Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA condenam assassinato de soldados de Israel



23/09/2013 | 05:14


Os Estados Unidos condenaram o assassinato de dois soldados israelenses em incidentes separados ocorridos na Cisjordânia. Segundo a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki, esse tipo de "violência e terror é inaceitável".

Incidentes violentos como estes "prejudicam os esforços para estabelecer um clima positivo que os lados precisam para avançar nas negociações de paz", acrescentou Psaki em um comunicado. "Pedimos a todas as partes que se juntem em condenar esses ataques".

Um soldado israelense morreu no domingo após ser baleado por um suposto atirador palestino na cidade de Hebron, na Cisjordânia, disseram autoridades israelenses.

O incidente ocorreu um dia depois de as tropas israelenses encontrarem o corpo de um outro soldado, que havia sido atraído para o norte da Cisjordânia e morto por um palestino.

O ministro sênior do gabinete, Naftali Bennett, disse que os dois ataques devem pressionar Israel a reconsiderar o seu envolvimento em negociações de paz com os palestinos. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA condenam assassinato de soldados de Israel


23/09/2013 | 05:14


Os Estados Unidos condenaram o assassinato de dois soldados israelenses em incidentes separados ocorridos na Cisjordânia. Segundo a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki, esse tipo de "violência e terror é inaceitável".

Incidentes violentos como estes "prejudicam os esforços para estabelecer um clima positivo que os lados precisam para avançar nas negociações de paz", acrescentou Psaki em um comunicado. "Pedimos a todas as partes que se juntem em condenar esses ataques".

Um soldado israelense morreu no domingo após ser baleado por um suposto atirador palestino na cidade de Hebron, na Cisjordânia, disseram autoridades israelenses.

O incidente ocorreu um dia depois de as tropas israelenses encontrarem o corpo de um outro soldado, que havia sido atraído para o norte da Cisjordânia e morto por um palestino.

O ministro sênior do gabinete, Naftali Bennett, disse que os dois ataques devem pressionar Israel a reconsiderar o seu envolvimento em negociações de paz com os palestinos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;