Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Dupla é presa em Mauá por golpe em bancos

Acusados trocavam cartão com vítimas para sacar dinheiro


Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

16/06/2012 | 07:00


Policiais militares de Mauá prenderam na manhã de ontem Wellington Sanches Moreira, 23 anos, e Danilo Jesus Mendes, 20, acusados de praticar golpes em clientes de caixas eletrônicos da Grande São Paulo. Após oferecer ajuda, a dupla se aproveitava de um momento de distração para memorizar a senha das vítimas e trocar o cartão.

A polícia militar chegou aos dois acusados por meio da denúncia de que um Uno vermelho estacionado em frente à agência do Itaú, no Centro, poderia estar planejando um assalto. Ao chegar no local, a viatura viu Moreira saindo do banco. Durante a revista, policiais encontraram quatro cartões escondidos dentro de sua cueca.

Moradores da região de São Mateus, Zona Leste da Capital, os dois confessaram que aplicavam o golpe. Um dos cartões encontrados era de uma vítima de Ferraz de Vasconcelos. A mulher, de 38, teve o cartão trocado em Poá. Foram sacados R$ 500 de sua conta, além de R$ 180 gastos em um posto de gasolina.

A outra vítima, um mauaense também de 38, sequer sabia que havia sido vítima do golpe. Foi avisado pela própria polícia, quando chegou em casa. "Vi os homens sendo presos quando deixava a agência, mas nem percebi", disse. O alívio foi grande, já que tinha recebido R$ 5.500 um dia antes. "Ia ficar sem nada se eles vissem", disse.

Os dois criminosos foram autuados em flagrante no 1º DP (Centro) da cidade por furto qualificado e serão encaminhados ao CDP (Centro de Detenção Provisória) local, onde ficarão detidos. Moreira tinha passagem por furto e estelionato.

Segundo o delegado José Carlos de Melo, o 1º DP registra, em média, cinco ocorrências por dia desse tipo de crime. "Geralmente eles buscam idosos ou gente mais humilde, que têm dificuldade em lidar com a tecnologia do caixa", disse. "Com o cartão dessas pessoas em mãos, o estrago é grande."

Rápidos, os bandidos precisam de pouco mais de 30 minutos para sacar o que conseguir e fazer compras em comércios. Depois, o cartão é repassado para ser ‘trocado' nas agências. A polícia investiga a participação de seguranças no esquema e suspeita de que seja uma quadrilha. Todas as cidades do Grande ABC seriam alvos.

"Prendemos aqui, mas como há casos em outras delegacias da região, parece óbvio que tenham área de atuação maior", completou o delegado, que promete investigar a existência de mais integrantes no bando. "Vou chamar gerentes dos bancos, pedir as fitas das câmeras. Vamos apurar tudo", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dupla é presa em Mauá por golpe em bancos

Acusados trocavam cartão com vítimas para sacar dinheiro

Rafael Ribeiro
do Diário do Grande ABC

16/06/2012 | 07:00


Policiais militares de Mauá prenderam na manhã de ontem Wellington Sanches Moreira, 23 anos, e Danilo Jesus Mendes, 20, acusados de praticar golpes em clientes de caixas eletrônicos da Grande São Paulo. Após oferecer ajuda, a dupla se aproveitava de um momento de distração para memorizar a senha das vítimas e trocar o cartão.

A polícia militar chegou aos dois acusados por meio da denúncia de que um Uno vermelho estacionado em frente à agência do Itaú, no Centro, poderia estar planejando um assalto. Ao chegar no local, a viatura viu Moreira saindo do banco. Durante a revista, policiais encontraram quatro cartões escondidos dentro de sua cueca.

Moradores da região de São Mateus, Zona Leste da Capital, os dois confessaram que aplicavam o golpe. Um dos cartões encontrados era de uma vítima de Ferraz de Vasconcelos. A mulher, de 38, teve o cartão trocado em Poá. Foram sacados R$ 500 de sua conta, além de R$ 180 gastos em um posto de gasolina.

A outra vítima, um mauaense também de 38, sequer sabia que havia sido vítima do golpe. Foi avisado pela própria polícia, quando chegou em casa. "Vi os homens sendo presos quando deixava a agência, mas nem percebi", disse. O alívio foi grande, já que tinha recebido R$ 5.500 um dia antes. "Ia ficar sem nada se eles vissem", disse.

Os dois criminosos foram autuados em flagrante no 1º DP (Centro) da cidade por furto qualificado e serão encaminhados ao CDP (Centro de Detenção Provisória) local, onde ficarão detidos. Moreira tinha passagem por furto e estelionato.

Segundo o delegado José Carlos de Melo, o 1º DP registra, em média, cinco ocorrências por dia desse tipo de crime. "Geralmente eles buscam idosos ou gente mais humilde, que têm dificuldade em lidar com a tecnologia do caixa", disse. "Com o cartão dessas pessoas em mãos, o estrago é grande."

Rápidos, os bandidos precisam de pouco mais de 30 minutos para sacar o que conseguir e fazer compras em comércios. Depois, o cartão é repassado para ser ‘trocado' nas agências. A polícia investiga a participação de seguranças no esquema e suspeita de que seja uma quadrilha. Todas as cidades do Grande ABC seriam alvos.

"Prendemos aqui, mas como há casos em outras delegacias da região, parece óbvio que tenham área de atuação maior", completou o delegado, que promete investigar a existência de mais integrantes no bando. "Vou chamar gerentes dos bancos, pedir as fitas das câmeras. Vamos apurar tudo", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;