Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André entrega creche para 320 crianças no Jardim Alzira Franco

Divulgação/PMSA Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Unidade é a sexta das dez prometidas para a cidade até o fim do ano; meta é zerar fila de espera de 1.000 alunos por vagas de zero a 3 anos


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

08/02/2020 | 00:01


 A Prefeitura de Santo André entrega, na manhã de hoje, a creche Guaratinguetá I, no Jardim Alzira Franco, destinada a 320 crianças com idade entre zero e 3 anos. Trata-se do sexto equipamento dos dez prometidos pela administração até o fim do ano. A meta é zerar a demanda reprimida de cerca de 1.000 alunos.

Prefeito da cidade, Paulo Serra (PSDB) observa que a unidade de ensino beneficiará as cerca de 900 famílias do Conjunto Habitacional Guaratinguetá. “É uma conquista importante, porque a demanda é grande naquela área. Além de duas creches, estamos construindo uma Unidade de Saúde da Família para levar assistência aos moradores.” Ele se refere à unidade de ensino Guaratinguetá II, inaugurada em junho do ano passado para atender 350 crianças.

As aulas terão início na segunda-feira com 30% dos postos preenchidos. “Acreditamos que em aproximadamente 90 dias todas as vagas estarão preenchidas”, diz o prefeito. 

Conforme Paulo Serra, as quatro creches faltantes serão entregues em março, abril, maio e junho. Estão em obras as unidades Jardim Santo André II, Mirante I, Tamarutaca e Parque Erasmo. “Herdamos deficit de 5.000 vagas e reduzimos para 1.000. Vamos zerar essa fila até junho”, promete. 

Também já foram inauguradas as creches Cata Preta (abril de 2019), Mirante II (maio de 2019), Guaratinguetá II (junho de 2019), Eloá Cristina Pimentel da Silva (setembro de 2019) e Jardim Rina (dezembro de 2019. 

Todas as obras estão sendo realizadas em parceria com o governo federal, por meio do Proinfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil), que estabelece ao Ministério da Educação a responsabilidade por 75% dos custos de cada unidade, enquanto o município responde pelos 25% restantes. Cada creche é construída com investimento de R$ 6 milhões.

Os prédios, que têm o mesmo padrão arquitetônico, são erguidos em três patamares, onde estão distribuídas sete salas de aula, três berçários, sala multimídia e brinquedoteca, além de toda estrutura de creche, como lactário e lavanderia – área construída de 2.859 metros quadrados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André entrega creche para 320 crianças no Jardim Alzira Franco

Unidade é a sexta das dez prometidas para a cidade até o fim do ano; meta é zerar fila de espera de 1.000 alunos por vagas de zero a 3 anos

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

08/02/2020 | 00:01


 A Prefeitura de Santo André entrega, na manhã de hoje, a creche Guaratinguetá I, no Jardim Alzira Franco, destinada a 320 crianças com idade entre zero e 3 anos. Trata-se do sexto equipamento dos dez prometidos pela administração até o fim do ano. A meta é zerar a demanda reprimida de cerca de 1.000 alunos.

Prefeito da cidade, Paulo Serra (PSDB) observa que a unidade de ensino beneficiará as cerca de 900 famílias do Conjunto Habitacional Guaratinguetá. “É uma conquista importante, porque a demanda é grande naquela área. Além de duas creches, estamos construindo uma Unidade de Saúde da Família para levar assistência aos moradores.” Ele se refere à unidade de ensino Guaratinguetá II, inaugurada em junho do ano passado para atender 350 crianças.

As aulas terão início na segunda-feira com 30% dos postos preenchidos. “Acreditamos que em aproximadamente 90 dias todas as vagas estarão preenchidas”, diz o prefeito. 

Conforme Paulo Serra, as quatro creches faltantes serão entregues em março, abril, maio e junho. Estão em obras as unidades Jardim Santo André II, Mirante I, Tamarutaca e Parque Erasmo. “Herdamos deficit de 5.000 vagas e reduzimos para 1.000. Vamos zerar essa fila até junho”, promete. 

Também já foram inauguradas as creches Cata Preta (abril de 2019), Mirante II (maio de 2019), Guaratinguetá II (junho de 2019), Eloá Cristina Pimentel da Silva (setembro de 2019) e Jardim Rina (dezembro de 2019. 

Todas as obras estão sendo realizadas em parceria com o governo federal, por meio do Proinfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil), que estabelece ao Ministério da Educação a responsabilidade por 75% dos custos de cada unidade, enquanto o município responde pelos 25% restantes. Cada creche é construída com investimento de R$ 6 milhões.

Os prédios, que têm o mesmo padrão arquitetônico, são erguidos em três patamares, onde estão distribuídas sete salas de aula, três berçários, sala multimídia e brinquedoteca, além de toda estrutura de creche, como lactário e lavanderia – área construída de 2.859 metros quadrados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;