Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT elabora modelo para festa da posse de Lula


Do Diário OnLine

22/11/2002 | 09:42


O Partido dos Trabalhadores (PT) deve concluir ainda nesta sexta-feira o modelo da festa de posse do presidente eleito da República, Luiz Inácio Lula da Silva, marcada para 1º de janeiro de 2003. A organização da cerimônia está sob responsabilidade do publicitário Duda Mendonça, do diretor petista Sílvio Pereira e do deputado Paulo Delgado (PT/MG), que cuida dos contatos com o Itamaraty.

Com as dificuldades para conseguir mudar no Congresso a data de posse do novo presidente, o PT deve realizar duas cerimônias para comemorar a passagem de faixa. No dia 1º, dia previsto na Constituição, deve ser realizada uma grande festa popular em Brasília e outras capitais do país. No dia 6, data em que o PT gostaria de realizar a posse, deve ser realizada uma recepção para delegações internacionais, no Itamaraty.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT elabora modelo para festa da posse de Lula

Do Diário OnLine

22/11/2002 | 09:42


O Partido dos Trabalhadores (PT) deve concluir ainda nesta sexta-feira o modelo da festa de posse do presidente eleito da República, Luiz Inácio Lula da Silva, marcada para 1º de janeiro de 2003. A organização da cerimônia está sob responsabilidade do publicitário Duda Mendonça, do diretor petista Sílvio Pereira e do deputado Paulo Delgado (PT/MG), que cuida dos contatos com o Itamaraty.

Com as dificuldades para conseguir mudar no Congresso a data de posse do novo presidente, o PT deve realizar duas cerimônias para comemorar a passagem de faixa. No dia 1º, dia previsto na Constituição, deve ser realizada uma grande festa popular em Brasília e outras capitais do país. No dia 6, data em que o PT gostaria de realizar a posse, deve ser realizada uma recepção para delegações internacionais, no Itamaraty.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;