Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Doria descarta abertura de bares e restaurantes durante a noite

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Justiça de São Bernardo concedeu liminar a pedido do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

24/07/2020 | 14:40


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), descartou mudar as regras do Plano São Paulo, que prevê a retomada gradual das atividades no Estado, e permitir a abertura de bares e restaurantes no período noturno. Ontem, a juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo, Ida Inês Del Cid, tutela de urgência a favor do Sinhores SBC (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) para que os estabelecimentos possam funcionar após as 17h.

Durante coletiva de imprensa, Doria afirmou que confia na Justiça, seja no MP (Ministério Público), seja no TJ (Tribunal de Justiça), que tem dado ganho de causa a todas inciativas do governo do Estado na proteção do Plano São Paulo. “Temos convicção de que isso continuará ocorrendo e não vamos fazer nesse momento nenhuma alteração no plano. Vamos seguir aquilo que a saúde determina”, pontuou.

O secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou que a decisão do Centro de contingência do novo coronavírus, de não permitir a abertura de bares e restaurantes durante a noite foi acertada. “Não vimos as cenas que vimos em outros lugares do mundo aqui em São Paulo pelo que foi estabelecido”, destacou. “Foi uma decisão em primeira instancia, segue agora para o TJ e confiamos plenamente na racionalidade e na decisão do tribunal a favor da vida e a favor do que foi estabelecido, para que a gente possa seguir com responsabilidade.”

Doria complementou que a medida momentânea da Justiça contraria, inclusive, decisão municipal da Prefeitura de São Bernardo, que não autorizou a abertura de bares e restaurantes após as 17 horas. “Reconhecemos o sofrimento do setor de alimentos e bebidas, principalmente das micro e pequenas empresas, mas reconhecemos que esse é o momento de salvar vidas.” O coordenador do Comitê, João Gabardo, afirmou que permitir a abertura dos estabelecimentos pode comprometer a curva de transmissão e os resultados alcançados até o momento no controle da pandemia. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria descarta abertura de bares e restaurantes durante a noite

Justiça de São Bernardo concedeu liminar a pedido do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

24/07/2020 | 14:40


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), descartou mudar as regras do Plano São Paulo, que prevê a retomada gradual das atividades no Estado, e permitir a abertura de bares e restaurantes no período noturno. Ontem, a juíza da 2ª Vara da Fazenda Pública de São Bernardo, Ida Inês Del Cid, tutela de urgência a favor do Sinhores SBC (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) para que os estabelecimentos possam funcionar após as 17h.

Durante coletiva de imprensa, Doria afirmou que confia na Justiça, seja no MP (Ministério Público), seja no TJ (Tribunal de Justiça), que tem dado ganho de causa a todas inciativas do governo do Estado na proteção do Plano São Paulo. “Temos convicção de que isso continuará ocorrendo e não vamos fazer nesse momento nenhuma alteração no plano. Vamos seguir aquilo que a saúde determina”, pontuou.

O secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou que a decisão do Centro de contingência do novo coronavírus, de não permitir a abertura de bares e restaurantes durante a noite foi acertada. “Não vimos as cenas que vimos em outros lugares do mundo aqui em São Paulo pelo que foi estabelecido”, destacou. “Foi uma decisão em primeira instancia, segue agora para o TJ e confiamos plenamente na racionalidade e na decisão do tribunal a favor da vida e a favor do que foi estabelecido, para que a gente possa seguir com responsabilidade.”

Doria complementou que a medida momentânea da Justiça contraria, inclusive, decisão municipal da Prefeitura de São Bernardo, que não autorizou a abertura de bares e restaurantes após as 17 horas. “Reconhecemos o sofrimento do setor de alimentos e bebidas, principalmente das micro e pequenas empresas, mas reconhecemos que esse é o momento de salvar vidas.” O coordenador do Comitê, João Gabardo, afirmou que permitir a abertura dos estabelecimentos pode comprometer a curva de transmissão e os resultados alcançados até o momento no controle da pandemia. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;