a Cleuza Repulho (PT), o vereador Paulo Dias (PT) disse ao Diário que não tem informações sobre a paralisação do Programa Tempo de Escola. “Não respondo pela Pasta neste momento, pois ainda não assumi”, falou. Indagado quando tomará posse do cargo, respondeu que a decisão está nas mãos do prefeito Luiz Marinho (PT).

Dias ingressará na função após Cleuza ter sido demitida pelo chefe do Executivo devido à série de escândalos que protagonizou em seis anos no governo petista. Ela chegou a ter prisão preventiva solicitada pelo Ministério Público e ainda responde a ação civil pública por suspeita de desvio de dinheiro e formação de quadrilha na compra de mochilas e tênis à rede.

Nas redes sociais, porém, a ex-secretária declarou que foi ela quem pediu para deixar a Secretaria, negando que tenha sido demitida por Marinho.(VO) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Programa Tempo de Escola deixa de ser oferecido a alunos de São Bernardo

Lançada em 2010, ação ampliava a jornada escolar com oficinas

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

22/06/2015 | 07:00


O Programa Tempo de Escola, lançado em junho de 2010 pela Prefeitura de São Bernardo e cujo objetivo era atender alunos do Ensino Fundamental no contraturno escolar com variadas atividades educativas dentro e fora da escola, não completou os cinco anos que faria neste mês. Neste ano, os 10 mil estudantes de 47 Emebs (Escolas Municipais de Educação Básica) que vinham sendo atendidos pela ação não tiveram nenhum complemento educativo pós-aula, com a interrupção da iniciativa.

Os pais não foram informados sobre os motivos que levaram à suspensão do projeto, O fato tem frustrado os familiares e, principalmente, as crianças. Quando a reportagem indagou sobre a ação à dona Antonia de Brito, 74 anos, que buscava o neto Hyago Raiz de Brito Sanches, 10, na Emeb Maria Justina Camargo, no Jardim Vera Cruz, o garoto logo se apressou em dizer: “Tinha o programa, mas acabou”, lamentou. “Até agora não falaram nada. Eu queria que voltasse, pois nos divertíamos e aprendíamos coisas novas”, acrescentou ele, que participava das oficinas de arte e música.

A avó reforçou o desejo do menino. “Era uma ótima opção para as crianças aprenderem mais coisas e tirá-las da rua.”
A dona de casa Vanusa Gomes da Silva, 36, que tem uma filha também de 10 anos estudando na mesma unidade, compartilhou da queixa. “Era um programa muito útil, tanto para as crianças, que ficavam mais dispostas em aprender, quanto para os pais, principalmente os que trabalham e não têm com quem deixar os filhos.”

O Diário teve acesso a e-mail enviado em abril pela chefe da Divisão de Incremento ao Ensino, da Secretaria de Educação, Grace Luciana Pereira, em resposta à mãe de um aluno que pedia a volta do programa. “Estamos trabalhando intensamente para a volta do Programa Tempo de Escola, no entanto, precisamos atender aos aspectos legais que, na maioria das vezes, estão relacionados a outras instâncias e, portanto, os tempos fogem ao nosso controle”, escreveu Grace.

“Posso garantir que na semana que vem (o e-mail data de 2 de abril) as ONGs classificadas serão chamadas para compor os planos de trabalho para cada unidade escolar, e assim poderemos enviar para o jurídico toda a documentação e receber o aval para realizar a contratação das equipes”, completou.

A reportagem indagou a administração municipal sobre as razões da interrupção do programa e a previsão de retorno, mas o Executivo informou apenas que “o Programa Tempo de Escola está sendo avaliado e deverá ser retomado no segundo semestre de 2015.”


Futuro secretário de Educação da cidade ainda não está ciente do caso

Já escalado para assumir a Secretaria de Educação de São Bernardo, em substituição a Cleuza Repulho (PT), o vereador Paulo Dias (PT) disse ao Diário que não tem informações sobre a paralisação do Programa Tempo de Escola. “Não respondo pela Pasta neste momento, pois ainda não assumi”, falou. Indagado quando tomará posse do cargo, respondeu que a decisão está nas mãos do prefeito Luiz Marinho (PT).

Dias ingressará na função após Cleuza ter sido demitida pelo chefe do Executivo devido à série de escândalos que protagonizou em seis anos no governo petista. Ela chegou a ter prisão preventiva solicitada pelo Ministério Público e ainda responde a ação civil pública por suspeita de desvio de dinheiro e formação de quadrilha na compra de mochilas e tênis à rede.

Nas redes sociais, porém, a ex-secretária declarou que foi ela quem pediu para deixar a Secretaria, negando que tenha sido demitida por Marinho.(VO) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;