Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tricolor inicia Sul-Americana com força total na Bahia



01/08/2012 | 06:40


Recuperado no Campeonato Brasileiro e novamente confiante após uma bela exibição na goleada sobre o Flamengo, o São Paulo agora coloca a competição nacional de lado e volta a sonhar com a conquista da América. Tricampeão da Copa Libertadores, o time tricolor inicia nesta quarta-feira contra o Bahia, às 21h50, no estádio de Pituaçu, em Salvador, a caminhada em busca à inédita conquista da Copa Sul-Americana, um dos poucos troféus que ainda não fazem parte da galeria do clube.

 

Se nos tempos em que ser campeão fazia parte da rotina são-paulina, a competição sempre foi marginalizada e vista como um empecilho no calendário, o cenário agora é outro. Vivendo uma estiagem enquanto todos os rivais já tiveram o gostinho de conquistar um título na temporada, o São Paulo tem a penúltima oportunidade de uma conquista ainda neste ano e garantir a classificação para a Libertadores do ano que vem (o campeão garante automaticamente um lugar no principal torneio continental). "Nesse ano queremos levantar alguma taça e estamos tratando disso com a maior seriedade. É um campeonato muito importante e iremos com tudo para chegar à final", afirmou o meia Jadson.

 

Ainda traumatizados com a eliminação para o Coritiba na Copa do Brasil, os jogadores agora esperam ter aprendido a lição e saber dosar os esforços nos dois jogos para confirmar a classificação e evitar qualquer surpresa. É um jogo complicado, mas somos o São Paulo. Vamos entrar pra tentar conseguir um resultado positivo. Se não der, tentaremos o empate para conseguir um resultado positivo em casa e ir para a próxima fase", explicou o zagueiro João Filipe, deixando claro que um empate não é visto com maus olhos.

 

Prova que o clube leva a competição a sério é que o técnico Ney Franco levará todos os jogadores disponíveis ao invés de escalar um time reserva. O goleiro Rogério Ceni está confirmado e fará sua segunda partida após a recuperação no ombro. A baixa fica por conta do volante Denilson, que sentiu dores musculares e acabou sendo poupado pela comissão técnica.

 

O principal desafio é manter o padrão de jogo apresentado na última partida, quando a equipe foi superior o tempo todo e praticamente não foi ameaçada. "Precisamos manter o espírito que tivemos no segundo tempo contra o Atlético Goianiense e no jogo contra o Flamengo. Se formos assim sempre é muito difícil nos parar", analisou o lateral-esquerdo Cortez.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;