Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Neste domingo tem ação em Rio Grande


Bruno Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

27/05/2006 | 08:27


Rio Grande da Serra sedia neste domingo o Diário do Grande ABC nos Bairros, projeto social do Diário em parceria com as Prefeituras da região, patrocinado pela Universidade Metodista de São Paulo e pelas Casas Bahia. O programa conta ainda com apoio do Instituto Embelleze e da Comgás. As atrações na Emei Raquel Silveira Monteiro, conhecida como Emei Central, começam às 8h, e a programação mistura prestação de serviços, atividades culturais e entretenimento, tudo oferecido gratuitamente à população.

Quem procura por atividades relacionadas à saúde encontrará diversas opções, além de serviços como a medição do IMC (Índice de Massa Corporal), que verifica a quantidade de gordura no corpo. Também estará à disposição orientação nutricional com especialistas e controle da pressão arterial.

Destaque também para duas palestras. A primeira abordará cuidados relacionados a acidentes e será ministrada por membros da Liga de Trauma e Cirurgia de Emergência da Faculdade de Medicina do ABC. Essa associação de alunos e professores voluntários trabalha no estudo e na prevenção dos traumas externos em pacientes (acidentes, na maioria). Álvaro José Faria de Souza, aluno da Medicina ABC e voluntário da associação, explica que a palestra busca esclarecer a população sobre os procedimentos em caso de um acidente. “Vamos ensinar ao pessoal o que fazer em caso de um corte na mão, uma queimadura, essas coisas. E também como agir em caso de um acidente: a importância de não mexer em uma pessoa que sofre acidente de carro e qual socorro deve ser chamado. Às vezes, as pessoas vêem um acidente e ficam desesperadas. Isso não ajuda”. Sabendo o que deve ser feito, as pessoas têm mais facilidade em manter a calma, ensina o futuro médico.

Para que o público tenha um aproveitamento melhor das lições, um boneco será levado à Emei e a platéia aprenderá na prática as lições de Álvaro Souza. Ele afirma que, com a participação do público durante a explicação, a informação é assimilada de maneira mais duradora.

Outra questão importante dessa aula será com relação à prevenção dos acidentes domésticos. “Vemos muitos casos no hospital de acidentes graves que poderiam ser evitados com cuidados simples”, diz o voluntário. “São mudanças na posição do cabo das panelas que estão no fogo, cuidados com o manuseio de facas”, adianta o futuro médico Souza.

Gestação – A segunda palestra da área de saúde também está a cargo de alunos da Faculdade de Medicina do ABC. Tratará de gravidez de alto risco, com explicações sobre a necessidade do planejamento da gestação e do uso do ácido fólico por futuras mães, para evitar o surgimento de doenças no sistema nervoso dos bebês.

Segundo a estudante de medicina Paula Regina Stelmach Valerim, que fará a palestra voluntariamente, os cuidados com a gestação deveriam ter início três meses antes de a mulher ficar grávida. Nesse período, as mães tomariam vitaminas com o ácido, que previne as doenças. É a chamada “gestação de 12 meses”, explica Paula. Por isso, além de esclarecimento sobre o uso do ácido, as mulheres tem de ter ciência também sobre métodos contraceptivos. Assim, é possível planejar com segurança a gravidez e o tratamento.

“O uso do ácido fólico evitaria o surgimento de doenças motoras e de acefalia, que é o nascimento de bebês sem cérebro”, afirma Paula Valerim, ressaltando que o fornecimento dessa substância deveria ocorrer de forma gratuita em todos os hospitais públicos. “Rio Grande foi a primeira cidade a assinar acordo com a faculdade para que prestássemos esse tipo de esclarecimento”, completa a estudante. Ela e seu grupo da Medicina ABC esperam que, com a população esclarecida, o governo disponibilize com mais facilidade essa substância.

