Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jovem é atropelado por ônibus da Suzantur dentro do Terminal da Vila Luzita

Nario Barbosa/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Motorista, que não prestou socorro à vítima após o acidente, foi demitido pela viação


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

07/09/2017 | 07:00


Um estudante de 16 anos foi atropelado por um ônibus da empresa Suzantur nas dependências do Terminal da Vila Luzita, em Santo André. O incidente, que ocorreu no dia 28 de agosto, teria sido motivado por uma imprudência cometida pelo motorista do coletivo que, após o ocorrido, não prestou socorro à vítima. O caso foi registrado no 4º DP (Jardim) do município.

Rafael Batista Antunes, que utiliza diariamente o terminal, diz que o atropelamento ocorreu por volta das 19h, quando retornava da escola. Na ocasião, ao entrar nas dependências do equipamento público, o jovem diz ter sido atingido por um coletivo da Linha TR-103, enquanto atravessava a faixa de pedestres. “Na hora só senti a lateral do ônibus bater nas minhas costas e passar por cima do meu pé”, relata.

De acordo com a vítima, um amigo que o acompanhava no momento do acidente chegou a solicitar que o motorista do coletivo prestasse socorro, no entanto, o profissional teria reagido de maneira ríspida. “Meu amigo foi falar com ele, mas o motorista estava alterado e não fez nada. Acabamos tendo de ligar para a mãe de uma amiga para que ela me levasse na Faisa (UPA – Unidade de Pronto Atendimento Central).”

No equipamento de Saúde, profissionais diagnosticaram uma luxação – deslocamento de um ou mais ossos de uma articulação quando recebe força – no pé direito. O jovem passará por nova avaliação na próxima semana, quando deverá ser retirado o gesso.

Para o operador de manutenção Jair Antunes, 48, pai da vítima, a conduta do profissional da Suzantur mostra o descaso da empresa com a população. “Ninguém se prontificou em ajudar meu filho. Depois do episódio, fui até o terminal, mas ninguém conseguiu explicar o motivo pelo qual eles não prestaram socorro, nem mesmo mostrar as imagens da câmera de segurança. O pior de tudo é que no dia seguinte ele iria fazer uma entrevista para o programa Menor Aprendiz, mas tivemos de cancelar”, desabafa.

A Prefeitura de Santo André, por meio da SATrans – autarquia responsável pelo transporte coletivo do município – disse que entrou em contato com a empresa operadora do coletor-tronco Vila Luzita, e esclareceu que “não houve atropelamento e sim um impacto do estudante com o coletivo, onde não houve danos físicos nem materiais”. Em relação às imagens de segurança do momento do incidente, a Prefeitura destaca que existe filmagem que poderá ser disponibilizada às autoridades policiais na apuração do caso. A SATrans aguarda o resultado da investigação policial para adotar as medidas cabíveis.

Embora a Suzantur tenha destacado que não se tratou de atropelamento e sim de “abalroamento entre o ônibus e o estudante”, a viação adotou medida disciplinar pertinente ao caso, onde houve a demissão do motorista envolvido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jovem é atropelado por ônibus da Suzantur dentro do Terminal da Vila Luzita

Motorista, que não prestou socorro à vítima após o acidente, foi demitido pela viação

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

07/09/2017 | 07:00


Um estudante de 16 anos foi atropelado por um ônibus da empresa Suzantur nas dependências do Terminal da Vila Luzita, em Santo André. O incidente, que ocorreu no dia 28 de agosto, teria sido motivado por uma imprudência cometida pelo motorista do coletivo que, após o ocorrido, não prestou socorro à vítima. O caso foi registrado no 4º DP (Jardim) do município.

Rafael Batista Antunes, que utiliza diariamente o terminal, diz que o atropelamento ocorreu por volta das 19h, quando retornava da escola. Na ocasião, ao entrar nas dependências do equipamento público, o jovem diz ter sido atingido por um coletivo da Linha TR-103, enquanto atravessava a faixa de pedestres. “Na hora só senti a lateral do ônibus bater nas minhas costas e passar por cima do meu pé”, relata.

De acordo com a vítima, um amigo que o acompanhava no momento do acidente chegou a solicitar que o motorista do coletivo prestasse socorro, no entanto, o profissional teria reagido de maneira ríspida. “Meu amigo foi falar com ele, mas o motorista estava alterado e não fez nada. Acabamos tendo de ligar para a mãe de uma amiga para que ela me levasse na Faisa (UPA – Unidade de Pronto Atendimento Central).”

No equipamento de Saúde, profissionais diagnosticaram uma luxação – deslocamento de um ou mais ossos de uma articulação quando recebe força – no pé direito. O jovem passará por nova avaliação na próxima semana, quando deverá ser retirado o gesso.

Para o operador de manutenção Jair Antunes, 48, pai da vítima, a conduta do profissional da Suzantur mostra o descaso da empresa com a população. “Ninguém se prontificou em ajudar meu filho. Depois do episódio, fui até o terminal, mas ninguém conseguiu explicar o motivo pelo qual eles não prestaram socorro, nem mesmo mostrar as imagens da câmera de segurança. O pior de tudo é que no dia seguinte ele iria fazer uma entrevista para o programa Menor Aprendiz, mas tivemos de cancelar”, desabafa.

A Prefeitura de Santo André, por meio da SATrans – autarquia responsável pelo transporte coletivo do município – disse que entrou em contato com a empresa operadora do coletor-tronco Vila Luzita, e esclareceu que “não houve atropelamento e sim um impacto do estudante com o coletivo, onde não houve danos físicos nem materiais”. Em relação às imagens de segurança do momento do incidente, a Prefeitura destaca que existe filmagem que poderá ser disponibilizada às autoridades policiais na apuração do caso. A SATrans aguarda o resultado da investigação policial para adotar as medidas cabíveis.

Embora a Suzantur tenha destacado que não se tratou de atropelamento e sim de “abalroamento entre o ônibus e o estudante”, a viação adotou medida disciplinar pertinente ao caso, onde houve a demissão do motorista envolvido.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;