Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Judeus preparam movimento contra racismo na Internet


Do Diário do Grande ABC

28/08/1999 | 22:38


A comunidade judaica de Sao Paulo vai coordenar um movimento contra campanhas de cunho racista divulgadas na Internet.

Neste domingo, em Sao Paulo, o presidente do rabinato da Congregaçao Israelita Paulista, Henry Sobel, deve reunir-se com o ministro da Justiça, José Carlos Dias, para propor que o Brasil coordene junto aos países membros da Organizaçao das Naçoes Unidas (ONU) a criaçao de mecanismos comuns para coibir a veiculaçao de sites que incitem o ódio contra minorias.

Jovens judeus da comunidade de Sao Paulo serao incentivados a rastrear sites que discriminem grupos sociais diversos. Essas informaçoes serao enviadas à Polícia Federal e à Web Police, uma central internacional.

"O problema nao é exclusivamente judaico e precisa ser discutido com toda a sociedade", diz Sobel, ao citar a existência de sites contra homossexuais e negros. A iniciativa da comunidade é conseqüência de uma campanha de cunho nazista que vem sendo divulgada na Internet contra judeus brasileiros.

Nesse caso, o papel da ONU seria o de criar mecanismos internacionais de cooperaçao.Como os provedores têm sede em vários países (mas os sites podem ser acessados de qualquer lugar) as normas para regê-los teriam de ser aceitas por todos. Hoje, Estados e Unidos e Canadá, onde estao os maiores provedores, nao fazem restiçao aos sites ideológicos para nao reprimir a liberdade de expressao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Judeus preparam movimento contra racismo na Internet

Do Diário do Grande ABC

28/08/1999 | 22:38


A comunidade judaica de Sao Paulo vai coordenar um movimento contra campanhas de cunho racista divulgadas na Internet.

Neste domingo, em Sao Paulo, o presidente do rabinato da Congregaçao Israelita Paulista, Henry Sobel, deve reunir-se com o ministro da Justiça, José Carlos Dias, para propor que o Brasil coordene junto aos países membros da Organizaçao das Naçoes Unidas (ONU) a criaçao de mecanismos comuns para coibir a veiculaçao de sites que incitem o ódio contra minorias.

Jovens judeus da comunidade de Sao Paulo serao incentivados a rastrear sites que discriminem grupos sociais diversos. Essas informaçoes serao enviadas à Polícia Federal e à Web Police, uma central internacional.

"O problema nao é exclusivamente judaico e precisa ser discutido com toda a sociedade", diz Sobel, ao citar a existência de sites contra homossexuais e negros. A iniciativa da comunidade é conseqüência de uma campanha de cunho nazista que vem sendo divulgada na Internet contra judeus brasileiros.

Nesse caso, o papel da ONU seria o de criar mecanismos internacionais de cooperaçao.Como os provedores têm sede em vários países (mas os sites podem ser acessados de qualquer lugar) as normas para regê-los teriam de ser aceitas por todos. Hoje, Estados e Unidos e Canadá, onde estao os maiores provedores, nao fazem restiçao aos sites ideológicos para nao reprimir a liberdade de expressao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;