Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Oposição peruana pede pela renúncia do ministro da economia de Kuczynski

Este é o maior choque de forças observado
no governo do presidente Pedro Kuczynski



17/06/2017 | 00:02


O parlamento dominado pela oposição peruana pediu hoje a renúncia do ministro da economia do país, no maior choque de forças já observado no governo do presidente Pedro Kuczynski, que apoiou publicamente seu funcionário.

O legislador Luis Galarreta, porta-voz do maior partido da oposição, liderado pela ex-candidata presidencial Keiko Fujimori, pediu a renúncia de Alfredo Thorne, a quem acusam de ter pressionado o órgão que controla o dinheiro público a dar um parecer favorável a um projeto cancelado para construir um aeroporto em Cusco.

Thorne, um experiente banqueiro de 61 anos que já trabalhou no Banco Mundial e no J.P. Morgan, rejeitou as acusações. "As pessoas decentes não chantageamos", disse o ministro.

Pouco depois, o presidente Kuczynski disse através da televisão estatal que apoia "totalmente" seu ministro. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oposição peruana pede pela renúncia do ministro da economia de Kuczynski

Este é o maior choque de forças observado
no governo do presidente Pedro Kuczynski


17/06/2017 | 00:02


O parlamento dominado pela oposição peruana pediu hoje a renúncia do ministro da economia do país, no maior choque de forças já observado no governo do presidente Pedro Kuczynski, que apoiou publicamente seu funcionário.

O legislador Luis Galarreta, porta-voz do maior partido da oposição, liderado pela ex-candidata presidencial Keiko Fujimori, pediu a renúncia de Alfredo Thorne, a quem acusam de ter pressionado o órgão que controla o dinheiro público a dar um parecer favorável a um projeto cancelado para construir um aeroporto em Cusco.

Thorne, um experiente banqueiro de 61 anos que já trabalhou no Banco Mundial e no J.P. Morgan, rejeitou as acusações. "As pessoas decentes não chantageamos", disse o ministro.

Pouco depois, o presidente Kuczynski disse através da televisão estatal que apoia "totalmente" seu ministro. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;