Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região alcança marca de 230 mil
infectados pelo novo coronavírus

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Número expressa que um a cada 12 moradores do Grande ABC foi acometido pela doença, o que equivale a 8,18% da população


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

16/07/2021 | 00:01


No Grande ABC, um a cada 12 moradores já se contaminou com a Covid-19 desde o início da pandemia, em março do ano passado. O número corresponde a aproximadamente 230 mil casos (mais exatamente 230.398 – leia mais ao lado) e equivale a 8,18% de toda a população que vive nas sete cidades que formam a região (estimada em 2,8 milhões).

Médico infectologista ouvido pelo Diário, entretanto, aponta que o número pode ser três vezes maior, já que ainda faltam dados para estabelecer valores confiáveis sobre a pandemia nas sete cidades.

Dos municípios que formam o Grande ABC, São Bernardo é o que tem maior número de infectados e desde o início da crise sanitária confirmou, até ontem 83.351 casos do novo coronavírus. Com 62.462 confirmações da doença, Santo André é o segundo município com maior número de infectados.

Ainda que as cidades já estejam vacinando em bom ritmo, o mês de junho de 2021 foi o período em que foram confirmados mais casos do novo coronavírus no Grande ABC, com 28.215. Março deste ano foi o segundo mês com maior número de infectados, somando 24.851. E em julho, até o momento, 8.965 pessoas foram acometidas pela doença.

Dentre as cidades com mais infectados, Diadema aparece na terceira posição, com 32.143 casos, seguida por Mauá, com 28.167, Ribeirão Pires, 6.735 e Rio Grande da Serra, com 2.890 casos confirmados desde o início da pandemia. Em todo Grande ABC, até ontem, a Covid-19 fez 9.281 vítimas fatais.

Assessor parlamentar, Rodrigo Pinto, 45 anos, é um dos infectados pelo novo coronavírus. Morador da Vila Alzira, em Santo André, ele acabou se contaminando ainda neste mês, logo após ter recebido a primeira dose da vacina. “Me cuidei por mais de um ano. Não estava recebendo ninguém em casa. Sempre utilizei luvas, máscara e álcool gel. Não sei o que pode ter acontecido”, relatou. “Estou bem, tomando remédios. Agora preciso aguardar tudo passar”, emendou.

Para o médico infectologista e professor do curso de medicina da Unicid (Universidade Cidade de São Paulo) Renato Grinbaum, o número pode não refletir exatamente a realidade do cenário regional. Conforme o especialista, o Grande ABC realiza pouca testagem em seus moradores, o que pode subnotificar a quantia real de infectados. “Acredito que o número possa ser três vezes maior deste total”, declarou.

Ainda conforme o médico, um dos fatores que auxiliam o alto número de casos e facilita a propagação do novo coronavírus é a densidade populacional do Grande ABC. “Como é uma região com muitas pessoas, é mais fácil que o vírus transite. Por isso, é essencial que mantenhamos o isolamento e que também todos sejam vacinados o quanto antes”, sustentou o médico.

Cidades registram mais 456 casos da doença

O Grande ABC reportou nas 24 horas entre quarta-feira e ontem mais 426 novos casos de Covid-19. Foram 155 em São Bernardo, 137 em Santo André, 74 em Mauá, 47 em Diadema, 33 em São Caetano, oito em Ribeirão Pires e três em Rio Grande da Serra.

Com essas novas infecções reportadas, a região chega à marca de 230.398 casos confirmados da doença. Também nas últimas 24 horas, foram informadas 22 mortes e o Grande ABC totaliza 9.281 vítimas fatais. A região tem 129.117 exames de coronavírus aguardando a confirmação e 212.709 pessoas já se recuperaram.

O Estado de São Paulo chegou ao total de 3.908.279 casos confirmados de Covid-19 durante toda a pandemia e 133.901 óbitos. Entre o total de infectados, 3.562.192 já estão recuperados, sendo que 412.062 receberam alta após internação.

Ontem havia 15.353 pacientes hospitalizados em todo o território de São Paulo, sendo 7.730 em UTI (Unidades de Terapia Intensiva) e 7.623 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado é de 64,2% e na Grande São Paulo é de 59,6%.

O Brasil registrou 1.548 novos óbitos nas últimas 24 horas e totaliza 538.942 mortes em decorrência da Covid-19. Também nas últimas 24 horas foram reportados 52.789 novos casos da doença em território nacional, segundo o painel do Ministério da Saúde. O País já tem 19.262.518 de pessoas contaminadas e 17.917.189 delas se recuperaram. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;