As palestras do alunos da Faculdade de Medicina do ABC estão programadas para ocorrer em horários diversos entre às 11h e às 13h. Cada apresentação deve durar aproximadamente 15 minutos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Neste domingo tem ação em Rio Grande

Bruno Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

27/05/2006 | 08:27


Rio Grande da Serra sedia neste domingo o Diário do Grande ABC nos Bairros, projeto social do Diário em parceria com as Prefeituras da região, patrocinado pela Universidade Metodista de São Paulo e pelas Casas Bahia. O programa conta ainda com apoio do Instituto Embelleze e da Comgás. As atrações na Emei Raquel Silveira Monteiro, conhecida como Emei Central, começam às 8h, e a programação mistura prestação de serviços, atividades culturais e entretenimento, tudo oferecido gratuitamente à população.

Quem procura por atividades relacionadas à saúde encontrará diversas opções, além de serviços como a medição do IMC (Índice de Massa Corporal), que verifica a quantidade de gordura no corpo. Também estará à disposição orientação nutricional com especialistas e controle da pressão arterial.

Destaque também para duas palestras. A primeira abordará cuidados relacionados a acidentes e será ministrada por membros da Liga de Trauma e Cirurgia de Emergência da Faculdade de Medicina do ABC. Essa associação de alunos e professores voluntários trabalha no estudo e na prevenção dos traumas externos em pacientes (acidentes, na maioria). Álvaro José Faria de Souza, aluno da Medicina ABC e voluntário da associação, explica que a palestra busca esclarecer a população sobre os procedimentos em caso de um acidente. “Vamos ensinar ao pessoal o que fazer em caso de um corte na mão, uma queimadura, essas coisas. E também como agir em caso de um acidente: a importância de não mexer em uma pessoa que sofre acidente de carro e qual socorro deve ser chamado. Às vezes, as pessoas vêem um acidente e ficam desesperadas. Isso não ajuda”. Sabendo o que deve ser feito, as pessoas têm mais facilidade em manter a calma, ensina o futuro médico.

Para que o público tenha um aproveitamento melhor das lições, um boneco será levado à Emei e a platéia aprenderá na prática as lições de Álvaro Souza. Ele afirma que, com a participação do público durante a explicação, a informação é assimilada de maneira mais duradora.

Outra questão importante dessa aula será com relação à prevenção dos acidentes domésticos. “Vemos muitos casos no hospital de acidentes graves que poderiam ser evitados com cuidados simples”, diz o voluntário. “São mudanças na posição do cabo das panelas que estão no fogo, cuidados com o manuseio de facas”, adianta o futuro médico Souza.

Gestação – A segunda palestra da área de saúde também está a cargo de alunos da Faculdade de Medicina do ABC. Tratará de gravidez de alto risco, com explicações sobre a necessidade do planejamento da gestação e do uso do ácido fólico por futuras mães, para evitar o surgimento de doenças no sistema nervoso dos bebês.

Segundo a estudante de medicina Paula Regina Stelmach Valerim, que fará a palestra voluntariamente, os cuidados com a gestação deveriam ter início três meses antes de a mulher ficar grávida. Nesse período, as mães tomariam vitaminas com o ácido, que previne as doenças. É a chamada “gestação de 12 meses”, explica Paula. Por isso, além de esclarecimento sobre o uso do ácido, as mulheres tem de ter ciência também sobre métodos contraceptivos. Assim, é possível planejar com segurança a gravidez e o tratamento.

“O uso do ácido fólico evitaria o surgimento de doenças motoras e de acefalia, que é o nascimento de bebês sem cérebro”, afirma Paula Valerim, ressaltando que o fornecimento dessa substância deveria ocorrer de forma gratuita em todos os hospitais públicos. “Rio Grande foi a primeira cidade a assinar acordo com a faculdade para que prestássemos esse tipo de esclarecimento”, completa a estudante. Ela e seu grupo da Medicina ABC esperam que, com a população esclarecida, o governo disponibilize com mais facilidade essa substância.

As palestras do alunos da Faculdade de Medicina do ABC estão programadas para ocorrer em horários diversos entre às 11h e às 13h. Cada apresentação deve durar aproximadamente 15 minutos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;