Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Filho de Marlon Brando é processado por maus-tratos à esposa


Da AFP

29/12/2005 | 17:18


O filho do lendário ator Marlon Brando, Christian Brando, foi processado na Justiça civil por sua esposa e pela enteada, que o acusam de maus-tratos físicos, sexuais e psicológicos, informou nesta quinta-feira uma fonte judicial.

Deborah Brando e sua filha de 13 anos apresentaram a queixa processo a um tribunal de Los Angeles por agressão, violência e intimidação, causadores de trauma psicológico. Elas pedem uma indenização por perdas e danos, mas a quantia não foi informada.

Em janeiro de 2005, Christian Brando, atualmente com 47 anos, foi condenado na Justiça penal a dois meses de tratamento em uma clínica de desintoxicação e a três anos de liberdade vigiada por violência doméstica contra a esposa.

Em fevereiro de 1991, havia sido condenado a 10 anos de prisão pelo assassinato, um ano antes, de Dag Drollet, namorado de sua meia-irmã, Cheyenne. Foi libertado em 1996 e se casou com Deborah em outubro de 2004, quatro meses depois da morte de seu pai.

Cheyenne Brando se suicidou em 1995.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Filho de Marlon Brando é processado por maus-tratos à esposa

Da AFP

29/12/2005 | 17:18


O filho do lendário ator Marlon Brando, Christian Brando, foi processado na Justiça civil por sua esposa e pela enteada, que o acusam de maus-tratos físicos, sexuais e psicológicos, informou nesta quinta-feira uma fonte judicial.

Deborah Brando e sua filha de 13 anos apresentaram a queixa processo a um tribunal de Los Angeles por agressão, violência e intimidação, causadores de trauma psicológico. Elas pedem uma indenização por perdas e danos, mas a quantia não foi informada.

Em janeiro de 2005, Christian Brando, atualmente com 47 anos, foi condenado na Justiça penal a dois meses de tratamento em uma clínica de desintoxicação e a três anos de liberdade vigiada por violência doméstica contra a esposa.

Em fevereiro de 1991, havia sido condenado a 10 anos de prisão pelo assassinato, um ano antes, de Dag Drollet, namorado de sua meia-irmã, Cheyenne. Foi libertado em 1996 e se casou com Deborah em outubro de 2004, quatro meses depois da morte de seu pai.

Cheyenne Brando se suicidou em 1995.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;