Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Cambuí e Córrego do Bom Jesus oferecem gastronomia diversificada

Soraia Abreu Pedrozo/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

31/01/2019 | 07:13


Caso a escolha do visitante seja montar base em Cambuí, que está à beira da Rodovia Fernão Dias, ele pode contar com diversificada culinária, que vai desde a comida típica mineira do Restaurante e Alambique Capela (Rua Firminiana Borges, sem número), cuja cachaça produzida artesanalmente é a vedete (R$ 3 a dose e R$ 30 a garrafa do tipo ouro, de 500 ml), ao lado da porção de bolinhos de tilápia (R$ 29). No entorno da Praça Coronel Justiniano, onde está a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo, há inúmeras opções, como a generosa e extremamente saborosa porção de tilápia (R$ 30) do Bar do Peixe (Rua Prefeito David Bueno, 91) e a tradicional lanchonete do Cabeção Lanches (R. Quintino Bocaiúva,129), com seu clássico X-salada milho (R$ 12), que conquista gerações. O local fica aberto durante a madrugada.

Se a opção for por algo mais requintado, o Pomodorini (Rua Maria Conceição Fonseca, 36) aposta em indescritível culinária italiana, que sob o comando do chef Lelis Capozzoli oferece pratos de altíssima qualidade, como o risoto de limão siciliano (da horta) com salmão ou o nhoque de batata doce com molho de tomate feito na hora – os pratos vão de R$ 36 a R$ 45. O restaurante está instalado em lugar que é atrativo à parte, e nos transporta imediatamente à Itália, com todo o encanto da Toscana.

‘CÓRGO’ - Município vizinho a Cambuí, o Córrego do Bom Jesus já começa a encantar com a vista que se tem da estradinha que liga uma cidade a outra da Serra da Mantiqueira e da Pedra de São Domingos. Dá vontade de emoldurar. Chegando no ‘Córgo’, como é carinhosamente chamada, está o Empório Serras de Minas, ao lado do escritório de informações turísticas do circuito, em que é possível provar o patrimônio imaterial de Cambuí, o virado de banana (banana com queijo de Minas e farinha de milho), por R$ 5. Biscoitão de polvilho (R$ 2) e café passado na hora (R$ 2) completam o menu. Além disso, o local vende azeites da Casa Mantiva.

Quem quiser se ‘aventurar’ pelas serras pode ir até o bairro dos Pereiras, onde está a cervejaria Confra da Mantiqueira, e provar os deliciosos chopes artesanais. Pelo caminho também há dezenas de pesqueiros que valem muito a pena.

 

Guia de viagem

COMO IR

O acesso às cidades do Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas se dá pela Rodovia Fernão Dias. De Santo André até Cambuí, sugerida como base para explorar o entorno, leva-se duas horas e meia. Se a opção for por se hospedar em Monte Verde, distância vai a três horas.


ONDE FICAR

Hotel Garfo de Ouro (Av. Pref. José Barbosa, 441, Cambuí) – Com diárias a partir de R$ 150 o casal, com café da manhã com pães e geléias feitos no local, estacionamento e acesso a internet incluídos no valor. Hotel tem piscina recém-reformada, ideal para crianças.

Pousada Provence Cottage & Bistro (R. Cedrus Libani, 380, Monte Verde) – Com diárias a partir de R$ 692, inclui café da manhã e chá da tarde. Hotel aceita pets e adultos acima de 18 anos. Conta com restaurante estrelado pelo Guia Quatro Rodas, com menu fechado em sete etapas ao custo de R$ 278 por pessoa.

 

ROTEIRO

 

1 – BOM REPOUSO

Imagem de Nossa Senhora das Graças, de 20 metros de altura, a maior do mundo, e plantações de morango, são atrativos.

 

2 – BUENO BRANDÃO

Detém título de estância climática e hidromineral, e é uma das mais belas portas de entrada para o Estado.

 

3 – CACHOEIRA DE MINAS

Cidade hospitaleira com fazendas de café e de queijo parmesão, se destaca também por suas festas juninas.

 

4 – MONTE VERDE

Distrito pertencente ao município de Camanducaia atrai principalmente casais no inverno, por paisagens e gastronomia.

 

5 – CAMBUÍ

No centro do Circuito Serras Verdes, cidade tem muitas festas, boa comida e povo hospitaleiro.

 

6 – CONGONHAL

Possui inúmeras cachoeiras, pesqueiros, serras e mirantes com vistas deslumbrantes, e é importante produtor de morango.

 

7 – CONCEIÇÃO DOS OUROS

Terra do polvilho oferece viagem aos tempos passados: sítios arqueológicos e fazendas coloniais do século XIX, com casarões, porões e senzalas.

 

8 – CONSOLAÇÃO

Menor município do circuito, tem produção de azeite e estradas são procuradas por praticantes de cicloturismo e mountain bike.

 

9 – CÓRREGO DO BOM JESUS

Aos pés da Serra da Mantiqueira, cidade santuário é destino de peregrinação à Festa do Padroeiro Senhor Bom Jesus, cuja imagem chegou ao Brasil em 1873.

 

10 – ESTIVA

Terra do Morango, a maior produtora da região integra o Caminho da Fé, roteiro religioso que vai a Aparecida.

 

11 – EXTREMA

Portal de entrada do circuito, é ideal à prática de esportes de aventura, como mountain bike, voo livre, rapel, rafting e caminhadas ao ar livre.

 

12 – GONÇALVES

Clima agradável e características interioranas ganham mais charme com lindas pousadas e gastronomia variada.

 

13 – ITAPEVA

 

Em Tupi-guarani, seu nome significa pedra (ita) chata (peva), seu maior atrativo turístico. Do alto da Pedra Chata, vislumbra-se todo o lado Oeste do circuito.

 

14 – MUNHOZ

Dentre as cachoeiras, destaca-se a Cachoeira dos Nazário com uma linda queda d’água e piscinas naturais.

 

15 – PARAISÓPOLIS

Turismo começou com a passagem do Caminho da Fé, roteiro religioso que vai a Aparecida. Parque Ecológico do Brejo Grande tem represa artificial mais alta do Brasil, a 1.450 metros de altitude.

 

16 – SAPUCAÍ-MIRIM

Maior criatório de trutas da América Latina, possui clima ameno e agradável, no qual se cultivam flores exóticas.

 

17 – SENADOR AMARAL

Se destaca pelo cultivo de orquídeas e morango, além das cachoeiras de águas límpidas.

 

18 – TOCOS DO MOJI

Cativa seus visitantes com seu tradicional Pastel de Farinha de Milho e integra o Caminho da Fé, que leva a Aparecida.

 

19 – TOLEDO

Detém lago onde está sendo implantado grande parque de eventos, que já conta com prainha, equipamentos esportivos e playground para crianças.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;